Pela Participação Responsável

| Partilhar
1. O blog Avenida Central é um espaço pessoal de análise e comentário dos mais diversos assuntos da actualidade. Com excepção das crónicas semanais e de convites pontuais a personalidades no âmbito de iniciativas especiais, a selecção e tratamento dos conteúdos é da minha exclusiva responsabilidade.

2. Neste blog todos os contributos são valorizados por igual. A participação está aberta a todos os que queiram contribuir com responsabilidade e elevação. Essa participação poderá ser feita através de comentários directamente escritos nos posts do blog ou de textos e fotografias enviados para o e-mail avcentral@gmail.com.

3. O contributo que várias personalidades e/ou detentores de cargos públicos têm emprestado ao debate na blogosfera minhota, quer através da dinamização de blogs pessoais quer através do comentário nos blogs existentes, não pode deixar de ser enaltecido e valorizado. Sendo certo que as personalidades públicas estão, mais que ninguém, expostas ao escrutínio da opinião pública, a verdade é que o livre debate de ideias e a confrontação de projectos e opiniões devem privilegiar a troca de argumentos e dispensar a insinuação e o ataque pessoal.

Certo de que este apelo será compreendido e respeitado, conto com todos para esta Avenida cada vez mais Central. Em todos os sentidos.

2 comentários:

  1. Compreendo e concordo. Já fui aqui pelo menos duas veses alvo de ataques pessoais. Há pessoas que à falta de argumentos optam pelo ataque pessoal e pela mais vil chacota. Custa-me muito ter por vezes de retribuir com os mesmos argumentos. Espero que haja mais elevação nos posts.

    ResponderEliminar
  2. Confesso que há coisas que, apesar de serem incessantemente repetidas, continuam a espantar-me. Uma delas é a facilidade com que se enquadra uma tomada de posição de um cidadão num contexto partidário.

    Numa altura em que é cada vez mais difícil olhar para a prática governativa e detectar a ideologia subjacente, é interessante verificar que temos a tendência imediata para dizer que as pessoas são apoiantes de Mesquita Machado ou de Ricardo Rio (a bipolarização já é oficial, não é?!).

    A minha dúvida é se os cidadãos não podem ser simplesmente pessoas racionais? Ter as suas ideias sem depender das orientações programáticas do partido A, B ou C...

    Pertencer a um partido é sinónimo de dogma de fé? Ser militante obriga as pessoas à aceitação acrítica das propostas dos dirigentes partidários? Ser socialista é forçosamente sinónimo de apoiar todos aos mandos e desmandos de Mesquita Machado à frente da Câmara? Ser social-democrata implica esquecer todas as incongruências de Ricardo Rio?

    Acho que ainda temos um aprendizagem a fazer neste âmbito, que consiste sobretudo em desenvolver o sentido crítico perante o que nos é apresentado...

    A Internet é um excelente meio para o debate de ideias e propostas. Mas essa discussão tem necessariamente que acabar no insulto pessoal? Talvez porque não temos as pessoas à frente, os olhos para encarar e um punho do qual nos defender, o tom azedo aparece facilmente...

    Saibamos aceitar o repto reiterado pelo Pedro Morgado para elevar o nível da discussão. Este meio tem inúmeras potencialidades, mas também riscos. Está nas nossas mãos decidir o que é que queremos fazer dele!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores