Pelo Regresso do Eléctrico: JN destaca petição

| Partilhar
O Jornal de Notícias chamou à capa da sua edição Norte a petição que vários cidadãos estão a subscrever no sentido de se proceder ao estudo e planeamento do regresso urgente do eléctrico à cidade de Braga, favorecendo a mobilidade interna da cidade e tornando-a turisticamente mais apelativa.

Pedro Antunes Pereira faz notar que «há assinantes de vários concelhos do distrito de Braga agradados com "uma ideia útil e ecológica que daria à cidade de Braga uma mais-valia não só em termos turísticos, mas também a outros níveis"». A notícia adianta ainda que «a Câmara de Braga, para já, remete-se ao silêncio e não quis prestar declarações sobre as intenções explanadas nesta petição».

Aproveito para anunciar que, ainda na fase de recolha de apoios, a petição será enviada às delegações locais de todos partidos com assento na Assembleia Municipal de Braga, à Associação Comercial de Braga e à Associação Industrial do Minho. Mais tarde, será dirigida ao Presidente da Câmara Municipal de Braga, ainda a tempo de ponderar a inclusão desta ideias no rol de propostas a considerar no âmbito do Orçamento Participativo.

Mais que tudo, o que se deseja é que o lançamento desta simbólica petição Pelo Regresso do Eléctrico a Braga abra caminho para uma verdadeira discussão acerca da premência de se construir uma verdadeira rede de transportes sobre carris na cidade de Braga.

Notícia JN: Petição online reclama regresso dos carros eléctricos
Petição: Para ler e assinar a petição, clique aqui.

5 comentários:

  1. muito bem, pedro morgado! isto é que é mexer.

    ResponderEliminar
  2. para ser sincero não axo k esta seja uma necessidade primente para a cidade...ate pk existem autocarros a fazerem percursos citadinos, com mais conforto k os electricos. numa perspectiva pexoal n gostaria de ver pela cidade os cabos electricos necessários para o funcionamento do mesmo.
    ass: daniel

    ResponderEliminar
  3. se por ventura, daniel, pretendes que o teu discurso seja credivel, escreve em português. Por favor.

    ResponderEliminar
  4. Caro Daniel,

    A solução eléctrico permite, nos dias de hoje, evitar os cabos pendurados.

    ResponderEliminar
  5. Braga compra autocarros de 1995 e coloca-os ao serviço depois de racuchutados numa conhecida empresa de Cabreiros...

    São caros na sua manutenção. São ruidosos,poluidores e grandes, dificultando o fluir do trânsito.

    Porque não um meio de transporte fiel, rápido e ecológico?

    Mas onde iria o município buscar dinheiro para tal investimento?

    Venderia o mamarracho novo? Deitava-o abaixo e distribuía pedra a essa juventude pedrada?

    Bem não é mal pensado, se também tiver que ver com o arranjo de avenidas e ruas para lá da "Avª Central" e da Liberdade...

    Alinho. Gostei da ideia!

    Saudações

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores