Lembram-se?

| Partilhar
Lembram-se do que sucedeu quando houve uma vaga de assaltos a bombas de gasolina na região de Lisboa? Lembram-se? Pois vejam o que sucede agora que se repetem crimes violentos com sucessivos homicídios na região do Porto e um pouco por todo o Norte.

É nestes momentos que se torna mais evidente que a imprensa, as estações televisivas, o Governo e os partidos discriminam o Norte.

6 comentários:

  1. o anónimo é que devia ganhar juízo.

    A criminalidade violenta está a níveis nunca vistos no Norte e ninguém faz nada...

    ResponderEliminar
  2. Pedro,

    Não posso fazer mais do que concordar contigo.

    Nos últimos 5-10 anos tem-se alargado o abismo que separa o norte do sul do país, quer em termos privados, com a deslocação dos orgãos administrativos de todas as grandes empresas para lisboa, quer em termos de investimento do estado.

    E tudo isto acontece com cobro da imprensa.

    Saliento ainda que me entristesse ver muitas vezes disputas entre nortenhos por tostões, quando o pessoal do sul nos "rouba" milhoes.

    Está na altura do norte repensar a sua posição económica no país, e voltar a assumir-se como a força laboral e intelectual da nação, de onde surgem as grandes ideias e grandes desenvolvimentos, e deixar-mo-nos de intriguices internas.

    Acrescento como positivo apenas que pelo menos os nossos casos escandalosos são com futebol, mulheres e noite! Deixamos os nossos gaiatos em paz...

    ResponderEliminar
  3. Regionalização já! Como é possível que neste país tão pequeno subsistam diferenças abismais entre a região Norte e a região de Lisboa. Estamos fartos desta desigualdade

    ResponderEliminar
  4. "Está na altura do norte repensar a sua posição económica no país, e voltar a assumir-se como a força laboral e intelectual da nação, de onde surgem as grandes ideias e grandes desenvolvimentos, e deixar-mo-nos de intriguices internas."


    Para o Norte fazer isso, tem de se libertar dos gestores de péssima qualidade e dos empresários do costume, em que o diheiro sái da empresa para comprar BM's e afins.

    Assim como têm de começar a usar uma coisa chamada "gestão de recursos humanos" e libertarem-se do chicote. À conta disso, O norte passou de zona com maior tecido empresarial da Europa para a ZOna com mais falências da Europa. Nós gostamos de dizer que nós +e que trabalhamos... mas no fundo trabalhmos mal e não somos produtivos ( e nisso culpo os empresários do Norte.. ), mais a Sul a mentalidade é diferente... Que é uma das razões para as discrepâncias do País.

    Em relação aos media, Temos de nos impôr. Mas também sabemos que os autarcas do Norte não gostam lá muito de ter visibilidade nos media.. pode causar incómodos.

    ResponderEliminar
  5. Regionalização já... Penso que as pessoas do Norte já estão cansadas da descriminação e da falta de oportunidades que a "Lisbonificação" nos devotou...
    Anda o Norte a suportar o país para isto...Independência desses mamões....

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores