The Show Must Go On

| Partilhar
14 de Março de 2008
Sócrates: quem fala em baixar impostos demonstra "leviandade e irresponsabilidade"

26 de Março de 2008
Governo baixa taxa do IVA de 21 para 20 por cento

A tenda está montada. De espectáculo em espectáculo temos campanha garantida até 2009.

11 comentários:

  1. Era de esperar, embora não o assuma o partido do poder está em campanha.Na possibilidade de reformas antecipadas na Ad.Pública, depois do espectáculo mediático do fim das reformas antes dos 65, agora o Iva e tudo que irá seguir-se.Qualquer democrata se sente frustado quando a política surge como forma de manter o poder para o futuro, não tarda o vale tudo para atingir objectivos, sendo certo que não temos opções, pois é trite dizê-lo, mas estamos politicamente tb em crise à décadas.Para onde irá este País que tão alegremente caminha para o 27º lugar do Campeonato Europeu?

    ResponderEliminar
  2. Daqui a um bocado, surgem os exóticos animais amestrados... O elefante indiano chamado Menezes já se posiciona para entrar em palco.

    ResponderEliminar
  3. Não me digam que agora nunca ninguém votou no Sócrates...

    ResponderEliminar
  4. Campanha garantida e uma possivel retoma na economia. Não?

    ResponderEliminar
  5. Eu pensava que este blog era sério! Este post revela gde desonestidade intelectual!
    Esqueceu-se da parte em que ele acrescenta "sem se conhecer ainda os dados da economia portuguesa do ano passado e os indicadores dos primeiros meses deste ano" q o Público se encarregou de não por entre aspas, qdo foi uma citação do PM!
    Portanto posso concluir que não deveria ter baixado o IVA? É isso? Ou deveria ter baixado 4% para ser acusado de ser leviano por em causa a consolidação?

    ResponderEliminar
  6. Tudo muda com o vento!

    Não vamos por SCUTs! -> é preciso por scuts. (dada a realidade económica)

    Não vamos aumentar impostos! -> é preciso aumentar impostos. (não sabias o estado real da economia)

    O aeroporto é na Ota! -> Afinal é em Alcochete. (publicado estudo do LNEC)

    A ponte é no Barreira! -> Afinal já não é. (nesta nem foi nada publicado...)

    É irresponsável falar em baixar impostos! -> Vamos baixar 1% o IVA ("publicados" os números do INE).

    É espantoso a velocidade com mudam as "verdades".

    E não me venham com as "estórias" de faltava conhecer os números. Ou o Governo é extremamente leviano, ou então estas medidas vão sendo planeadas atempadamente, e tudo não passa de estratégia. (neste caso desmascarada)

    O próprio Ministro no caso da Ota revelou que antes da publicação do relatório vou tendo acesso aos relatórios preliminares. É evidente que o mesmo se passa com os números da economia. Mal estaria o Governo se os números o surpreendessem. A oposição é que se soube e bem antecipar pois leu os sinais.

    ResponderEliminar
  7. Caro Nuno,

    Não acredito que acredite que em 14 de Março o Governo desconhecia estes números...

    ResponderEliminar
  8. Bah!
    Governar é um exercicio de responsabilidade. As notícias só podem ser dadas depois de conhecido oficialmente o resultado dos estudos e estatisticas.
    É assim tb na ciência e no desporto, depois de homologados os resultados estes adquirem o estatuto de verdade... Uma vez senhores da "verdade", é-nos permitido tirar conclusões e indicar as terapêuticas adequadas!

    Governar a "martelo" faz-se da outra forma, exactamente a oposta!

    ResponderEliminar
  9. Pedro, a mim parece-me uma fatalidade, afirmar-se que é campanha. Aliás, isto continuará até à campanha em si. Mas não é de cá. É assim em qualquer lado do mundo. Quem se vai recandidatar não tem direito à totalidade da legislatura. Tem direito a só uma parte, que cada vez é mais pequena (veja-se os EUA, que já andam à um ano naquilo..e ainda falta um ano).

    A verdade é que ainda à duas ou três semanas atrás o governo decidiu não ceder, e muito bem, perante a manifestação dos tais 100.000 professores. Convém ter memória. Mas vai ser curioso assistir a estes próximos tempos. O governo a continuar as suas reformas, com as críticas que as acompanham, e nos intervalos (se assim o quiseres ver) anuncia alguma medida que é benéfica e vão ser logos acusados de já estarem em campanha, de serem oportunistas e mais não sei bem o quê. É engraçado. :) Mas é uma fatalidade...

    ResponderEliminar
  10. «Não acredito que acredite que em 14 de Março o Governo desconhecia estes números...»

    Não sei se tens noção do alcance do que escreveste Pedro, mas não acredito que no dia 14 de Março não iria haver ruído a acusar o governo de já estar em campanha. Como afirmaste isso em resposta a um comentário que te acusava de desonestidade... enfim. Tiro muito ao lado.

    ResponderEliminar
  11. 18 ou 19 meses de campanha eleitoral. Vai ser bonito.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores