Fiat Lux

| Partilhar
Federação acusada de violar a lei no caso de doping de Nuno Assis

«De acordo com o parecer consultivo da Procuradoria-Geral da República (PGR), a que a Lusa teve acesso, a decisão de arquivar o acórdão da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, tomada pelo Conselho de Justiça (CJ) em 14 de Julho, deve ser revogada e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) pode ficar com o Estatuto de Utilidade Pública Desportiva suspenso se não o fizer.
Além do Estatuto de Utilidade Pública, caso o acórdão não seja revogado, podem ficar igualmente suspensos os contratos-programa celebrados entre a FPF e o Estado que estão em execução, cujo valor é superior a 500 mil euros.»

Pelo que aqui foi escrito em Julho de 2006, está a começar a fazer-se justiça.
Aguardamos que a decisão de despromover o Gil Vicente, tomada pela mesma Comissão, seja também considerada ilegal o mais brevemente possível.

1 comentário:

  1. é o sistema a funcionar! ou talvez não.
    dizem que o Pinto da Costa é corrupto (eu não sei de nada por isso não atiro nenhuma pedra, mas...) mas não é ele que tem sido chamado a tribunal nos ultimos tempos (o apito dourado já é do ano passado e agora parece que é o presidente que está como acusador num novo processo).

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores