Cultura em Braga: Museu, Teatro, Marionetas e Bandas de Gargem

| Partilhar
A inauguração do Museu D. Diogo de Sousa é notícia no Jornal de Notícias.
.
São cerca de 2000 peças expostas das mais de 18 mil do valioso espólio arqueológico romano recuperado, durante décadas, dos quatro cantos do Minho, com incidência maior da velha Bracara Augusta.
.
O mesmo Jornal de Notícias dá conta do arranque da 8º edição do Mimarte.
.
Estranhas criaturas, nascidas do ar e do tempo, dão abrigo a dois marionetistas invisíveis que lhes dão vida e movimento. Mário e Mariette apropriam-se de um saco de mão, um chapéu, óculos, adoptam uma criança e o carrinho, ao longo do passeio, que vão fazendo pelo quotidiano da cidade. "Deux Choses-Lune" da companhia francesa "Inko'nito & Cie." marca o arranque, às 17.30 horas, na Arcada, da oitava edição do Festival de Teatro de Braga (Mimarte).
.
Através do blog Para Quando a Nossa Revolução?, ficámos a saber que vai arrancar o Concurso de Bandas de Garagem e que, felizmente, a adesão ao mesmo foi um sucesso. Um post recheado de boas notícias para a cidade que nos leva a concluir que neste Julho, Braga vai ser uma permanente capital da cultura. Finalmente.

6 comentários:

  1. Parabéns também à JSD lançou a ideia de concursos de bandas de garagem no programa político para a juventude da JSD nas autárquicas em 2005, apresentou oportunamente estas ideias... Constata-se na verdade que a JSD não tem rival em Braga...

    ResponderEliminar
  2. Queremos melhor Braga29 de junho de 2007 às 05:28

    Como esta, muitas mais. Estão lá no progama da JSD.

    ResponderEliminar
  3. Realmente Braga já não é o que era em termos de bandas. Passou da Manchester portuguesa para um quase deserto.

    Mas também se é para termos desilusões como com os Mão Morta, preferimos que não surjam mais bandas assim. Os Mão Morta são sem dúvida a melhor banda que já surgiu em Braga e colocaram o nome de Braga na cena musical. Eram o orgulho de muitos bracarenses. Criativos, interventivos, originais e críticos em relação ao contexto onde estavamos inseridos.

    Hoje vemos um dos elementos mais importantes da banda ser director na câmara da nossa cidade. Envolvido na teia de interesses e vigarices. É mais um para envergonhar a juventudo bracarense.

    Apesar da consideração que ainda merecem o Adolfo e outros como o Sapo (mesmo não sendo de Braga), Mão Morta, não obrigado! Não passam de mais um grupo que apesar de querer transmitir uma coisa, na realidade são totalmente diferentes: são uns vendidos.

    ResponderEliminar
  4. Central Avenue,

    Thanks for visiting
    http://poligions.blogspot.com/

    I wish I could read Portugese. I'm close though: I know a little Latin and I love Bossa Nova!

    Can you teach me a little? How do I say "George Bush is a moron?"

    Civis Americanus

    ResponderEliminar
  5. Pedro,

    Oh another thing, I would welcome your input and/or that of your friends regarding how people in Portugal view Americans. America is lacks any appreciation for how others think.

    Civis

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores