Diz que é uma espécie de estudo

| Partilhar
No dia em que se soube que o Departamento de Sociologia não está a participar em nenhum estudo de mobilidade, a Antena Minho reincide na tese de que o estudo está a ser elaborado pelos TUB e pelo Departamento de Sociologia da Universidade do Minho.

Quem faz o estudo? Quem o coordena? Qual o objecto do mesmo? Quais os métodos utilizados? Que tipo de validação tem o mesmo? Responda quem souber.

A Democracia Participativa exige total transparência.

5 comentários:

  1. Caro Pedro,
    É realmente confrangedor a falta de pudor que revela o Eng. Mesquita e os seus pares. Já não há o mínimo de decência... Sabe, eu julgo que chegou a altura de se fazer uma petição para o correr de lá para fora! Sim, uma petição de independentes, não partidários, que pedissem a esse senhor para ir governar a casa dele!

    ResponderEliminar
  2. Cara Filomena, acho que nem em casa dele o devem querer. Mais a mais, após a petição, o eng. MM certamente ordenaria a criação de um grupo de trabalho para estudar as conclusões, grupo cujos membros seriam gentes bem conhecidas da nossa praça...

    ResponderEliminar
  3. O cenário que mais temia está a acontecer.
    Enfim, a cidade precisa urgentemente de sangue novo!

    ResponderEliminar
  4. Isto aqui é como pedir ao caixa para fazer a auditoria das contas do dia... É uma pura palhaçada. Espero que tudo seja explicado. Abuso de confiança é crime!

    ResponderEliminar
  5. Caro Pedro:
    O exercício da cidadania, quando parece mexer com o poder instituído, corre sempre o riso de caír no esquecimento.
    1 - ao picar o touro todos os dias no mesmo sítio, corremos o risco de ver o assunto banalizado, ridicularizado e, consequentemente esquecido.
    2 - Um cidadão que lance um tema oportuno, tem que saber quando parar e, ao mesmo tempo pôr o poder político a discutir..sózinhos não vamos a lado algum.
    3 - Nesta fase do campeonato, o MM, certamente que tem que dizer "nim" a tudo quanto pareca boa ideia, ser simpático, acolher de braços abertos as opiniões dos cidadãos e....dizer que vai fazer uma "espécie" de estudo...
    4 - Como pode ver, o assunto do eléctrico em Braga, já caíu no esquecimento, porque há "timings" para tudo. Para quando a tal adiência com o nosso edil?
    6 - Eu sei bem o custo de trazer para a praça pública alguns problemas pertinentes.

    No entanto, não desanimes, que isto são apenas pequenas rasteiras que nos pregam (aumentando a nossa emoção)e com as quais vamos aprendendo ao longo da vida.
    Cumprimentos.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores