Pólvora Seca

| Partilhar
A pseudo-candidatura de Miguel Brito ao município bracarense demonstra, entre outras coisas, que Ricardo Rio (PSD) está em condições de vencer as próximas eleições autárquicas. De outro modo, ninguém investia dinheiro e crédito numa candidatura baseada no ressentimento e condenada a não ter mais do que meia dúzia de votos.

16 comentários:

  1. Posso estar equivocado, mas penso que a candidatura do Miguel Brito é para a Assembleia Municipal.

    ResponderEliminar
  2. Mais um à procura de taxo.Não está mal porque a vida corre mal para quase todos!

    ResponderEliminar
  3. O Jorge Sousa que me desculpe, mas realmente anda mesmo mal informado. O Miguel Brito é candidato à presidência da Câmara de Braga apoiado pelo Movimento Partido da Terra. As listas para as autárquicas implicam nomes diferentes para: Câmara Municipal; Assembleia Municipal e Juntas de Freguesias.

    ResponderEliminar
  4. Caro Pedro Morgado.
    Está equivocado. A candidatura de MB não é "pseudo" mas sim efectiva. E ele é candidato à câmara de Braga e também à assembleia municipal.Também gostei da sua conclusão. MB candidato = dinheiro à farta = Ricardo Rio presidente da câmara.
    Espero bem que essas contas não tenham sido feitas com o Magalhães. Mas de qualquer forma ambos ansiamos o mesmo. Que MM seja derrota dia 11. Tarde é verdade. Mas mais vale tarde do que nunca.
    Temos é formas diferentes de lá chegar. Afinal porquê tanta preocupação pela tal meia dúzia de votos do MB? E porque tanta gente se preocupa em associar o MB a uma contra-campanha à coligação?
    Vá lá. Sejamos pelo menos coerentes e tentemos não deixar turvar a vista pelas nossas ânsias.
    Não pintemos as coisas mais do que elas são.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  5. A candidatura de Miguel Brito é uma candidatura narcísica e ressentida. Por amizade quero acreditar que o ego de Miguel Brito lhe retirou a serenidade. Prefiro não escutar o que se diz por aí. Ainda não percebi nas justificações da sua candidatura em nome de quê, por quem e para onde corre. Ainda que parte de mim já tenha intuído e me apeteça sair para a rua e gritar-lhe: Sei, mas não vás por aí!

    ResponderEliminar
  6. A candidatura de Miguel Brito é uma candidatura narcísica e ressentida. Por amizade quero acreditar que o ego de Miguel Brito lhe retirou a serenidade. Prefiro não escutar o que se diz por aí. Ainda não percebi nas justificações da sua candidatura em nome de quê, por quem e para onde corre. Ainda que parte de mim já tenha intuído e me apeteça sair para a rua e gritar-lhe: Sei, mas não vás por aí!

    ResponderEliminar
  7. Jorge Sousa,
    O MB vai a votos para o executivo municipal e tem como candidato à Assembleia Municipal o Rui Rodrigues, professor jubilado da Universidade do Minho.

    farricocomaldito.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Pelo que sei é candidato à Câmara Municipal e também à Assembleia... em boa verdade é uma 2ªcandidatura do PS ou pelo menos de Vitor Sousa e Marcelino Pires... ainda para mais pelo homem que denunciou MM à PJ! A vida dá muitas voltas... e Brito só pode andar atrás de um tacho ao fazer esta candidatura sem um minimo de sentido como se vai ver no dia 11Outubro

    ResponderEliminar
  9. Tem razão Delta X, o Correio do Minho é que usou linguagem muito duvidosa em relação ao assunto e fiquei com a ideia errada.

    Coloca no título que "Miguel Brito regulariza candidatura pelo MPT" e esclarece que a candidatura irregular é a à Assembleia Municipal.

    De facto, o que dizem a seguir é que ele é candidato à Câmara de Braga... mas com a confusão que fizeram e se a candidatura irregular era à AM e se foi o Miguel Brito a regularizar e a falar da importância da presença na AM e o esquecimento de referir quem afinal era o candidato à AM... supus, logicamente, que o erro estava na expressão "candidatura à Câmara Municipal de Braga" ou que o Correio do Minho até a estivesse a utilizar sem saber bem que significava candidatura ao executivo.

    ResponderEliminar
  10. Fico completamente estarrecido ao ler o que certas pessoas aqui escrevem, opiniões que denotam total falta de conhecimento de factos e que se sustentam apenas e só em convicções pessoas e facciosas.

    Aqui escrevo, e aqui estarei após o acto eleitoral, para provar que Mesquita Machado revalidará mais um mandato na CM de Braga.

    Ricardo Rio tem feito um bom trabalho na oposição, mas seria um total desastre como presidente de uma câmara municipal. Não só pela própria pessoa mas por vários membros da equipa desta coligação.

    Infelizmente para a cidade de Braga, neste momento, não existe ninguém capaz e competente de fazer melhor pela cidade.

    ResponderEliminar
  11. Este último comentário deve ser do António Santos ou de um dos candidatos perdedores da coligação.
    O Rio é bom mas não vai ser bom presidente. Pois sim...

    ResponderEliminar
  12. Digam o que falta fazer e como fazer algo de melhor em Braga.Apresentem ideias e talvez algum candidato pense nelas, contribuam dessa forma para a publicidade e reforço da Democracia.Participem com vossas ideias na construção duma cidade mais moderna e capaz de pensar rumo ao futuro.

    ResponderEliminar
  13. O povo só tem duas opções? Como sempre a escolha resulta dos dois maiores partidos, como se só ali, estivessem os Homens competentes para dirigir uma Autarquia! Estranha forma esta de escolher candidatos ao desde logo excluir por simpatia, qualquer outro candidato, por muito competente e HONESTO que possa ser.O debate e escolha a dois, não faz sentido e resulta do poder das máquinas políticas dos partidos.Ou M ou R é um erro em Democracia.À partida são vários os candidatos, mas estranhamente ou talvez não, só dois merecem ser hipótese!

    ResponderEliminar
  14. As razões da candidatura de Miguel Brito são claras e não vale a pena falar mais delas. Depois de 11 de Outubro se verá se o crime compensou.

    Quanto ao resto, a opção em Braga é clara. Só o voto em Ricardo Rio pode acabar com 33 anos Mesquitismo. Nas últimas eleições autárquicas 11680 eleitores não votaram em Mesquita Machado, mas não elegeram qualquer vereador. Sendo que a diferença entre Mesquita Machado e Ricardo Rio foi, nessas eleições de 5081 votos. Ou seja, menos de metade dos votos das outras forças políticas chegariam para mudar Braga. Esta é a realidade dos números. Pode não ser muito politicamente correcto de afirmar, mas à mudança necessária só os votos que elegeram mandatos podem mudar Braga.

    ResponderEliminar
  15. Aconselho o M.B.a um retiro espiritual.Só assim poderá alcançar a redenção.

    ResponderEliminar
  16. A candidatura de Miguel Brito é uma candidatura corajosa! O SER narcísico é o avesso do SER corajoso. A política, a discussão e a delicadeza estão-lhe na alma! Esta maturidade,confunde aqueles que são incapazes de ver além do óbvio. É mais fácil classificar de ressentida!É mais fácil classificar do que refletir!
    Um feliz desfecho para mais este projeto, heróico, da sua vida.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores