A Vossa Avenida, O Nosso Compromisso.

| Partilhar
Ao longo dos últimos anos, o blogue Avenida Central tem assumido um lugar de destaque no debate acerca do futuro da cidade e da região, centrando a discussão nas ideias e nos projectos, sem deixar de reflectir sobre os estilos de governação que melhor se adequam aos desafios vindouros. Os próximos meses serão, necessariamente, muito agitados em termos políticos e o blogue Avenida Central compromete-se a continuar o(s) debate(s) e o(s) diálogo(s) que ajudam a perspectivar o futuro.

Desde há cerca de um ano, as caixas de comentários do nosso blogue têm sido invadidas por comentários ofensivos para algumas personalidades bracarenses, bem como por insultos e ameaças aos autores deste blogue por não permitirem a difusão de afirmações manifestamente difamatórias e improvadas. Como bem afirma Marco Santos, «abrir um blogue e mantê-lo não implica aceitar como válidos comentários ordinários de trolls e idiotas que nem sequer sabem ler os posts com atenção».

Estranhamente, ou não, nunca essas mensagens de teor difamatório foram vistas noutros blogues bracarenses com autores identificados, pelo que se pode concluir tratar-se de uma campanha especificamente dirigida ao Avenida Central com objectivo de condicionar o exercício da nossa liberdade de expressão.

No filme «A Dúvida», há um padre que explica exemplarmente as consequências da insinuação e da calúnia: «repor a verdade após uma calúnia é como ter que apanhar todas as penas que o vento levou para bem longe após o esventrar de uma almofada no telhado de uma casa...» E, se qualquer insinuação ou calúnia é de si grave, mais repugnante se torna quando feita sob a capa do anonimato e com objectivos políticos aos quais somos completamente alheios.

Por tudo isto,

Reafirmamos a convicção de que a democracia só se cumpre quando a expressão for um exercício de cidadania verdadeiramente livre e responsável;

Reafirmamos o compromisso de jamais permitirmos a instrumentalização do blogue Avenida Central;

Reafirmamos o imperativo ético de continuar a moderar todos os comentários que profiram afirmações caluniosas, difamatórias ou insultuosas, bem como todas as referências a blogues que, pela sua natureza anónima, insistam na difusão de campanhas repugnantes que envergonham a liberdade e a democracia;

Reafirmamos o compromisso de informar com isenção e comentar com independência, sem nunca prescindirmos do direito à livre expressão, na plena convicção de que um blogue é sempre um espaço de natureza pessoal;

Reafirmamos, por último, a disponibilidade para continuar o debate sobre o futuro da região de forma transparente, sem prejuízo do apoio que os membros do blogue Avenida Central vierem a dar, a título individual, aos diferentes projectos que concorrerem aos próximos actos eleitorais.

15 comentários:

  1. Agradeço a vossa existência e apoio (nem sempre obrigado a concordar com as vossas opiniões, como é óbvio) sempre a liberdade de expressão como direito e como arma do cidadão que se quer livre e esclarecido. Muitos parabéns pela vossa (nossa) Avenida.

    ResponderEliminar
  2. Não têm coragem de dar a cara e criam 4 ou 5 blogues para denegrir ANONIMAMENTE os outros. A isto eu chamo COBARDIA. Não pensem que é assim que vão ganhar a câmara.

    ResponderEliminar
  3. "(...)Reafirmamos a convicção de que a democracia só se cumpre quando a expressão for um exercício de cidadania verdadeiramente livre e responsável;

    Reafirmamos o compromisso de jamais permitirmos a instrumentalização do blogue Avenida Central;(...)

    Vão-me desculpar mas nós perguntamos como é que perante a máquina de corrupção instalada em Braga nós podemos dar-nos ao luxo de nos mantermos equidistantes e pugnar pelo exercício de uma cidadania que em Braga vê-se tolhida e ameaçada pelos caciques locais.

    Eu penso que se estivéssemos no Porto ou em Guimarães essa postura seria adequada, mas aqui em Braga...

    ResponderEliminar
  4. Equidistantes??? Aqui na Avenida estão sempre a denegrir o trabalho da Câmara de Braga... Chamar a este um espaço equidistante só pode ser uma piada...

    ResponderEliminar
  5. Quando há pouco me referi à equidistância e à máquina de corrupção que se encontra instalada em Braga, não estava com isso a pretender dizer que o Avenida Central não critique a Câmara de Braga. O que eu estou a dizer é que se vive em Braga uma situação de EXCEPÇÃO em termos politicos que carece de uma resposta também EXCEPCIONAL em termos de participação cívica e de combate politico. Ou seja, ou se está contra ou a favor. É como se estivéssemos -salvo as devidas proporções - a viver num regime corrupto na Guiné Equatorial.Ou pondo a questão noutro contexto : como é que se pode combater eficazmente o terrorismo ? Benévolos através de estruturas de repressão democráticas, iguais às aplicadas com meliantes doutra natureza que não política, ou inventando formas igualmente clandestinas de sinal contrário ? Afigura-se-me que em Braga se vive uma situação de EXCEPÇÃO, que não terá nada a ver com outras autarquias que praticam o 'jogo democrático' digamos e em que aí sim, teria mais sentido fomentarmos a 'declaração de princípios' que hoje deram a conhecer no Avenida Central. Peço desculpa mas um pouco mais de empenhamento na mudança de direcção urge...

    ResponderEliminar
  6. Anónimo das 11:09,

    o paralelismo que criou entre a governação socialista em Braga e o "regime corrupto na guiné equatorial" é, no mínimo, insultuoso. Insultuoso para mim e para todos aqueles que como eu (e não fomos assim tão poucos) elegemos de forma democrática, livre e esclarecida o PS para os lugares de governação que ocupam actualmente.
    Respeito as suas preferências, peço-lhe que respeite também a dos milhares de bracarenses que elegeram estas pessoas.
    Estaremos todos loucos?
    Faz-me lembrar a história do pai babado a ver a parada militar: "O meu filho é o único que vai com o passo certo"...

    ResponderEliminar
  7. Eu tenho para mim que, discutir politica em Portugal, é ummero dialogo de surdos... até porque, independentemente das ideias de cada um, prevalece sempre o laço partidário...

    A diferença entre discutir politica e futebol não é assim tão grande...

    Um bem haja ao «Avenida Central»

    ResponderEliminar
  8. subscrevo o primeiro comentario a este post "Agradeço a vossa existência e apoio (nem sempre obrigado a concordar com as vossas opiniões, como é óbvio) sempre a liberdade de expressão como direito e como arma do cidadão que se quer livre e esclarecido. Muitos parabéns pela vossa (nossa) Avenida"
    proponho a nomeação do Avenida Central para GALARDÕES "A NOSSA TERRA" - XII EDIÇÃO na categoria de entidade.

    ResponderEliminar
  9. "Insultuoso para mim e para todos aqueles que como eu (e não fomos assim tão poucos) elegemos de forma democrática, livre e esclarecida o PS para os lugares de governação que ocupam actualmente." Também na Alemanha Hitler subiu ao poder através do voto democrático...O senhor abespinhou-se todo porque é socialista. Compreendo. Mas eu sou também socialista, pago quota em Braga e sei do que falo.

    ResponderEliminar
  10. Enfim.. há pessoal que não sabe estar!

    O que este povo merecia era uma ditadura violenta.

    Bem haja à "Avenida Central" e todos os colaboradores!

    ResponderEliminar
  11. «Equidistantes??? Aqui na Avenida estão sempre a denegrir o trabalho da Câmara de Braga... Chamar a este um espaço equidistante só pode ser uma piada...»

    A equidistância não significa acriticidade. Em todo o caso, no Avenida Central, da mesma forma que se critica, também se enaltecem certos aspectos da governação, como é disso recente exemplo o "YouTub" e a ligação à UM: http://avenidacentral.blogspot.com/2009/02/gualtar-e-estacao-finalmente-ligados.html apesar de, a meu ver, essa medida pecar pelo atraso de uma década ou duas.

    ResponderEliminar
  12. Eu gostava de perceber melhor as influências que os jornalistas sofrem para publicar esta ou aquela notícia... é impressionante que o façam, mas parece evidente.

    ResponderEliminar
  13. "Também na Alemanha Hitler subiu ao poder através do voto democrático..."

    Vários ditadores foram eleitos democraticamente.

    E até mesmo grandes democratas são eleitos democraticamente, como por exemplo, Guimarães Rodrigues, digníssimo reitor dessa digníssima universidade que há-de voltar a ser um espaço de cidadania, de liberdade, de responsabilidade, de ideias e de Luz.

    ResponderEliminar
  14. a quem aconselha uma "ditadura volenta" que deixe portugal e se instale no regime de mugabe ou faça uma visita à Coreia do Norte. e fique por lá...

    ResponderEliminar
  15. Concordo com o Pedro Morgado na sua constante moderação dos comentários.

    Ao inicio achei insultuoso, mas o tempo de facto deu-lhe razão! Há gente a quem simplesmente lhes falta a capacidade de pensar... Enfim!

    Ao Pedro e restantes membros do Avenida Central o meu bem haja.

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores