A ditadura do centro

| Partilhar
O Tribunal Constitucional anulou a data das eleições para a Câmara de Lisboa, uma decisão da Governadora Civil e subordinada de António Costa, com o apoio dos partidos do centrão.

Está resposta a normalidade democrática e domada a ditadura dos partidos do centro. Mas por quanto tempo?


É o circo.

1 comentário:

  1. Correção:

    - PS, BE, PCP queriam esta data.
    - PSD queria que fossem ainda em Junho.
    - PP queria mais tarde, mas, como se vê agora, apenas por causa do congresso.

    PS: a data era legal e na minha opinião era responsável. As eleições vão ser agora em plenas férias - e recordo o que foi o referendo do aborto (que foi em fevereiro).

    Já que se está a anular uma decisão legal e legítima, por se ter em conta outros valores. Não seria mais fácil ajustar as datas em causa ao desejado?

    Recordo que a data em causa nunca foi a data das eleições, mas sim o prazo para a entrega de candidaturas e para o surgimento de coligações. Não seria mais adequado e sobretudo responsável ter optado por ajustar essas datas?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores