A insuportável vergonha do futebol português

| Partilhar
Mesmo com Valentim Loureiro e Pinto de Sousa arguidos, o futebol português não sai da miséria. Depois do autêntico roubo que sucedeu no Braga-Boavista (para não falar do Paços-Braga), veio mostrar toda a sua incompetência (ou talvez seja outra coisa...) um tal Artur Soares Dias. Vejamos o que diz a imprensa sobre o visado:

«Se há coisa difícil de entender é a vontade que alguns árbitros têm de ser protagonistas e logo pelas piores razões. Esqueceu cartões, permitiu antijogo e, quando quis mostrar pulso, errou na interpretação, acabando por expulsar Castanheira, agravando ainda mais o estado de ansiedades às duas equipas.», O JOGO

«A expulsão de Catsanheira foi apenas o culminar de uma sucessão de decisões disciplinares na raia do ridículo. (...) Se o estádio pegou fogo, a culpa tem nome e a arbitragem sai em tronco nu.», A BOLA

Sejamos claros. Se os adeptos respondessem na moeda que Artur Soares Dias merecia, o Braga seria severamente castigado. E assim o que sucede? Será o árbitro castigado? Será o Braga ressarcido? Não é definitivamente assim que a arbitragem se credibiliza. Pondero muito seriamente juntar-me a todos quantos deixaram de assistir ao futebol. Mas os senhores da Liga não querem saber disto. Enquanto chover o dinheiro de patrocínios não se incomodam com os estados vazios de gente que não quer assistir à falta de vergonha e desfaçatez desta gente.

António Salvador, que pragueja, no português que sabe, contra os sócios e adeptos do S. C. Braga, fala pianinho com os todo-poderosos da Liga. E nós que os aturemos. Até um dia.

2 comentários:

  1. Muito bem. Concordo plenamente. A arbitragem (?) foi uma vergonha. Fomos literalmente ROUBADOS.
    Entretanto surgiu a reacção firme e enérgica de A. Salvador: zero. nada. népias.
    Já estamos habituados. A culpa deve ser dos adeptos.

    ResponderEliminar
  2. agora o jornal A'Bola ja não é imparcial?

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores