O Norte para Além do Porto (II)

| Partilhar
Espero que não nos esqueçamos de retirar todas as ilações do facto de Pinto da Costa, líder de um clube de futebol, ser a figura mais forte/significativa do Norte.

28 comentários:

  1. Certamente que o iluminado do Sr. Miguel Sousa Tavares, que percebe de tudo, concorda com Pinto da Costa. Aliás, para esse Sr., o PC nunca cometeu qualquer crime...

    É por essas e por outras que não vejo a TVI e não comprarei mais qq livro da Sofia...

    ResponderEliminar
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  3. Pinto da Costa o homem mais forte do Norte?
    Completamente em desacordo.
    Pinto da Costa é apenas uma referência para os portistas e não para os portuenses e muito menos para os nortenhos.
    Com é possível dar atenção a quem frequentemente é apontado e julgado por condutas menos próprias, é desrespeitador do estado, está constantemente referenciado como ligado a casos de contornos menos claros?
    Será que um Belmiro de Azevedo, um Américo Amorim entre outros não serão mais fortes que PC?
    Que entedem por força? Movimentar a imprensa, arranjar casos mediaticos ou desenvolver o Norte. Por parte de PC o Norte era governado por uma espécie de 'Ndrangheta'ou 'Cosa Nostra'.
    Conhecem algum país de sucesso governado por um indivíduo tipo PC?
    É tempo de darmos importância a pessoas que sejam um referencial pela positiva e não pelos motivos que dão visibiliade a PC.
    Esta talvez seja uma das causas do nosso atraso ao nível do desenvolvimento intelectual, humano e económico.
    Só uma mentalidade terceiro-mundista é que usa o futebol para entretenimento do povo e para arranjar líderes de opinião.
    Portugal tem outras prioridades e que certamente não passam pelo futebol e muito menos por pessoas do tipo de Pinto da Costa

    ResponderEliminar
  4. Meu caro Raul, até pode justificar com futebol, nas não vejo outro nortenho a abrir telejornais com discursos à la Chavez.

    É a miséria de norte que nos calhou, alegres na nossa pobreza com futebol, fé e fiado.

    ResponderEliminar
  5. Espero que tenhamos vergonha de ter como expoente máximo um puto ignorante que joga à bola e nem sabe completar uma frase sem um erro gramatical.

    ResponderEliminar
  6. Como benfiquista do norte ferrenho preciso de um Pinto da Costa assim, é sinal de que está acossado e com medo da justiça civil e desportiva...
    É que corre o risco de ficar manchado na história...Mas mesmo que se seja absolvido ficará maculado, os relatórios das escutas o condenam na praça pública...

    Não tenho dúvidas que nos anos 80 e 90 muitos dos campeonatos foram ganhos nos bastidores, independentemente de também o Porto poder ganhar alguns deles por mérito, como é evidente...

    Já não se lembram dos tempos em que a Associação de Futebol do Porto, por ser a mais representativa do país, teria direito natural à Presidência da Federação Portuguesa de Futebol, mas por cortesia dispensava tal prestigiante cargo, para optar pela mera Presidência do Conselho de Arbitragem?

    Mas gosto de Pinto da Costa principalmente como orador e como cómico e à falta do Gato Fedorento e de Alberto João Jardim (outro cromo a não perder...)que haja Pinto da Costa...Há, também me esquecia do Presidente do Nacional da Madeira...Todos precisamos de algum Prozac não quimico...

    Mas com a Regionalização iremos ter mais alguns cromos a pensar que vão sacar à Administração Central mais que o seu bolo regional, igual ao que actualmente é transferido, mas multiplicador de investimentos e de riqueza

    ResponderEliminar
  7. "Conhecem algum país de sucesso governado por um indivíduo tipo PC?"

    Sim! A Itália.

    Dario Silva

    ResponderEliminar
  8. quando alguém se atreve a desprezar a sublime obra literária de Sofia Mello Breyner por causa das opiniões futebolísticas do filho, retrata fielmente a ignorância em que chafurda a turma a que pertence :-)

    ResponderEliminar
  9. de certeza absoluta que a notícia abaixo só pode ser mentira :-> :

    Liga instaura processo de inquérito ao Benfica

    A Comissão Disciplinar da Liga decidiu instaurar um processo de inquérito ao Benfica, depois de o árbitro de Vila Real, Rui Silva, ter referido em tribunal, no âmbito do processo Apito Dourado, que o clube da Luz lhe ofereceu uma peça de cristal no jogo frente à Naval, decorrido a 15 de Setembro de 2007. De acordo com a notícia avançada pela rádio Renascença, o Benfica terá já sido notificado no passado dia 20 de Março.

    Rui Silva foi ouvido a semana passada no Tribunal de Gondomar, onde afirmou que, ainda esta época, aquando do jogo Benfica-Naval, recebeu uma prenda do clube da Luz, «uma das mais valiosas que recebeu até agora», afirma a referida fonte que acrescenta que a decisão da Comissão Disciplinar de instaurar o processo de inquérito surge depois de uma denúncia apresentada por um outro clube da Liga.

    A rádio Renascença recorda ainda declarações do presidente da Naval, Aprígio Santos, acusando a atitude do Benfica, em particular de Luís Filipe Vieira por muito falar do processo Apito Dourado.

    ResponderEliminar
  10. O principal problema é a nossa pobre e triste comunicação social que abre telejornais e desperdiça tempos de antena com tipos como Pinto da Costa, qual joão Jardim..... O problema é multiplo. Por um lado rflecte a comun. social que temos,desinspirada, tomada de assalto por um tipo de informação bacoca, que é governada por interesses tão desprestigiantes... por outro lado todas as gentes do Norte são identificadas com tão asquerosas frases de ódio, vingança e desprezo para com os portugueses do resto do país e, mais incomudativo, pelo menos para mim, é o facto do Porto ser a fronteira, para além da qual não existe mais nada a norte....

    Isto sim incomoda-me e deveria incomdar todos os que vivem e/ou são naturais a norte do Porto.Será que o Porto, afinal, é a finisterra do território português? Para quando tomadas de posição e nos demarcarmos do Portocentrismo para sempre?

    ResponderEliminar
  11. .../...

    "Rui Silva foi ouvido a semana passada no Tribunal de Gondomar, onde afirmou que, ainda esta época, aquando do jogo Benfica-Naval, recebeu uma prenda do clube da Luz, «uma das mais valiosas que recebeu até agora», afirma a referida fonte que acrescenta que a decisão da Comissão Disciplinar de instaurar o processo de inquérito surge depois de uma denúncia apresentada por um outro clube da Liga."

    Está aí precisamente a prova evidente que ofertas como a referida são normais, tanto o são que o árbitro até nem a recusou e fez alarde disso em tribunal.Estava de consciência tranquila, portanto, se não calava-se...

    Já se sabe que todos os árbitros têm lembranças mais ou menos de reduzido valor, o problema não é esse.Se calhar as contas das viagens ao estrangeiro é que são preocupantes...
    Mas isso são pequenas contas...O grave era a pressão permanente sobre os árbitros (classificações, descida de divisão, subida a internacional e os consequentes dividendos financeiros...) que era exercida pelo Adriano Pinto/Lourenço Pinto e outros membros do Conselho de Arbitragem que era controlado pela Associação do Porto, que se dava ao luxo de não querer a Presidência da Federação, lugar a tinha direito por "formalmente" mais valioso para antes optar pelo orgão de controlo dos árbitros...Bruxo!

    Sem pôr em causa, claro, o mérito do Porto que também o teve, mas não ganharia mais de 50% dos titulos que conquistou de 1980 para cá...

    ResponderEliminar
  12. O anónimo quem não compra livros de Sofia e do Miguel por causa de... demonstra que ainda não aprendeu a separar as coisas.
    Deve ser efeito da porcaria dos jornais desportivos que lê...
    Paciência. Há de tudo debaixo de céu.

    ResponderEliminar
  13. «Hoje é o dia nacional da Rennie :-)»

    É pá, nem por isso. Ou a ser assim, só os portistas é que deviam achar que podiam ser apanhados. Os outros clubes já desistiram do 1º lugar à muito tempo, quer o tenham ou não dito.

    PS: Pedro, só uma nota, como 55 mil portistas fizeram, ontem, questão de deixar claro, diz-se Puorto, não Porto. ;)

    ResponderEliminar
  14. Sobre o Benfica é concerteza mentira. Benfica quer dizer gente séria. É uma mistura de Cova da Moura com os melhores Filhos da Bracara.

    E há também o benfiquista nortenho ferrenho ou vice-versa que acha muito bem os julgamentos de praça pública e pensa que o orelhas é gente de bem. Talvez por não ser da terra dele, quem sabe...

    Há muito Norte para lá do Porto. Algum já deixou de comprar livros da mãe do portista. O outro, como dizia o Torga, é monotonamente verde, beato, provinciano. PAROLO!

    ResponderEliminar
  15. Por muito que se discuta Pinto da Costa por aqui há uma coisa que têm de aprender. O Homem vai ser ilibado e ainda vai receber uma indemnização choruda dos Estado por danos infrigidos à sua pessoa.
    Porque simplesmente, não há forma de provar o que quer seja quando se escolhem jogos de um ano em se é Campeão Europeu e do Mundo! Ou será assim tão vasta a influência de um pobre homem de 70 anos.
    Enfim...deixem-nos festejar em paz!!! As vitórias, quando justas e verdadeiras não há forma de as corromper, por mais que mouros e lagartos queiram.

    Para finalizar e melhorar esta azia, FORÇA VITÓRIA RUMO AO 2º LUGAR (só para os bracarenses benfiquistas)

    ResponderEliminar
  16. Sorte ao jogo, azar no amor. Mandem o artista para o casino da Póvoa (não sei se ainda consideram Espinho Norte) que a gerência não agradece, ainda leva aquilo à falência.
    Reduzir o Norte a meia dúzia de badamecos que vivem no Porto (cidade) ou são adeptos do FCP é sinal de desespero. O vale do Ave, do Cávado, do Lima e Minho são regiões que não se revêem nos "Homens do Norte".
    Esta corja quando chega a Lisboa vende-se e faz pior que qualquer alfacinha com desejos de poder. Os "Mouros" não são piores que esses pseudo anglófonos que ainda pensam que estão cercados pelos absolutistas.
    Independência destas regiões da água acima do rio Ave, já.
    Por isso ficaria muito satisfeito se o Guimarães ficasse no segundo lugar. Força pessoal da cutelaria.

    Toninho Regadas

    ResponderEliminar
  17. esta malta que aqui comenta é hilariantemente idiota. mediocre, alarve, ressabiada, ressentida, faz piadas sobre pronúncia (nada é mais provinciano), mas valha-nos isso: diverte-nos.
    o discurso foi feito em S. João da Madeira para sanjoanenses. parece que até gostaram. S. João da M adeira fica no distrito de Aveiro.
    os mais ressabiados de todos, ainda mais que os benfiquistas do barreiro e odivelas, são os netos do silva pais. aqueles que estavam sempre prontos para servir de lacaios da pide e do estado novo. a quinta coluna do norte. continuam na mesma. e no mesmo sítio.

    :-)

    ResponderEliminar
  18. A oferta da Benfica já foi esclarecida, o homem é tão sério que fingiu não saber diferenciar um cristal de um polimero.

    O problema deste "norte" é que se deixou aprisionar pelo futebol. E o futebol é muito mal frequentado. E que opinião se pode ter de um pretenso literato que declama Régio, frequenta bruxas, mas é beato da Sra de Fátima. O católico crente que leva uma puta ao Papa como se fosse a sua esposa.

    Se o norte tiver lideranças destas, então estamos conversados. O PC representa a corrupção. O norte é muito mais que isto. O FCP não é o norte, nem é bandeira do norte.

    A minha avó já me dizia: "nunca sirvas a quem serviu". Nisto de ser capital o Porto tem demasiada vontade. Todos falam na Galiza, mas esquecem de dizer como se organizou como região, apesar da enorme tradição cultural, religiosa e universitária de Santiago de Compostela.

    ResponderEliminar
  19. ao anónimo que me antecede: o Norte não se fará com certeza absoluta com gente cobarde e anónima, benfiquista ou não, que não é capaz de arranjar coragem sequer para colocar um nome debaixo das suas mal paridas e ressabiadas opiniões :->

    ResponderEliminar
  20. "ao anónimo que me antecede"


    Pois é!
    Este mundo (e o Norte de Portugal) está cheio de gente boa, competente,enérgica e anónima também!

    O que nos reserva o futuro? a vida na clandestinidade por causa dos bufos anónimos?

    Tenho medo...

    Dario Silva.

    ResponderEliminar
  21. O Porto é e será sempre um enorme eucalipto. E o Douro que o esclareça. O que o Porto deu ao Douro? O que o Douro deu ao Porto?

    O discurso do PC é recorrente. Se é verdade que Portugal não nasceu em Guimarães, mas sim por toda a região "Entre o Douro e o Minho" que apoiou Afonso Henriques contra a sua mãe e a nobreza Galega, ao nível simbólico aceita-se o nascimento em Guimarães. Mas não me espanto com o discurso portuense a revindicar o norte como berço. Pois assim o Porto (cidade) a surge como bandeira da nacionalidade. Guimarães, Braga, Viana do Castelo, etc, serão no futuro um território onde existem coisas que interessam ao Porto. Só falta saber porque "barcos rebelos" lá chegarão. Eu nesse rio não navego.

    Como não percebo a diferença de assinar "fulano de tal", ou assinar com um perfil bloqueado, nem pretendo criar um identidade virtual para comentar num blog, fico anónimo. Este blog permite-me isso e seria fácil não o permitir. Podem não concordar, mas a opção não foi vossa. Sabem também que os anónimos não ficam necessáriamente escondidos. Se entendem que é gente "cobarde e anónima" é consigo. Eu continuo na minha, Porto não é o norte. É apenas uma pequena parte dele. Apesar de gostar de se tomar pelo todo.

    O norte está a ser feito nas secretarias, por despachos e portarias. Um exmplo de coragem e frontalidade. Um dia alguém acordará em Castro Laboreiro e saberá que pertence à região do Porto. Saberá então que as marcas Alvarinho, Minho, etc, para um Inglês são do Porto.

    ResponderEliminar
  22. "Porto não é o norte. É apenas uma pequena parte dele"

    A realidade sociológica Porto são quase 2 milhões de pessoas num Norte que não chega a 4 milhões. Isto é: 50% da população. Para o bem e para o mal é uma realidade incontornável.

    ó anónimo, vc é um caso perdido de ressentimento futebolístico e cobardia.

    António Alves
    BI 8509870 desta merda de república

    ResponderEliminar
  23. ah... e ainda falta uma coisa: o Porto deu ao Douro, além duma defesa constante do seu caminho de ferro que, caso contrário já teria fechado, a Douro Azul. Empresa que inventou o turismo no Douro e que muia riqueza tem distribuido rio acima. Só não tem feito mais porque no Douro existem um conjunto de autarcas néscios e o governo central tudo dificulta, com óbvia excepção do Allgarve e Lisboa cujas campanhas publicitárias todos pagamos.

    ResponderEliminar
  24. Insiste em dar ao futebol um destaque que não merece.

    Que concelhos são a realidade sociológica do Porto?
    Este argumento não é o mesmo dos centralistas de Lisboa?

    Os exemplos brilhantes que deu ilustram bem o equilíbrio das contas entre o Douro e Porto. E quanto à linha do Douro nem tenho que lhe lembrar que de Pocinho a Barca d'Alva ...

    Gostava é que me explicasse quanto da riqueza produzida no Douro fica lá?

    Gostava também de acreditar que tem razão. De ter a sua fé na boa fé da regionalização encapotada que está a ser feita. Queria acreditar que uma futura região norte não será o desastre que temo. Gostava, queria, mas trabalhei 10 anos no Porto. Conheço alguma coisa do Portocentrismo.

    ResponderEliminar
  25. O problema principal é que o regionalistas julgam que com o mesmo milhão fazem mais, mas o dinheiro não é elástico...

    Há havia possibilidade de mais endividamento, era?E não haveria regras de constrangimento?Era tudo à balda?

    Em regionalização Lisboa vai continuar a receber o maior bolo e a compensação pelo fundo de equilibrio dos mais desfavorecidos é semelhante à actual...

    Mas se calhar o Porto teria mais uma ponte sobre o Douro (portocentrismo, hegemonia da capital...).

    Porto-Gaia?

    É que o Norte não pode agitar a bandeira do nacionalismo como a Madeira para sacar mais.

    Continuem com ilusões...

    Há, mas de facto havia mais classe politica a norte, os também chamados caciques.

    Poupem-me, sim, agora que chego ao Algarve em 6 horas...

    O País já é suficientemente pequeno...

    Há a Suiça e a Bélgica ainda são mais pequenas, é?Pois...E até os seus cidadãos não falam linguas diferentes, pois não?


    Assina:Minhoto de gema nascido em Vieira do Minho...

    ResponderEliminar
  26. Cada vez gosto mais de intervir neste Blog, o doutor seu responsável demonstra ser inteligente e ousado, prudente e ambicioso, cumprimento-o pelo facto.Não intervém, lança o lume e espera o fogo qual Bombeiro pronto para intervir.Braga, Trás os Montes...que diferenças quanto á interioridade? Muitas.P. da Costa? pouco significa é um cidadão como qualquer de nós e será exemplo para alguns creio que poucos.Dewfender o Norte...só por ironia.Precisamos de algo mais, dume reforma de mentalidades, quiçá duma verdadeira revolução que foi apregoada, mas não existiu.O país precisa dum lider forte e capaz de enfrentar o poder ou poderes instalados, mas antes terá de amadurecer ideias, sofrer, ter mais necessidade e fome para construir com revolta o futuro.Perdoem-me mas só assim seremos capazes de ver mudanças.

    ResponderEliminar
  27. Fico triste em ver como tanta gente em Braga consegue ver o Porto como inimigo, quando na realidade sao espoliados diariamente pelo Estado Central.
    Basta ver os indicadores do distrito de Braga, dignos da Transilvania, e como o Governo nào actua, nào tem uma estratègia, como se demite e ignora sobranceiramente Braga, tal como faz ao restante Norte.
    Penso, e com razào apoiada em muitas situaçoes analogas, que o desenvolvimento de Braga é bom para o Porto e vice-versa, pois os60 km de distancia ou 30min de automòvel , percorriveis num continuo de casas e fabricas sò demonstram a complementariedade das duas cidades, de dimensoes diferentes, papeis diferentes , mas para o bem e para o mal indissociavèis.
    Dito isto, espero que alguns dos posts aqui lidos nao sejam a confirmaçao do que se diz muito no sul do Pais acerca dos empresàrios que pululam no Minho.
    Preferir explorar o vizinho do lado, com salarios miseraveis na sua fabrica, e nao associar-se a industriais vizinhos para ganhar dimensao, apenas e tristemente apenas, para regozijar-se com a sua pequena e mesquinha vitoria e poder gozar de alto os seus conterraneos com o seu sucesso fàtuo.

    Espero que Braga nào corresponda a esta visào e se assuma como eu a vejo e desejo, uma cidade com olhos para o futuro e companheira na concretizaçao de objecivos largos e nao um imenso arquipèlago de com ilhas de pobreza qe rodeiam alguns ilhèus de prosperidade, isolados, autistas e invejosos.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores