César das Neves é tão pós-moderno quanto a Floribela

| Partilhar
A última homilia de João César das Neves não merecia mais comentários para além do que, muito sensatamente, sugere O Jumento: «Arquive-se por cheirar ao mofo das sacristias.» Mesmo assim, sugere-se a avisada leitura de Mais um Serviço Womenage, Sexo pela Pátria, Momento Zen de Segunda e Este Post Não Existe. Boas leituras.

1 comentário:

  1. João César das Neves é o verdadeiro Diácono Remédios. E como ele, uma personagem do humor de ficção. "Ó meusze amigosze, êze ãze..."

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores