Partido Político Procura Dono

| Partilhar

.
Os contributos repetem-se, os comentários sucedem-se e as análises avolumam-se. Surgem mesmo ideias com contornos altamente improváveis. Parece óbvio que o PSD precisa de mais do que uma simples mudança de actores. O PSD precisa de se reformar e de se refundar, sob pena de poder vir a afogar-se ainda mais no seu próprio pântano ideológico.

7 comentários:

  1. Psd necessita urgentemente de uma reforma ideológica e de intrevenção política, arrisca-se a perder fiéis seguidores e assimilar-se ao decrédito político de um outro partido de direita (cds-pp).
    Um passo seria deixar-se de uma certa altivez emproada e começar a fazer aquilo que deve ser feito: política em prol da sociedade, senão pode conspurcar para sempre a aura do partido.
    Uma achega, votar contra o novo regimento da assembleia ( que visa a uma maior participação e dabate político) com base num único artigo que acabará com uma injusta prerrogativa (primeiro na interpelação), é um exemplo de que algo precisa mudar antes que seja tarde de mais.

    ResponderEliminar
  2. A imagem não podia ser mais sugestiva. Parabéns.

    ResponderEliminar
  3. Mas existe algum partido em Portugal que tenha um lider com crédito? Aliás existe algum político em Portugal que mereça crédito??? Essa imagem aplica-se ao país não apenas a um partido

    ResponderEliminar
  4. eu sei muito bem a quem se quer dirigir o dr. morgado...

    ResponderEliminar
  5. Depois de um ano no Brasil posso dizer uma coisa... à beira dos políticos brasileiros, os nossos são uns santos!!! Mas concordo que faltam homens fortes na política portuguesa.

    ResponderEliminar
  6. Manuela Ferreira Leite...é tudo o que tenho a dizer...

    ResponderEliminar
  7. Bem, não me parece que haja necessidade de uma reforma ideológica no PSD. Com efeito este partido tem sabido apresentar um quadro ideológico bastante coerente, face à realidade humana de que se reveste. O que falta parece ser liderança e um necessário afastamento relativamente a grupos económicos e corporações que transformam a sua acção num exercício de contradições políticas. A ver vamos!
    Obviamente que o país necessita de uma oposição Q.B., com ideias, atenta, interventiva e fiscalizadora, papel de que o PSD se tem demitido...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores