Belenenses elimina Bragança

| Partilhar
O clube que está na Liga porque beneficiou de um inaceitável golpe de secretaria, eliminou o Bragança da Taça de Portugal com um golo mal anulado aos transmontanos. Curiosamente, já tinha sido com a ajuda do árbitro que os de Belém tinham ultrapassado o Odivelas.

De quem é a mão que sustenta o Belenenses?

7 comentários:

  1. Se falam do árbito falem do penalty que não marcou sobre o eliseu quando estava 1-1 ou da bárbara agressão ao costinha. Em relação ao golpe de secretaria não falem do que não sabem porque , apesar de não parecer , estamos num país civilizado com regras e leis em que as chico espertezas de fiuzas e mafiosices do major e de sus muchachos têm cada vez menos espaço , porque estamos já todos um bocado fartos....Belém Sempre!!!!

    ResponderEliminar
  2. De quem é a mão que sustenta o Belenenses?

    Meu caro,
    Você é novo.
    Então não vê de onde vem a mão? Eu dou uma ajuda.
    Todos os clubes que no ano passado desceram de divisão (Gil Vicente incluído) ganharam ao Benfica. Dos últimos classificados, o Belenenses foi o único que não ganhou ao Benfica. Obviamente, tinha que ser recompensado.

    Caro Álvaro Santos,
    Mas então não era isso precisamente que o Gil Vicente defendia? Que se pudesse, como é normal num país civilizado, recorrer aos tribunais, para que estes pudessem aplicar as regras e as leis?

    ResponderEliminar
  3. Carissimo Funes,

    essa teoria da conspiração em relação aos lamps é , com todo o respeito e consideração, um bocado rebuscada.
    Queira saber que o ano passado empatámos no lampionário e só não ganhámos no restelo porque ficaram alguns penaltis por marcar tendo inclusivé o árbito da altura , sr. pedro henriques , reconhecido os seus erros...caso tivéssemos ganho nem teria sido o Belém interveniente no caso Mateus...

    Em relação ao sr. Mafiuza compreendo que não esteja a par de tudo o que se passou , já que , não terá vivido tão intensamente o desenrolar de todo o processo da maneira que nós belenenses e gilistas vivemos mas recordo só 2 ou 3 pontos:

    1-as leis existem e são claras os clubes de futebol não podem tratar assuntos desportivos em tribunais civis ( não quero alongar muito este commente mas , por favor, não me venha dizer que não se tratave de um caso deportivo...)

    2-o sr. fiuza tinha a perfeita noção de que o jogador em causa não podia ser incrito, razão pela qual, paços de ferreira e vitória de guimarães não o contrataram. Pergunto não se devirtuou a verdade deportiva contratando mateus...é ke se o vitória o tivesse contratado talvez não tivesse descido de divisão , é ke o mateus num dos jogos ke fez marcou o golo decisivo na vitória do gil contra a académica ( embora não fosse a sua utilização que estivesse em causa....)

    mas como o sr. mafiuza é mais esperto que os outros lá o inscreveu RECORRENDO A UM TRIBUNAL CIVIL para homolgar a sua incrição O QUE NÃO É LEGALMENTE POSSÍVEL Á LUZ DAS LEIS DO FUTEBOL.

    Mafiocises:

    a) Não acham estranho que o tal filho do dirigente do gil numa semana ache que deve ficar de fora da votação e na semana seguinte volte atrás sabendo de antemão que os outros decisores iriam votar unanimemente a descida do gil.

    b)Não se questiona o facto de um dos juízes ter numa semana uma opinião e na outra virar o seu sentido de voto??? Ninguém , mesmo que ao de leve, questiona porque este homem fez isto?

    c)É normal um juíz na véspera de uma reunião decisiva ter-se demitido deixando o conselho sem quorom ( é claro que convém situar a questão no tempo , eleições novo conselho , etc)

    d)Por fim , e desculpem o testamento , quantas vezes é ke já foi dado razão ao gil quer em tribunais civis quer em tribunais desportivos?

    Cumps,

    ResponderEliminar
  4. Meu caro,

    Obviamente, a minha teoria da conspiração era uma brincadeira.
    Já não o era a segunda parte.
    Bem sei que há uma regra da Liga ou da Federação ou da UEFA ou da FIFA (é irrelevante) que diz que não podem tratar-se assuntos desportivos em tribunais civis.
    Esta regra, no entanto, tem que entender-se da forma mais restritiva possível, limitando-a exclusivamente às regras estritas do jogo, no sentido de que não vai recorrer-se para Tribunal, para discutir se determinado fora de jogo foi bem ou mal assinalado ou se determinado golo foi bem ou mal anulado.
    MAS SÓ.
    Ir mais longe do que isto é absolutamente intolerável, porque afecta a própria subsitência da ideia de Estado de Direito.
    Como certamente aceitará, não é admissível que um patrão pudesse escrever nos contratos de trabalho que o trabalhador despedido não podia, em caso algum, contestar o despedimento em tribunal. Ou que num contrato de arrendamento ficasse estipulado o senhorio não podia recorrer a Tribual, mesmo que o inquilino deixasse de pagar a renda.
    E a minha razão absoluta é o próprio Álvaro Santos quem ma dá, ao demonstrar para lá de toda a dúvida, na secção "mafiosices" do seu comentário, que os órgão federativos que devem aplicar a justiça não são passam de uma associação de mafiosos e malfeitores.
    Não me repugna que haja tribunais de competência especializada desportiva. Mas têm que ser tribunais isentos, imparciais e independentes, como todos os tribunais.
    Não órgãos cujos titulares são designados pelos próprios clubes que depois vão julgar em causa própria.

    ResponderEliminar
  5. Mas que pergunta a sua Pedro. O Alvaro Santos responde e bem. Um penalti claro sobre o Eliseu, e um golo anulado ao Bragança, fica ela por ela... " mão que sustenta o Belém". Compreendo o bairrismo mas nem tanto. Tive que esperar 46 minutos para ver só os golos do jogo no canal do Estado, mas a festa dos 103ºanos do benfica teve direito a directo do LFV.

    ResponderEliminar
  6. Carissimo Funes,

    é claro que a interpertação do espirito da lei é livre e pode ser mais ou menos elástica consoante a ideia que defendemos, claro que não concordo com a interpertação que faz , na medida em ke era impossivel respeitar os calendários das competições incompativeis com os timings de decisão dos tribunais....

    por outro lado se impera as mafiosices neste tipo de conselhos muito preocupado fico e , com toda a sinceridade , durante o processo me questionei como é que um JUIZ DESEMBARGADOR, altera a sua posição de voto de uma semana para outra e se demite na véspera de uma reunião tão importante deixando o conselho sem quorom...sinceramente se isto se passa assim na justiça desportiva , questiono se não se passará igualmente na justiça civil , o que me deixa muito preocupado....daí que também não será por aí que a luta do Sr. Mafiuza se justifica já que os membros da justiça desportiva são na sua maior por juizes e advogados...

    as leis alteram-se nos foruns
    próprios, assembleias gerais da liga , fpf, fifa, uefa , etc, a partir do momento em que aí é legislado determinada matéria a partir do momento em qe determinado clube participa numa determinada competição fica implicito que aceita as regras do jogo quer concorde com elas ou não, se eu trabalhar num banco e me sentir mal pago não tenho legitimidade para tirar dinheiro da caixa argumentando que me pagam mal....mal comparado foi isso que aconteceu.

    em relação a de quem é a mão que sustenta o Belenenses deixem-me dizer que lhes sugiro que leiam um pouco a história do meu clube, um clube nascido do povo , dos bairros operários de belém e alcantara , escorraçados das salésias, numa cidade onde somos constantemente preteridos em relação aos outros clubes da cidade , mas somos independentes e com grande orgulho de sermos diferentes.
    ´
    por fim acho ke tão legitimo é dizer-se ke um determinado clube é prejudicado por ser um golo mal anulado , como dizer-se que um penalti que mudaria o resultado do jogo e não foi marcado prejudicou outro...ou acha que alguém falava no suposto golo mal anulado se o resultado fosse de 3-1?

    cumps,

    ResponderEliminar
  7. Carissimo Pedro Morgado,

    só mais um comment em relação ao seu post em ke refere ke já tinha sido com a ajuda do árbito ke tinham eliminado o Odivelas.

    Pois kero-lhe dizer ke , numa tarde de chuva , paguei 10 euros para ir ver o meu Belém para o meio da lama, pelo que acho que tenho legitimidade,ao contrário do meu amigo ke se deve ter limitado a ver os 2 minutos de resumo e a ler as gordas nos jornais, para discordar do ke disse, porke se houve lances duvidosos foi para os dois lados e um dos jogadores do odivelas deu tanta porrada tanta porrada que ao fim de 30 min já deveria estar a tomar banho.

    não jogámos bem , é uma realidade , mas estava lá garceês "el pistolero" para resolver ...pum pum

    Até ao jamor !!!!!!
    Belém sempre!!!!!!!

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores