Comissão de Utentes do Comboio perto de ganhar primeira batalha

| Partilhar
Poderá estar para breve a primeira vitória da Comissão de Clientes da Linha Braga-Porto. O Jornal de Notícias avança que «a CP equaciona alterar ainda este ano o serviço de comboios urbanos da Linha de Braga, cujas principais mudanças passam pela redução do tempo de viagem entre as cidades do Porto e Braga, perspectivando-se que os chamados comboios "urbanos" possam fazer, numa primeira fase, aquele percurso em apenas 35 minutos

Pese embora o silêncio de inúmeras autoridades locais, a notícia é de uma importância estratégica vital para a rede de transportes do Minho. E deve constituir-se como um estímulo para o avanço de outra batalha absolutamente necessária: o fim das portagens mais caras do país no Minho.

48 comentários:

  1. O Minho já andava a duas velocidades. Agora vai andar a três. Se a CP não for capaz de intervir do mesmo modo na linha de Guimarães está a cometer mais um atentado sobre o Minho, tão grave como aquele que comete ao tratar da forma que trata a linha do Minho além-Nine.

    ResponderEliminar
  2. O quê? Numa altura em que se fala em reduzir ainda mais o excesso de velocidade em Portugal?

    ResponderEliminar
  3. portagens mais caras do país numa das "regiões" mais afectadas pelo desemprego, é no mínimo caricato. já para não falar dos elevados custos para a indústria....

    ResponderEliminar
  4. O comboio em Portugal é uma tristeza...
    Por falar em comboio, o senhor jamé (ministro Mário Lino) já anda a dizer que uma linha de comboio entre Guimarães - Braga - Barcelos é inviável... O que não é de admirar, hoje em dia o governo só fala em milhões... cerca de 400000 habitantes não significam nada, é um deserto!

    ResponderEliminar
  5. Vi no JN que a alternativa é o comboio não parar vez nenhuma entre Braga e Famalicão..Ha ai um engano de certeza, Nine tem de figurar em todas os comboios entre Braga e Porto, à exepção dos alfas claro, para haver ligação com os regionais alem Nine. É que duas horas entre Viana e Porto, e com um transbordo em Nine não é facil..

    ResponderEliminar
  6. Numa primeira fase: 35 minutos
    Numa segunda fase: 20 minutos*

    Numa terceira fase: 10 minutos**

    Dario Silva ***

    *** por mim, tudo bem, desde que o comboio continue a parar em Tadim, tudo bem!

    ResponderEliminar
  7. Lamentavelmente sendo óptimo reduzir ao tempo de trajecto, volto a referir, não devem ser esquecidos os restantes portugueses que utilizam o comboio regularmente entre Braga e Porto, mas entram e saem nas estações e apeadeiros entre Braga e Nine.Trata-se duma zona em franco crescimento populacional, com inumeras urbanizações concluídas nos últimos anos e onde residem centenas de cidadãos que são potenciais utilizadores, quando o comboio seja oferta condizente com as suas necessidades.Nada tenho contra o facto do comboio ser rápido e quase só para quem entra em Braga, porém julgo será um erro previlegiar uns e desprezar outros passageiros.Não me espantará que tal venha a suceder, porque ideias destas tornam-se selectivas, egoístas e demonstraram como pensam muitos de nós, isto é, só nos seus interesses. Repito comboios de duas em ou três em três horas, comboios hora a hora nos dias úteis, para mim servem, porém não servem bem quem trabalhe e tenha horários a cumprir.Nas horas de ponta e especialmente no troço Nine ou Famalicão Braga, impunha-se em algumas horas comboios tipo"Navet" de 30 em 30 minutos , pelo menos dois ou três, servindo operários com os da Grundig, estudantes e outros trabalhadores desta região.Fica mais uma vez uma opinião, de quem apoia mas entende, o óptimo como inimigo do Bom quando são esquecidos cidadãos de localidades onde os comboios sempre pararam...mesmo intercidades...

    ResponderEliminar
  8. Afinal não faz falta o TGV, já falam em velocidades rápidas para comboios Urbanos.Vale a pena ir viver para Braga só para vijar assim, podem mesmo contribuir para o abandono das localidades entra Nine e Braga se lhes retirarem todos os comboios que param.Pensam bem os que apenas entendem os "seus" direitos, mesmo sabendo-se pagam para viajar em comboios Urbanos, tal como os restantes passageiros das terrinhas até Nine.Que circulem alguns comboios rápidos não vejo mal nisso, agora esquecer as localidades e o fim da Empresa Urbana do Porto ou pior o Fim Público deste tipo de transportes, parece ser qualquer coisa admirável, que nem os servidores de "Salazar" ousaram fazer nestes moldes.Pensem, organizem, peça,mas sejam solidários com os que vivem nas redondezas e são cidadãos de pleno direito como vós, pagam o seu bilhete e têm de cumprir horários de trabalho ou estudo como vós.Já pensaram que se vivessem nas aldeias, actuavam de forma diferente nesta questão? Serà que meia dúzia de paragens vos afectam assim tanto? Então assumam vossas pretensões e exijam os comboios não tenham paragens em trânsito... partem mais tarde e chegam mais cêdo e a CP até pode parar e resguardar comboios em trajecto, para não prejudicar o vosso comboio rápido...

    ResponderEliminar
  9. OK comboios rápidos já.Não temos nem queremos nada com os que vivem nas aldeias, que se mudem, nós não temos nada com os seus problemas, desemrasquem-se.Venham já os comboios de 30 ou 40 minutos, para nós, o resto Nine inclusivé que utilizem os outros, têm tempo de chegar.Quem pediu , quem teve a ideia fomos nós os de Braga, logo queremos o nosso problema resolvido, vivemos na terceira cidade do País temos de ser diferentes para melhor e o tempo faz-nos falta.Tadim, Arentim etc,etc, devem limitar-se à oferta da CP e se estão mal resta-lhes mudar de residência...Tenham paciência, Braga é a vossa capital...

    ResponderEliminar
  10. D.Silva volta a falar em Tadim...Um dia destes passeei por lá e que vi: Boas habitações, urbanizações recentes, terra em crescimento e de tudo um pouco a nivel de estruturas, vi também que o rural está a desaparecer e que na estrada circulam muitos carros, porém vi uma estação suja, algo despresada, e semi morta, apenas três carros estacionados nos parques da CP.Conclui, se calhar mal, corrija-me por favor, que aí funcionam mais os transportes alternativos e viaturas particulares.As razões não as sei, mas admito talvez pouca oferta de comboios ou horários que não atendem às suas eventuais necessidades.Estranhei ver tão poucos carros ali estacionados depois de ter passado em Cambeses, onde seguramente estavam mais de uma dúzia e Ruílhe onde vi apena 2. Enfim agora já sei o que é a Freguesia de Tadim e não entendo porque parece não ter muitos clientes da CP?

    ResponderEliminar
  11. Não entendi:- Então pagando o mesmo dos passageiros das estações e apeadeiros imediatos, vocês em Braga têm melhor oferta e mais direitos? Vivem mais longe pagam o mesmo e os outros nem sequer podem viajar nos vossos comboios? Ou entendi mal e os comboios rápidos vão ter preços diferentes, tipo intercidades, e então não hà discricionariedade no tratamento da CP aos seus clientes?Acho muito mal se a CP urbanos invadir a CP Alfa e Intercidades.Quem melhor servido fica deve pagar mais, enfim tem lógica e será justo, tendo mais vantagens e regalias óbviamente é correcto pagar mais.Certamente assim os restantes passageiros não têm razão de criticar, uma vez que demoram mais a chegar têm menos comboios para utilizar, mas pagam menos...

    ResponderEliminar
  12. Tem razão o Srº D.Silva...Tadim é realmente uma grande terra, desenvolvida e com história, muitas urbanizações, comércio, apoio aos cidadãos a nível da saúde, dos idosos e das crianças, a nível cultural com Biblioteca e conjunto de cavaquinhos,no Desporto com campo de jogos e pavilhão desportivo,moradores ilustres, aldeia mais Urbana que rural, boa situação geográfica, gente pacífica, bons acessos rodo e ferroviários e regular serviço público de transportes.Conheci pessoas ouvi-as e gostei da terra.Conclusão " É bom viver em Tadim" e nós aqui tão perto deste cantinho nos arredores da cidade.Compreendi melhor "os ditos" do srº Silva e alguns escritos que havia lido sobre esta terra. Parabéns srº Silva, os comboios, todos, deviam parar na sua terra.A gente tem de visitar as terras e conhecer a realidade, para depois, mesmo aqui falar dos seus problemas...

    ResponderEliminar
  13. Enfim os comboios deviam parar em Tadim, para terem clientes.Li que outrora até intercidades ali paravam e ainda antes, já havia comboios rápidos a gasolina que ligavam de e para Lisboa, transportando politicos desta região.Afinal não é uma terra qualquer...tem passado e gentes da cultura e da politica...

    ResponderEliminar
  14. Lindas palavras...mas ficou por dizer que referência destas localidades próximas de Tadim é sem dúvida a presença de elementos da GNR na estrada na caça à multa, suponho o objectivo seja garantir algum posto que o Governo queira fechar.Ao que parece mostram serviço não a garantir protecção às populações e aos automibilistas mas a fiscalizar e multar.Grande serviço e grande conceito de serviço público...

    ResponderEliminar
  15. Deixem as autoridades em paz, fazem o que podem e têm de garantir os seus postos.Nada de confundir as coisas, o que se estava a falar era de comboios rápidos,as autoridades multam porque alguem falha.

    ResponderEliminar
  16. Caros Anónimos preocupados...claro que a CP rentabilizará os comboios rápidos com suplementos ou taxas de velocidade, mantendo assim , tais comboios com um estatuto diferente para passageiros diferentes.Deixará de haver tratamento desigual, coisa que parece preocupa alguns cidadãos´, que não residem na cidade.Pensem que estamos em Portugal e tudo tem custos, na caso o utilizador pagador deverá suportar a prioridade e qualidade concedida em exclusivo aos passageiros dos locais de paragem.Excepto se continuar-mos a viajar em comboios rotulados de Urbanos e a servir todos os passageiros.Será o caso?

    ResponderEliminar
  17. Calma pessoal é só fumaça.Os comboios Urbanos até podem ser mais rápidos que os Alfa, porém o pagamento é por zonas, logo a CP/Porto não vai sequer pensar em rentabilizar os novos horários.Acreditem está tudo previsto, menos atender aos pedidos dos reclamantes das paragens intermédias.

    ResponderEliminar
  18. Mas o facto de haver comboios rapidos entre Porto e Braga a parar apenas em alguns locais não invalida que haja outros a continuarem a fazer os mesmos serviços..Ate a nova linha de AV entre Madrid e Barcelona tem comboios mais directos do que outros...

    Há que ter em conta outra coisa: todos nós temos muito a aprender sobre ferrovias com o Sr. Dário Silva (Para que não haja duvidas,estou a falar muito a sério e sem ironias)

    ResponderEliminar
  19. Quando eu for grande quero ser um comboio com asas.

    Dario Silva.

    ResponderEliminar
  20. Papéis ao Vento
    ==========



    "Vale a pena ir viver para Braga só para vijar assim, podem mesmo contribuir para o abandono das localidades entra Nine e Braga se lhes retirarem todos os comboios que param"
    - Interessante ponto de vista mas o Caminho de Ferro não é assim tão final, tão, tão definitivo, tão estruturante nos cerca de 15 km no vale do Este... há muita vida e gente para além da linha do comboio. E, igualmente, nunca o comboio foi o elemento único de desenvolvimento/abandono em nenhuma parte de Portugal. Nem em nenhuma parte do mundo.

    "OK comboios rápidos já.Não temos nem queremos nada com os que vivem nas aldeias, que se mudem, nós não temos nada com os seus problemas, desemrasquem-se"
    - Localista e parolo.

    "Quem pediu , quem teve a ideia fomos nós os de Braga"
    - Parolo.

    "logo queremos o nosso problema resolvido"
    - Localista.

    "o tempo faz-nos falta"
    - A nós também, os parolos da aldeia...

    "se estão mal resta-lhes mudar de residência..."
    - isso, vamos fundar novas Chelas e Marvilas.

    "Tenham paciência, Braga é a vossa capital..."
    - Parvo.

    "Conclui, se calhar mal, corrija-me por favor, que aí funcionam mais os transportes alternativos e viaturas particulares"
    - Confirmo, Tadim não é - por razões que me ultrapassam - uma freguesia com uma excepcional taxa de adesão ao Comboio. Já Couto de Cambeses fornece, per capita, mais passageiros ao Caminho de Ferro que a sua cabeça de concelho - Barcelos.
    Porque será?

    "Ou entendi mal e os comboios rápidos vão ter preços diferentes, tipo intercidades"
    - ah...? o que os "anónimos" inventam... cruzes...

    "os comboios, todos, deviam parar na sua terra"
    - olhe que não, olhe que não...

    "Li que outrora até intercidades ali paravam e ainda antes, já havia comboios rápidos a gasolina que ligavam de e para Lisboa (...)"
    - Se leu, leu mal. O Intercidades Lisboa-Braga apareceu em 1987 e efectuava, conforme os horários, paragens técnicas em Arentim ou Tadim. Paragem técnica quer dizer que não faz serviço de passageiros. Pára apenas para cruzar porque na altura, se bem se recordam, o ramal de Braga não tinha duas linhas, tinha uma.
    - Comboios a gasolina em Portugal: foram pouquíssimos os existentes, não eram rápidos, já desapareceram há décadas e, garantidamente, nunca efectuaram "comboios rápidos" de Braga para Lisboa.

    "Lindas palavras...mas ficou por dizer que referência destas localidades próximas de Tadim é sem dúvida a presença de elementos da GNR na estrada na caça à multa, suponho o objectivo seja garantir algum posto que o Governo queira fechar.Ao que parece mostram serviço não a garantir protecção às populações e aos automibilistas mas a fiscalizar e multar.Grande serviço e grande conceito de serviço público..."
    - Esta ultrapassou-me pela direita... se não há polícia ai jesus, se há polícia ai maria. Estas cabeças anónimas...

    "claro que a CP rentabilizará os comboios rápidos com suplementos ou taxas de velocidade"
    - Treta, no tráfego suburbano não há diferenciação nos preços dos comboios. Nem Espanha, nem em Marrocos... Podemos sempre inventar o mundo!

    "na caso o utilizador pagador deverá suportar a prioridade e qualidade concedida em exclusivo aos passageiros dos locais de paragem"
    - Altamente localista!
    E sugiro que os transmontanos deixem de pagar os selos dos correios porque as cartas demoram sempre mais que um dia a chegar... ou então, quem mora junto do Hospital de São Marcos (Braga) deve pagar taxas moderadoras a triplicar. Os de Montalegre devem deixar de pagar taxas moderadoras. Vamos aqui inventar outra coisa: cada um vai pagar os impostos sobre as coisas que utiliza... um arrojado conceito de cidadania, uma novel vivência de País.

    Comboios Braga-Porto em 35 minutos no ano de 2008?
    Porque não?
    E porque não 25 minutos?
    Quiça 20?
    Dez?
    Nove?
    Oito?
    Três minutos?

    Reinventemos o mundo, recriemos a Física, sejamos nano-tecnológicos...

    Dario Silva.

    ResponderEliminar
  21. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  22. Temos debates interessantes, mas afinal porque se irrita D.Silva, se apenas quer comboios a parar em Tadim?Discordo do srº Silva porque nos Anos 60 circulou uma pequena Automotora de ligação ao chamado Foguete, entre Campanhã e Braga em que viajavam deputados´da assembleia Nacional.Seria bom indagar junto de fonte credível ou mesmo antigos Ferroviários da Região, curiosamente pelo menos um saía em Tadim! Também é evidente a ironia do anónimo ou anónimos( localistas?) que defendem a sua cidade.Compreendo o papel das forças policiais e não entendi o porquê da sua referência.Quanto ao Srº Silva, é evidente vive estas questões e defende a sua terra, tem os seus pontos de vista que óbviamente valem o que valem, como o de qualquer outro cidadão, porém foge das questões e comenta como um "quase" politico.Oxalá em breve tenhamos candidato a um lugar de relevância no mundo político, para assim o termos a defender a nossa região e não apenas a sua terra.

    ResponderEliminar
  23. Acabo de ler estes pequenos textos e tb hoje vou ser anónimo.Lamento que um assunto simples"comboio mais rápido" leve cidadãos do meu país, a conclusões surrealistas, conversas ridiculas, sem sentido ou de mero exibicionismo.Tadim conheço de passagem como outras terras e não creio o facto de ali viver um qualquer Santos ou Silva, motivo para a CP algum dia reflectir sobre paragem dum comboio naquela localidade.Quanto a comboios a Gasolina recordo ter um dia viajado de Campanhã para Braga com autorização do Revisor que me disse só o srº Doutor cujo nome não recordo, ter autorizado, porque disse, o comboio era exclusivo para os passageiros chegados no comboio de Lisboa!Estavamos em 1962 ou 63 talvez.Falem escrevam coisas que tenham conteúdo, riqueza informativa e ou cultiral e deixem-se de criticas ou piadas sem nexo ou sentido, direi "pobres".

    ResponderEliminar
  24. É tolice falar hoje em comboios neste percurso/trajecto em menos de 3o minutos(salvo melhor opinião).Os comboios têm uma missão ou função, um serviço a prestar, daí deverem parar para servir cidadãos, jamais sendo importante a nome da terra, sendo evidente que nas cidades a procura será maior, no caso Braga.Historiar, ou citar conhecimentos sobre comboios, não é neste local, pois existe várias obras escritas sobre esta temática. Podem exibir-se ou pretender dar lições ou correctivos, mas não esqueçam nunca os limites da educação, quando a tenham, o civismo e o respeito pelos outros.Debates sem civismo não conduzem senão ao desprezo e reflectem incultura para o diálogo.Sejam tolerantes e não obcessivos, respeitem-se e falem do que efectivamente merece ser comentado, um transporte público que sirva o melhor possível cidadãos de Braga e também das suas redondezas.

    ResponderEliminar
  25. Cheguei agora a este Blog,confesso fiquei admirado, primeiro já admitem comboios Braga Porto em 10 minutos...depois temos na região muitos eruditos, pensava eu apenas em fotografia, porém temos gente para todos os gostos.A CP sabe o que fazer, irá atender o pedido, questão de tempo, só espero os horários restantes não fiquem piores.Quanto aos adjectivos e fraseologia utilizados dispenso-me de comentar, não vou por aí, entendo ser caminho errado que só serve os incautos ou pessoas à procura de mediatismo.

    ResponderEliminar
  26. "se apenas quer comboios a parar em Tadim?"

    Bem, parece que o sr. "Anónimo" não se apercebeu do tom do meu texto anterior. Eu até disse que nem queria que todos os comboios aqui parassem... obviamente, não entendeu.
    Isto tem tudo a ver com a "visão global" de que um qualquer sr. "anónimo" falava aqui há umas semanas.
    Uns querem comboios com asas, outros querem comboios a parar em todo o lado, outros querem carros porque são mais rápidos dez minutos que os comboios, outros nem querem combois porque com os carros gastam cinco vezes mais dinheiro no Porto-Braga e isso satisfaz-lhes a carteira. E cada um quer uma coisa diferente.
    Eu - caso ainda não tenha percebido - só quero que as coisas funcionem BEM dentro do que é AGORA tecnicamente possível acontecer.

    (Claro, também sei que há aqui anónimos a quem a Técnica nada diz e existam os constrangimentos que existam, o comboio tem é que passar por cima deles e por cima de tudo porque o que interessa é chegar ao Porto mais rápido que um avião...)


    Visão Global!

    "Tadim conheço de passagem como outras terras e não creio o facto de ali viver um qualquer Santos ou Silva, motivo para a CP algum dia reflectir sobre paragem dum comboio naquela localidade"
    - Enfim, como não quer ver mais longe que o "LOCAL", insiste agora numa teoria Estado-Novista...

    "Discordo do srº Silva porque nos Anos 60 circulou uma pequena Automotora de ligação ao chamado Foguete, entre Campanhã e Braga "
    - Claro, eu apenas disse que nunca houve comboios directos Braga-Lisboa a gasolina. Um comboio Braga-Porto de ligação não entra nestas contas. Será que em Braga circula o TGV Atlantic já que eu tenho vários comboios de ligação para Irún/Hendaye onde o posso apanhar em direcção a Paris?... é um comboio de ligação, será que conta...??

    "Quanto ao Srº Silva, é evidente vive estas questões e defende a sua terra"
    - Já que insiste na teoria! Só defendo qualidade no serviço e, neste momento, não me apercebi que os tadinenses se possam queixar do item "Acessibilidades" ou "Mobilidade" porque até aqui passam três carreiras TUB de e para Braga, um óptimo complemento ao Comboio. Aliás, os tadinenses têm aderido bastante bem aos TUB desde há muitos anos. Sabe, há mais vida em Tadim para além da linha do comboio.

    "comenta como um "quase" politico"
    - Boa! os comentários - ainda que bem-dispostos - com base técnica agora são chamados de "quase políticos"... ena! Isto faz-me lembrar o dito de uma amiga minha "tudo na vida é política". Ela, se calhar, tem razão!

    Um abraço a todos e boas viagens em Caminho de Ferro.

    Dario Silva.
    (a favor da visão global, mesmo, mesmo global)

    ResponderEliminar
  27. Caro Srº Silva, permita-me o felicite pela mudança de atitude.Sou leitor do WWW.ccomboio.net, compreeendo e louvo a sua actividade como "amigo" do comboio e cidadão, porém permita-me discorde de algumas ideias suas, ou não me dà tal direito?Não posso agora desenvolver o tema que facultou este diàlogo, porém estarei atento a outras oportunidades, manifestando, enquanto mo permitirem as minhas opiniões, que não têm necessárimente de coincidir com as suas ou de outros, é assim a Democracia e o viver num País livre.

    ResponderEliminar
  28. Embora esta notícia tenha tido sucesso no Blog, seria BOM, todos soubessem respeitar o semelhante, mesmo ou quando, as suas ideias são discordantes.A linguagem brejeira ou insultuosa não ilustra a educação de quem recorre a este tipo de argumento.É pena nem todos "cultivem" os mesmos principios e valores, mas cada um só dá o que pode...

    ResponderEliminar
  29. Parabens a todos os Bloguistas pela forma como se manifestaram.Oxalá a CP entenda as vossas ideias e pedidos.Também uma palavra de satisfação pela publicidade gratuita e interessante à nossa Região e ao comboio.Retiro-me com a sensação este Blog foi importante pelo próprio conteúdo informativo.Quanto à forma como cada um participou, traduz apenas pontos de vista diferentes, mas quase sempre interessantes.Quanto ao recurso a linguagem menos própria, não comento porque pessoalmente prefiro uma linguagem mais construtiva, menos agressiva ou irónica.Mas cada um sabe de si e eu não devo julgaer ninguém.Tb. eu vos desejo a todos uma viagem rápida e ao vosso gosto...

    ResponderEliminar
  30. Caro Dario Silva,

    Uma salva de palmas pelas suas respostas!
    Eu gostava de ver este debate ao vivo e a cores. Queria ver a defesa destes anónimos sobre as suas opiniões tão bacocas.

    E para mim é mais que lógico: as vontades muitas vezes não batem a física, como bem disse.


    Já agora que estamos numa de pedidos e sugestões, eu queria:

    1. Comboio Urbano até Barcelos/Viana do Castelo.

    2. Baixa de preço Barcelos/Porto de 5,70€ para 2€, como nos 50km Braga/Porto.

    3. Viagens Barcelos/Braga sem ter de trocar em Nine. Assim em vez dos 40min. de seca que eu levo, ficaria com uns bons 25min. [é chato, não é? pois sei...]

    4. Comboio super rápido Barcelos/Porto. É que cansa passar 70min. num comboio que parece movido a carvão.

    5. Horários mais flexíveis e a todas as horas que me der mais jeito. É que quando saio do Porto às 8h da noite, tenho um comboio que chega a Barcelos às 22h10min, com uma troca em Nine. É chato... e cansativo... e uma valente seca. E desesperante.


    Pois é. O umbiguismo é perigoso! Mais que o localismo.

    ResponderEliminar
  31. "1. Comboio Urbano até Barcelos/Viana do Castelo."

    Olhe, lá virá o dia!

    Dario Silva,
    (E viva Couto de Cambeses)

    ResponderEliminar
  32. Bairrismo? Mediatismo? Chamem-lhe qualquer coisa, mas continuem a discutir assuntos de interesse para os cidadãos, mesmo de Barcelos.Braga/Porto já.Os outros depois."Viva" Portugal...assim se dizia no passado.

    ResponderEliminar
  33. Parece ser oportuno lembrar aqui, penso eu, as más ligações para o Minho em Nine, a falta de ligações imediatas ou decorridos poucos minutos, tal como acontecia num passado recente em que a CP era apenas uma Empresa e não um conjunto de pequenas empresas.O minho está mal servido, pior que Braga e permanece sereno ou será que não? Cambeses, também dispõe de quantidade apreciável de comboios, mas se pretenderem deslocar-se à sede do Concelho estão mal servidos.Veremos se com os novos...horários melhoram as ligações.

    ResponderEliminar
  34. Estão de parabens os principais interessados pelos comboios rápidos, melhor dizendo aqueles que efectivamente utilizam regularmente este transporte e não os que raramente o utilizam porque preferem ou têm alternativas.Mas sejamos prudentes até que surjam efectivamente novos horários e não apenas desabafos/palavras sem qualquer credibilidade.

    ResponderEliminar
  35. Porque não vou identificar-me? Li os textos e os elogios, li insultos, criticas ridiculas e pobres de conteúdo, vi demagogia qb, havendo sempre alguém a apoiar ou criticar qual advogados de lareira.Porque apoio o pedido de comboios mais rápidos embora os não utilize, porque entendo o investimento da Refer deve beneficiar os utentes ou clientes, porque não vivo de vaidades ou mediatismos de ocasião e pretendo apenas aprender e respeitar as ideias de cada um, lamento dizer este espaço deixa de ser livre quando não é democrático e os mais limitados utilizam o insulto como arma de arremesso. Não entendo assim a participação em tais moldes, por isso fica aqui este meu registo, certo merecerei criticas por aqueles que se sintam visados. Não visando atingir ninguém em particular, permito-me apenas ter opinião. Obrigado e desculpem o tempo que vos roubei.

    ResponderEliminar
  36. Afinal há ou não comboios rápidos de Braga para Porto?Logo que surjam novos horários avisem para a gente ir ver esse luxo.Jamais fui anónimo, mas hoje e aqui sigo o exemplo que verifico nos textos.Não me levem a mal os do grupo contrário, que também parecem poucos.Continuem a lutar pelos vossos interesses e nunca desistam de ser oportunos e inconvenientes, mas respeitem-se.

    ResponderEliminar
  37. Todos a pedir e ninguém pede comboio, metro ou ao menos um eléctrico entre Famaslicão e Póvoa? Nós por cá também somos gente e a CP tem ali ainda o terreno livre, mas abandonado até Póvoa.Então D.Silva diga de sua justiça e ponha seus conhecimentos ao nosso serviço.Foi uma pena o fecho, mas como nada é definitivo talvez um pedido ajude.Vamos lá pessoal, precisamos de ter transporte em Famalicão para a Póvoa...Ajudem -nos.

    ResponderEliminar
  38. Olá a todos,

    Como meu comentário de ontem parece ter descarrilado, cá vai agora;

    Famalicão-Póvoa de comboio: há uns anos fiz uma aposta com alguém em que eu apontava a reabertura/reabilitação deste eixo como a primeira a acontecer a Norte do Douro. Se dentro de 12 anos não houver "comboio" entre a Póvoa e a mais central cidade do distrito de Braga, terei perdido a aposta.

    Comboios Braga-Porto em 35 minutos (quiça ainda menos!): aparentemente pouca gente que aqui comentou terá lido o meu texto anterior para além do mesmo. E acrecento também, para que não subsistam dúvidas na cabeça de nenhum "anónimo" que eu não mudei de opinião em relação a este tema pela simples razão que continuo a concordar com os pressupostos da petição, da justeza da mesma, da necessidade da mesma, etc...
    Agora, só não consigo subscrever uma ideia que, na data de hoje, não é praticável. Ainda que fosse idílico passarmos de comboios de 70 minutos para comboios de 35 minutos, tal não vai acontecer.
    A notícia do JN de há uns dias cont
    em, certamente, um equívoco qualquer.
    Não vos parece??
    Ou continuam mesmo a achar que o comboio Braga-Porto vai ter asas para, assim, poder passar por cima de todas as questões técnicas que o amarram aos carris? Irão todas as regras rigorosas e milimétricas de segurança ser quebradas? Seria suposto os passageiros Braga-Porto passarem a usar cinto de segurança?
    (novidade mundial)

    Antes de ser resolvidos os dois pequeninos problemazinhas de que falei há momentos, não vão existir circulações Braga-Porto à média horária de 110 km/h.

    Aproveito também a oportunidade para enviar os meus cordiais cumprimentos e pedidos de desculpa aos muitos (?) "anónimos" que terão interpretado alguns adjectivos meus como sendo atributos deles próprios e não dos seus comentários. Ora, os adjectivos vernáculos destinavam-se mesmo a comentar o texto e não a qualificar os seus autores. Tanto mais que os seus autores são anónimos e fica um pouco difícil adjectivar uma coisa que não se vê... à mesma, o meu pedido de desculpas.

    Boas viagens em caminho de ferro,

    Dario Silva.

    ResponderEliminar
  39. Caminho de Ferro entre Braga e Guimarães: http://www.guimaraesdigital.com/index.php?a=noticias&id=35740

    Dario Silva

    ResponderEliminar
  40. Ao Moderador: Que tal apagar 3 dos 4 posts do D.S., que estão claramente repetidos por algum problema de clicks/blogger?

    Aos Anónimos: tanta imaginação nos comentários e não sobra nada para pelo menos, se diferenciarem uns dos outros com ALCUNHAS? Sugestões: Bacoco01, Bacoco02, ...., ...

    Ao Anónimo Enésimo-Primeiro: Acho giro o conceito de carros estacionados no Parque da Estação VS Passageiros a embarcar nessa mesma Estação.

    Quer isso dizer que, por exemplo, Famalicão só terá uns ... 20passageiros?.. Não, uns 40, vá lá, que muitos carros serão pelo menos comerciais de 2lugares...

    Bravoo. Bravoo. (clap clap...)

    Continuem com ataques pessoais (sei lá eu bem porque, mas inda hei-de perceber...) em vez de alimentarem uma discussão que até poderia ser proveitosa mas assim, só dá é arremesso de bacoradas.

    DN

    ResponderEliminar
  41. http://www.jornaldatrofa.pt/index.php?option=com_content&task=view&id=2533&Itemid=126

    Aqui está uma noticia importante neste sentido....

    ResponderEliminar
  42. Já que falamos em comboios, reparei nos actos de vandalismo que estão patentes em todas as paragens, incluindo estações, entre Braga e Cambêses.Será que não existe fiscalização ou autoridades que vigiem e responsabilizem os seus autores? Acreditem mete dó ver bancos partidos ou arrancados, paredes sujas, cheias de recados e demonstrando a educação dos nossos jovens estudantes(ninguém dúvida de que os autores são alguns alunos das escolas), enfim até quando?

    ResponderEliminar
  43. "Será que não existe fiscalização ou autoridades que vigiem e responsabilizem os seus autores?"

    - Perante uma recente denúncia de um morador de uma freguesia servida pelo comboio, a GNR que ocorreu ao local recém-vandalizado fez saber que "eles não foram apanhados em flagrante", e isto apesar de acusados e identificados por essa testemunha.

    Ou seja, o crime compensa porque mesmo com testemunhas a coisa só vira castigo se a GNR apanhar os menores em plena actividade. E, como são menores, continuará tudo na mesma.

    Dario Silva.

    ResponderEliminar
  44. OK, mas como a GNR raramente lá passa,tudi vai continuar na mesma.Julgo neste País, os pais são responsabilizados pelos actos dos filhos menores, logo havendo testemunhas a CP tendo conhecimento, actua mesmo que através do MP. Não será assim?

    ResponderEliminar
  45. Pois é mas ainda dizem que as autoridades estão activas na caça à multa, que queriam que fizessem, que andassem a fiscalizar por todo o lado e depois não apresentassem trabalho?Tenham juízo estamos em Portugal e contam os números.

    ResponderEliminar
  46. GNR, Multas, não andam os nossos anónimos-aos-molhos, a divagar um pouco?

    Voltemos ao cerne, e já agora, apimentando isto um pouco? Boa? Aqui fica então um "pequeno flame" dominical...

    Lembram-se do último 22 de Abril?

    minhoto.fotopic.net/p48746409.html (sugestão: shift+click)

    Eu lembro-me bem. Fiquei apeado UMA HORA no dia seguinte, à espera do comboio em Barrimau. Telefono para o 808 e fala-se de tudo (greves, perturbações, ...) menos deste aviso, que podia ter sido colado algures no apeadeiro, né?

    Horários afixados? NADA. Dizer ao povo, que teve 3ANOS sem comboios ali, que já os tem a TODAS AS HORAS? NADA. O interesse de ter passageiros parece ser pouco...

    Culpados? A CP, claro, que nem o horário novo colou, muito menos o aviso de alteração em cima do joelho...

    Ainda mais culpados?

    Os "preguiçosos" de Braga, que por um aparente "problema sexual matinal" (não cabe aqui a explicação... ;) ) em vez de clamarem nessa altura, por Comboios de 45min de viagem Braga-Porto (se já os havia e houve durante 3ANOS, pq acabarem de repente? EG: 12h15 no Porto, em Out2005...) deixam-se ficar "felizes e contentes" com esta solução, que parte de Braga 17min mais tarde (uhhhhhhh.....) para chegar ao mesmo tempo que chegava (e chega ao FDS......), que simpáticamente MATOU o horário cadenciado nos Braga, em 3 das paragens...

    Vim ao Minho este FDS, e tropeçei em papéis.

    Papéis como as DUAS reclamações que fiz ontem em menos duma hora, ao ter de ficar UMA HORA à espera em Campanha, depois de ter vindo a abrir a 220km/h até ao Porto, e passada essa "hora para lanche", lá tive de embarcar num comboio Apinhado.. Sentadinho no chão do Comboio fiz a 2a reclamação do dia...

    Se há metade da oferta, não podia ao menos haver mais comboios em dupla? É a velha doença da CP: achar que por ser FDS tem de haver menos oferta. Não importa que haja a mesma procura, ou até mais procura, sobretudo em hora de picos... Eu já não tenho memória de viajar sentado num Amarelo, quando cá venho de FDS....

    Et Si Transit...

    DN

    ResponderEliminar
  47. Boa sudex!
    Eu para além de ter tido o mesmo problema que tu, ter passado quase pelas mesmas coisas, concordo plenamente com a tua reclamação.

    E acho que esta notícia da CP equacionar qualquer coisa, faz-me lembrar o MM com a história dos eléctricos e dos estudos a decorrerem por um qualquer departamento...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores