Microsoft Compra Empresa de Braga

| Partilhar
«A Microsoft vai adquirir a totalidade do capital social da Mobicomp para integrar um centro de investigação e desenvolvimento, anunciou hoje o director-geral da Microsoft Portugal, Nuno Duarte. "A Microsoft tem a intenção de aquisição da totalidade do capital social da Mobicomp, sedeada em Braga, empresa que vai integrar um centro de investigação e desenvolvimento como parte da rede dos centros do grupo e um dos mais importantes na área da mobilidade", avançou Nuno Duarte. "Este será o primeiro centro de serviços móveis da Microsoft na Europa", especificou.» [Expresso]

Há muito que reclamamos que, a par de cultura e turismo, a ciência e a tecnologia são as apostas certas para a cidade de Braga. Hoje é notícia a compra da Mobicomp, uma empresa de Braga, pela Microsoft, o gigante mundial na produção de software informático. Braga e os seus empresários, bem como a Universidade do Minho estão de parabéns.

14 comentários:

  1. Hoje citei essa mesma noticia no Portugal Comtemporaneo a proposito de um "enorme" que la escreveu umas barbaridades sobre licenciados fora do Porto ou Lisboa ...

    Felizmente, os exemplos falam por si!

    ResponderEliminar
  2. Epá, é agora que a "Mobicomp" vai crescer.
    Novos empregos... :P

    ResponderEliminar
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  4. Inacreditável é o facto de os regionais de braga não fazerem alusão ao assunto nas edições online (não tive ainda oportunidade de constatar se a versão impressa lhes salva a honra).

    ResponderEliminar
  5. Excelentes noticias para as empresas de base tecnológica em Portugal...

    É um facto que eles (as grandes multinacionais) andam de olhos postos no que aqui se cria e se faz, vejam o caso Critical Software de Coimbra e a Nasa em 1999 por exemplo.

    Bons sinais, mas seremos capazes de capitalizar estes laços...a ver vamos?

    ResponderEliminar
  6. Caro Cesar,
    Espero que sim. É uma excelente notícia para a cidade.

    Cara Marly,
    De facto a existência de edições online mais actualizadas era um dos pontos em que os jornais de Braga deviam investir...

    Caro Há_dias,
    De facto essa é a questão que se impõe. Esperemos que o centro de tecnologia a que a notícia alude fique no nosso concelho trazendo mais valias para todos nós.

    ResponderEliminar
  7. A dúvida que fica da notícia, que é excelente, é mesmo a futura localização do centro da Microsoft. É que sendo anunciado como o maior investimento da empresa em Portugal até agora, será sempre superior a 10 milhões de Euros, que não é nada que se possa desprezar... Esperemos que as autoridades bracarenses comecem a fazer a sua diplomacia para garantir a localização deste investimento. Ou, em alternativa, não façam nada. Para não atrapalhar...

    ResponderEliminar
  8. Eu estive a pensar nesta questão, e indo ao encontro daquilo que o "pedro" dizia, o Minho tem excelentes condições para capitalizar este investimento que a Microsoft quer fazer. Desde logo, Braga prepara-se para acolher o Centro de Nanotecnologia da Peninsula Ibérica, enquanto que em Guimarães (mais concretamente nas Taipas), temos o Avepark, um centro de empresas por excelência e alguamas de base tecnológica bem promissoras...
    De facto, não conheço Braga de forma a dar uma localização melhor.

    No entanto, questão fundamental será a vontade política da Câmara bracarense...na qual, não confio nada

    ResponderEliminar
  9. Deixem a política de fora.

    Trata-se de uma empresa privada comprada por outra empresa privada. É bom para quem lá trabalha, cria oportunidades para outros. Mas é só isso. E é imenso!

    ResponderEliminar
  10. Como vimaranense, e ex-aluno da UM, muito me congratulo com esta notícia.

    Finalmente se vai reconhecendo que há gente com talento a sair desta academia, que nada desmerece aos que cursaram noutras Universidades mais conceituadas em Portugal.

    Uma chapada de luva branca a quem só vê competências nas Universidades da capital.

    Um abraço

    P.S. no título deveria ler-se Microsoft e não "Microsfot" meu caro :)

    ResponderEliminar
  11. Pedro disse...
    A dúvida que fica da notícia, que é excelente, é mesmo a futura localização do centro da Microsoft.

    "A Mobicomp complementa a visão da Microsoft e permite, com esta aquisição, colocar software a partir de Braga no nosso parque instalado de cerca de 20 milhões de licenças vendidas", especificou o director-geral do grupo em Portugal.

    ResponderEliminar
  12. Esqueceram-se foi de uma coisita...
    A mobicomp tem contratos com a nokia, siemens, etc.. porque sempre foram umas das empresas na vanguarda do software base dos telemóveis nova geração.

    Por isso essa aquisição "não é inocente".

    De qualquer maneira parabéns á Mobicomp.

    ResponderEliminar
  13. Quando a UM é cada vez mais uma Universidade de Guimarães com polo em Braga, se empresas provenientes deste último tiverem, para crescer, de ir para Guimarães não vejo motivo para tanta alegria. Restta apenas continuar a votar MM o homem que ainda tem muito para dar, nomeadamente parques de sucata...enfim.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores