A Crise Directiva do Sporting de Braga

| Partilhar
António Salvador anunciou, por escrito, a intenção de não se recandidatar ao cargo de Presidente do Sporting Clube de Braga. A imprensa especula tratar-se de uma retaliação devido ao facto de Mesquita Machado ter deixado de apoiar o projecto da academia a partir do momento em que Ricardo Rio (líder da oposição) defendeu a cedência de um terreno para o mesmo.

Num artigo de opinião publicado no Diário do Minho, Ricardo Rio assume que «terá que ser a Autarquia a encetar as negociações necessárias de forma a ser a CMB a doar os terrenos em questão ao Clube, sem qualquer recurso a permutas cruzadas, e estipulando a introdução de uma cláusula de reversão automática caso o Clube procurasse dar aos mesmos uma utilização diversa da que agora for estabelecida, numa qualquer data futura».

A inusitada oposição de Mesquita Machado parece ter contribuído decisivamente para afastar António Salvador, o que, adicionalmente, nos traz dois sinais péssimos para o futuro do clube. Em primeiro, a influência de Mesquita Machado nos destinos do SC Braga vai para lá do desejável num sistema democrático, constituindo-se como o principal motivo do afastamento de uma parte significativa da cidade relativamente à sua colectividade mais representativa. Em segundo, a oposição à cedência de um terreno para a Academia de Formação demonstra falta de visão na defesa dos interesses estratégicos do Município.

O que também surpreende são as palavras do Monsenhor Melo: «É de interesse público, e a Câmara Municipal só não ajudará se não puder». Afinal, o Monsenhor fala em nome de quem?

[imagem via abnoxio]

17 comentários:

  1. «A imprensa especula tratar-se de uma retaliação devido ao facto de Mesquita Machado ter deixado de apoiar o projecto da academia a partir do momento em que Ricardo Rio (líder da oposição) defendeu a cedência de um terreno para o mesmo.»

    Isso é absurdo. A academia do FCP nem sequer é no Porto, só para dar um exemplo. Se isso é assim tão determinante para a sua continuidade, que negoceie com Vila Verde, Amares, Póvoa de Lanhoso, etc. Presumo que tenham todo o prazes em receber o clube. Em Gaia têm tanto prazer que até construíram o centro em vez do FCP... e lhes arrendam aquilo a um preço ridículo.

    E é por isso que, para mim, qualquer especulação nesse sentido é simplesmente parva. O António Salvador sabe-se movimentar, deve é estar farto de estar à frente do Braga e a sentir-se culpado pela sucessão de treinadores falhados escolhidos pela sua gestão.

    ResponderEliminar
  2. Caro Jam,

    É um facto. Concordo contigo em muito do que dizes, mas o ponto essencial é saber até que ponto o apoio de MM é indispensável para um Presidente avançar para a liderança do SC Braga.

    ResponderEliminar
  3. O António Salvador deve estar nesta altura mais preocupado com os negócios da Britalar...

    ResponderEliminar
  4. Uma coisa é certa se o António Salvador entra em rota de colisão com o Mesquita quem sofre é o Braga, e nesta altura não precisamos dessas divergências.

    Visitem o meu Blog:

    http://wwwbragablog.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. É uma vergonha.. Já não chega de campos para o Sporting de Braga? Vou enumerar aqueles que me lembro:

    1. Estádio Municipal de Braga (ou Axa..)
    2. Campo anexo ao Municipal (ou Axa..)
    3. Estádio 1º de Maio
    4. Campo da Ponte
    5. Campo nº1 das Camélias
    6. Campo nº2 das Camélias
    7. Campo nº1 da Rodovia
    8. Campo de Fraião
    9. Campo de Lomar

    e depois ainda podemos contar os campos que de quando em vez são utilizados para os mesmos fins porque estes 9 ainda não são suficientes:

    Campo de Maximinos
    Campo de Padim da Graça
    Campo de Merelim

    Estes campos ainda não são suficientes? Uma Academia para quê? Para pôr a Britalar a construir? E as outras entidades desportivas da cidade? E "Os Alegrienses", ÚNICO clube do CONCELHO que milita na Divisão de Honra da A.F. Braga (escalão máximo desta associação, depois desta está a 3ªDivisão Nacional..) e que nem campo tem?

    Enfim Pedro, tu defendes as tuas cores mas és muito como eles. Olha um pouco para os pequenos que vão jogar a outros concelhos e ficam envergonhados porque a autarquia da capital de distrito só quer saber dos magnatas..

    ResponderEliminar
  6. Por acaso não concordo nada com o jam e acho que o tempo me vai dar razão porque acho que das duas uma: ou o Mesquita não dá apoio à Academia, o Salvador abandona e vai dizer claramente porquê; ou o Mesquita dá o braço a torcer, engole o sapo dos louros da Oposição no processo, apoia a Academia e o Salvador continua.

    E, já agora, continua a achar tudo tão normal se a tal Academia for para... Guimarães?

    Duas questões: a Academia e o envolvimento do MM no SCB.

    Relativamente à primeira, não sei se é possível obter e disponibilizar o artigo do Rio de sexta-feira, que ainda não li, mas de que já me disseram ser razoavelmente equilibrado e esclarecedor sobre a posição do PSD.

    Num dos argumentos que julgo apresentar para a Câmara apoiar a Academia diz que serviria para libertar todos os outros campos já utilizados pelo Braga para os outros Clubes do Concelho (e aí, o Direito dos Santos só lhe dá razão). Aliás, sobre outra questão do Bruno, a verdade é que também só tenho visto a oposição a defender os apoios a todos os clubes amadores de Braga, ou não é assim?

    MM/CMB: Ao longo dos anos, o MM pôs e dispôs no Clube. Fez dos Presidentes seus procuradores (Vespasiano Macedo dizit na última Assembleia Geral), meteu o genro, quis meter o filho e só não tentou pôr o cão porque dava muito nas vistas.

    É verdade que deu muitos apoios e subsídios "sempre que o Braga precisou". Mas a verdade é que o Braga continua sem ter nada no seu património. Foi mal gerido? Seguramente! Mas por quem? A mando de quem?

    A Academia podia pôr o clube noutro patamar. Torná-lo maior e mais independente. É isso que MM quer? E se essa proposta vem pela mão da oposição? O que tem acontecido a todos os "filhos" de tal paternidade no Executivo Municipal?

    Ainda vamos ter Academia? Ainda vamos ter Salvador? Não perca, em breve, num Clube perto de si!

    ResponderEliminar
  7. Caro Pedro Fonseca,

    Se me enviar o seu endereço de e-mail posso enviar-lhe o artigo.

    pedroluismorgado@gmail.com

    ResponderEliminar
  8. Ah e esqueci-me de dizer que gostei muito da sua perspectiva da questão.

    ResponderEliminar
  9. Caro Fonseca,

    a sua perspectiva está correcta.. A oposição tem realmente falado sobre o apoio aos mais pequenos. O que está em causa é o facto de uma promessa (à poítico..) que não foi realizada.. E claro, como resultado disso, o apoio sustentado ao mesmo de sempre, acaba por revoltar.. Gostei muito do que escreveu..

    ResponderEliminar
  10. Obrigado pelas vossas palavras. Que a minha opinião sirva para ajudar à discussão, como sempre se faz e bem na Avendia...

    Entretanto, encontrei o artigo do Rio aqui:
    http://www.superbraga.com/forum/index.php?topic=5072.msg83649#msg83649

    ResponderEliminar
  11. Tudo isto é uma enorme novela. E quanto ao Salvador, daqui a uns anos quando se esclarcer os negócios com um determinado agente Fifa, as ideias sobre a sua gestão será muito diferente.
    O SCBraga existia antes de ele e não se pode queixar da CMBraga. Ou já se esqueceram do negócio AXA?
    De uma coisa estou de acordo. Já chega de CMBraga no futebol.
    Agora deixem-me que vos diga. No mesmo ano em que a CMBraga deixa o clube fazer o negócio AXA reclamar terrenos para a acadedemia é uma vergonha.
    A verdade é que uma das maiores taxas municipais se chama Sporting Clube de Braga. Uma taxa sobre as empresas, sobre os cidadãos. Uma taxa com enormes custos para o Concelho.
    É uma vergonha que os políticos explorem estas coisas. O Rio, o Rui Rio é que tem razão. Chega de futebol e política. A cidade é para os cidadãos. Não apenas para os adeptos de um clube de futebol.

    ResponderEliminar
  12. Caro Bruno,

    Temos visões diferentes nesta matéria. Eu defendo a especilização. Acho que a cidade/concelho ganha mais em ter 1 clube ao nível dos melhores da Europa com boas condições de formação de jovens atletas do que em investir muito em inúmeros clubes de bairro. Não quer isto dizer que não vejo como importante investir nesse tipo de associações.

    Já agora, e sobre a colocação de pisos sintéticos em todos os campos do Concelho, não dizes nada?

    ResponderEliminar
  13. Pisos sintéticos em todos os campos do concelho? Oh Pedro, tu não tens noção da realidade mesmo.. Isso é atirar para areia para os olhos das pessoas porque isso na realidade não se está a concretizar.. A verdade é que Os Alegrienses jogam com clubes de topo (Esposende, Cabeceirense, Fão, Santa Maria, Taipas, Torcatense, Vilaverdense), clubes com estádios.. E aqui em Braga, a Câmara nem um pelado em condições disponibilizou quanto mais um sintético. Começa a ler no Diário e no Correio a parte de desporto regional e compreenderás.

    Outro ponto de saientar: Os Alegrienses são o único clube com camadas jovens numa das freguesias mais populosas do país, São Victor. Talvez seja preferível não criar condições para o clube e deixar esses jovens estragarem a sua vida com hábitos miseráveis. O MM não quer saber.. Enfim..

    ResponderEliminar
  14. Já se tentou formar um clube de Rugby em Braga. O início foi a secção de rugby da UM. Um grupo de pessoas tinha boas intenções de levar o projecto para a frente e formar um clube de Rugby em Braga. Reuniram-se apoios e bateu-se com o problema de sempre: campo relvado. Para se entrar no campeonato nacional é obrigatório um campo relvado, além de que treinar os miúdos num pelado causa vários problemas. Entre eles chegarem a casa com os joelhos arranhados e a mãe proibir a ida aos próximos treinos.

    Reuniu-se com o vereador da altura que tinha o pelouro do desporto e a resposta recebida foi: "Vocês ou são universitários e estão aqui de passagem ou são de braga mas não gostam desta câmara. Não dão votos. Mais vale atribuir o campo a um clubezeco de futebol da regional do que a vocês. Lamento mas não dá".
    Uma tristeza....

    Braga teria enorme potencial para o Rugby e dever-se-ia aproveitar a euforia do Mundial de Rugby. Em Guimarães a Federeção Portuguesa de Rugby já vai organizar acções de divulgação da modalidade.

    Braga, como sempre, fica para trás.

    ResponderEliminar
  15. Todos nós sabemos que o SCB-SAD, pertence ao SCB-SM (serviços municipalizados). E a prova disso, são os concursos para a admissão de funcionários para a CMB, cujo perfil para passar na primeira fase é o seguinte:
    1º - militante do PS
    2º - Assinante do Correio do Minho
    3º - Sócio do SCB.
    Para passar à segunda fase:
    - Ser portador do BI n_________
    Enfim, o SCB é um clube que vive amesqui(ti)nhado e é gerido por testas de ferro que não passam de marionetes nas mãos do Sadam cá do sítio, o MM.

    ResponderEliminar
  16. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  17. Eu sou portista e não me peçam que mude. Já lancei mais quatro ao mundo. Não me interessa muito esta questão. Digo apenas que a cidade não empatiza com o clube com ou sem Salvador, é assim hoje e foi sempre assim. Portanto ganhariamos todos bem mais se o AS constituisse mais dez empresas na próxima década. Bem precisados estamos.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores