Acontece no Minho [20]

| Partilhar
Susana Félix

Braga vs Guimarães: Rivalidade ou Cooperação (debate)
[26 de Fevereiro, 21h30m. Café Vianna, Braga]
Dirigindo-se ao público universitário, o Centro Académico de Braga organiza mais uma conversa ao café, juntando personalidades das duas cidades num diálogo interessante sobre o futuro das duas grandes cidades do Minho.

Galandum Galandaina (música)
[27 de Fevereiro, 22h. Velha a Branca, Braga]
Em 1996 nasce o grupo de música tradicional mirandesa Galandum Galundaina, com o objectivo de recolher, investigar e divulgar o património musical, as danças e a língua das terras de Miranda. O grupo faz a ligação entre a antiga geração de músicos e a geração mais jovem, assegurando a continuidade da rica tradição cultural desta região, que durante anos correu o risco de se perder.

Susana Félix (música)
[27 de Fevereiro, 21h30m. Theatro Circo, Braga]
Oito anos depois da sua estreia com “Um Pouco Mais”, Susana Félix revisita os temas emblemáticos da sua carreira, em novas versões. Em palco, além dela, outros músicos de eleição: Alexandre Frazão, Massimo Cavalli, Nuno Rafael e Renato Jr.

Mu (música)
[27 de Fevereiro, 23h. Casa das Artes, Arcos de Valdevez]
A música dos portuenses Mu serve para dançar, serve agora ao segundo álbum (este «Casa Nostra» em que tem como colaboradores Helena Madeira, do Projecto Iara, o grupo de percussões Semente e Quico Serrano como produtor) como já servia ao primeiro, mas serve também para ensinar a ouvir - a ouvir a sua música e a de muitos outros. Este espectáculo insere-se na 7ª Mostra de Música Moderna "Sons de Vez".

Rui Horta e Micro Audio Waves (música)
[28 de Fevereiro, 22h. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães]
Rui Horta e os Micro Audio Waves lançaram-se na aventura de criar um espectáculo conjunto. “Zoetrope” é um híbrido entre a música, o movimento e a multimédia, um “todo terreno” performático que investe a sala e negoceia com o público numa lógica não convencional.

Comunidade de Leitores: A Ressurreição da Água (literatura)
[3 de Março, 21h30m. Theatro Circo, Braga]
A Comunidade de Leitores do Theatro Circo reflectirá na próxima edição sobre «A Ressurreição da Água», uma obra de Maria Antonieta Preto. Um evento a não perder.

6 comentários:

  1. a obra em discussão será a de maria antonieta preto, e não a do valter que já foi discutida noutra sessão.

    convém corrigir esse pequeno lapso e enaltecer a divulgação da inicitiva porque é muito importante devolver a sentido participativo e cultural que se perdeu em braga.

    ResponderEliminar
  2. não sei se haverá alguma alteração na programação, mas a oficial está disponível no site do theatro circo,

    (http://theatrocirco.com/agenda/evento.php?id=358)

    ResponderEliminar
  3. Caro S.G.,

    Obrigado pelo pertinente reparo. Está corrigido.

    ResponderEliminar
  4. Bom post esta divulgação mostra aos que vem cá só para ver "caso de polícia destes "provincianos" a Braga real.

    ResponderEliminar
  5. A proposta que queria sugerir é a de um concerto que vai decorrer no próximo sábado, 28 de Fevereiro, no Museu D.Diogo de Sousa (Rua dos Bombeiros Voluntários, Máximinos) com o pré-lançamento do álbum "Sensatez" de Hugo Torres.

    Apareçam!!

    Fátima Gonçalves

    ResponderEliminar
  6. Não referi que o concerto tem início às 21h30...

    Fátima Gonçalves

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores