Acelerador de Partículas [2]

| Partilhar
«No dia em que o maior acelerador de partículas do mundo, do CERN na Suíça, entrou em funcionamento, a Google associou-se com pinta ao marco. Eu associo-me à segunda roda mais importante depois da invenção da primeira.... roda. Não há ainda imagens do bosão de Higgs, a tal "partícula de Deus", mas, tal como se diz por aí, a Verdade da Origem do Universo está mais perto de Genebra que do Vaticano, Meca ou Jerusalém.» [Vitor Pimenta, Mal Maior]

8 comentários:

  1. Pergunto-me se os cientistas do CERN estão assim tão empenhados nessa cruzada "contra o Divino" como estão os que "dizem por ai"...

    ResponderEliminar
  2. Caro Emanuel,

    Não há nenhuma luta contra nada ou ninguém. Apenas a busca de verdades sem invenções.

    ResponderEliminar
  3. Nesse caso, porquê os comentários tão frequentes a religião?

    Desde que se ouviu falar do arranque do LHC que se vêm por aí dizer que a Ciência está a ganhar espaço a Deus, em comentários mais ou menos jocosos e sarcásticos.

    A Ciência deve ser acima de tudo isenta. Mas há tantos a tentar usá-la como cavalo de batalha contra a religião que acaba por se perder o verdadeiro significado das coisas. O LHC parece-me exemplo disso. Muita gente está a ver aquilo que quer e não aquilo que realmente lá está.

    ResponderEliminar
  4. Em certos aspectos, esta vai ser cá uma cruzada...

    [não que eu a apoie. ou deixe de apoiar]

    ResponderEliminar
  5. Quer dizer... todos nós procuramos a verdade. Uns nos locais certos, ou no coração.

    ResponderEliminar
  6. Simular o Big Bang, ainda que em menor escala, prova que ele aconteceu? Tenho as minhas dúvidas.
    Até hoje a teoria do Big Bang não tem reunido o consenso ciêntifico, existem muitas dúvidas, prováveis inconcistências, e baseia-se em aspectos que se assume e não estão provados.
    Uma das iconcistências é a dimensão do espaço. Afirma-se que o Big Bang ocurreu à 13,7 mil milhões de anos atrás. Ora hoje sabe-se que existem galáxias gigantescas a 15 mil milhões anos-luz de distância da Terra. Isto é o cumulo, porque estamos a observar sistemas anteriores ao Big Bang.

    ResponderEliminar
  7. Caro Emanuel,

    Falas em cruzada contra o Divino. Gostava que me explicasses o que é o Divino?

    Uma força superior que a igreja católica inventou, a mesma mas com outro nome dos mulculmanos e dos judeus?

    Porque para mim a ideia que a criação do Divino passa simplesmente pelo facto de querer explicar situações e fenomenos que não se conseguia na altura. E o acelarador de particulas terminará, eventualmente, com a maior dúvida que persiste na mente humana. De onde viemos?

    Quanto ao Divino? A religião há muito que foi ultrapassada pelos acontecimentos.....

    ResponderEliminar
  8. Caro há_dias,

    "Uma força superior que a igreja católica inventou, a mesma mas com outro nome dos mulculmanos e dos judeus?"

    A crença do ser humano em algo superior é tão antiga como a humanidade e manifestou-se de diversas formas, muito antes da igreja católica. Ainda hoje, muito do do nosso mundo é influenciado por isso, mais do que possivelmente imagina.

    "A religião há muito que foi ultrapassada pelos acontecimentos....."

    Se se der ao trabalho de pesquisar um pouco, verificará que vários cientistas famosos (que inclusive contribuíram para o conhecimento do que hoje se estuda no CERN), tais como Einstein, tinham crenças em algo superior, embora não necessariamente numa religião específica.

    Já vi por este blog críticas ferozes (e com razão) a pessoas que tentavam impor a sua crença aos outros. Mas acho igualmente infeliz (para não dizer pior) tentar impor a descrença.

    "...0 acelerador de partículas terminará, eventualmente, com a maior dúvida que persiste na mente humana"

    Faço-lhe uma pergunta: Qual é essa dúvida a que o LHC vai responder e que vai provar que Deus não existe?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores