Frases e expressões disparatadas

| Partilhar
rps no Fado Falado:

margem sul - os rios, que se saiba, têm margem esquerda e margem direita. Curiosamente, eles dizem margem sul, mas nunca dizem, por contraponto, margem norte porque naquelas cabeças está fixa a ideia de são o centro do Universo.

Estádio Nacional, no Jamor - a expressão visa passar a tese de que se trata de terreno neutro. Obviamente, trata-se do Estádio Nacional, em Oeiras.

23h00, hora de Lisboa - ... de Lisboa e de Idanha-a-Nova e de Vinhais também... Porque não dizem de Idanha-a-Nova ou de Vinhais?... Eu uso "23 horas, hora continental portuguesa".

auto-estrada do norte - as minhas auto-estradas do norte são a A3, a A4, a A28, etc... A deles é a A1, que, para mim, é uma auto-estrada do sul. Mas eles definem os pontos cardeais a partir do próprio umbigo e julgam ser o centro do Universo...

12 comentários:

  1. Também neste post: http://culpadomedico.blogspot.com/2007/06/mais-uma-mentira.html, faço referência a algumas expressões sulistas que ouvimos diariamente. Ainda bem que não sou o único a senti-las na pele.

    ResponderEliminar
  2. Ou quando me dizem que já foram ao Norte, vou a saber e foram a Leiria...

    ResponderEliminar
  3. Só um pequeno pormenor... A3, para mim, é uma auto-estrada do sul!!!

    ResponderEliminar
  4. pior é eles contarem os km da A1 de lisboa para cima...e o porto ser o fim da autoestrada. é parvo, porque se fizessem duas contagens - sentido porto-lisboa e lisboa-porto - era só dizer o km e o sentido.
    eu não acho muita piada àquilo lá para baixo.
    isso e dizerem "ah, eu gosto muito das pessoas do norte" como quem diz "eu gosto muito de ir ao zoo" ou "eu gosto muito de pobrezinhos".

    ResponderEliminar
  5. o norte galego actualmente é uma colonia dos mouros lusitanos.

    devemos lutar pela nossa naçom galega
    nos somos galegos nao somos lusos nem mouros como eles la no sul

    pela nossa autonomia e indpeendencia

    o nosso povo tem direito a governar-se a ele proprio.
    no passado nos eramos a potencia, deixamo-nos colonizar agora por estes mouros? basta

    desenvolvimento para o norte
    independencia para o norte

    Galécia independente e reunificada

    ResponderEliminar
  6. Às vezes as pessoas são tão centralistas... O pior é que isto já está embutido no discurso e é difícil de desmontar.

    ResponderEliminar
  7. Eu sou natural de Lisboa mas filha de dois minhotos, por isso consigo ver os dois lados da questão.

    Se, por um lado, contacto muitas vezes com expressões meio estranhas relativamente ao norte do país (que tenho o hábito de corrigir), por outro lado também já ouvi muitas coisas em relação a Lisboa e até em relação ao Sul em conjunto que não são muito melhores do que as expressões que por cá se usam em relação ao Norte.
    A Mariana refere-se ao "ah, gosto muito das pessoas do norte" e quantas vezes eu já ouvi: "ah, não gosto das pessoas de Lisboa" (também já ouvi a versão em que se substitui Lisboa pelo Sul) quando as pessoas que são realmente de Lisboa são pouquíssimas (tenho dificuldades em lembrar-me de alguém cuja família seja toda lisboeta - aliás não consigo mesmo). Da mesma forma, como dizem que há pessoas que dizem que foram ao Norte quando foram a Leiria, eu digo que já ouvi pessoas a dizerem mil e uma coisas sobre Lisboa e sobre quem cá vive quando nunca cá puseram os pés.

    E já agora, é impressão minha ou a A3 também começa no Porto e acaba em Valença. Quem é de Valença, se calhar, também não acha muita piada...

    Como alguém que conhece ambas as realidades, que sabe os problemas sérios que ambas as realidades têm, estas divisões para mim não fazem qualquer sentido. E, sinceramente, não me parece que a culpa seja só de um lado.

    ResponderEliminar
  8. Levam tudo como as anedotas sobre loiras...

    ResponderEliminar
  9. É como os atrasados mentais que apresentam programas de tv ou de radio a partir dessa cidade à qual chamam Lisboa que por exemplo so por estar a chover lá na cidade deles generalizam aquilo para todo o país!

    ResponderEliminar
  10. Gente atrasadinha essa e com a mania das grandezas... O povo genuíno português somos nós!
    Povo do Norte, o Povo mais Forte...

    ResponderEliminar
  11. Lindo...A cena da margem norte e sul, de mais..Mas em relação às auto-estradas não se faz só cá em Portugal, basta ver em Espanha dois bons exemplos: Auto-estrada Madrid Corunha: auto estrada do noroeste; auto estrada madrid valencia: auto estrada de valencia...

    ResponderEliminar
  12. COmo tudo na vida, tem de haver um centro.

    Isso sao apenas "comentarios" p haver um ponto cardial..

    ..vcs queixam-se pq esse ponto cardial não é o porto?? depois eram as pessoas de Lisboa que se queixavam..

    e é verdade: cerca de 60% da população de Lisboa é proveniente do Norte.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores