Lisboa é Portugal: As Eleições vistas da Paisagem (IV)

| Partilhar
Momento da Noite: António Costa e José Sócrates saúdam as populações do Arco de Baúlhe e do Alandroal que gritam "PS, PS, PS" enquanto agitam compassadamente as bandeiras que lhes entregaram à porta.

Visto isto, não admira que os independentes façam tanta mossa aos partidos. E admira ainda menos que, desde cedo, os carneiros dos rebanhos partidários locais se degladiem em pavlovianas dissertações sobre quem recusa a militância doentia e não prescinde de pensar enquanto espera que os líderes da manada se pronunciem.

O certo é que com 57.907 votos em 524.248 eleitores se fez uma grande festança. A silly season costuma começar a 1 de Agosto. Estas eleições de Lisboa anteciparam-nos o deleite.

5 comentários:

  1. E então... estavam lá pessoas que nem sabiam o porquê de lá estarem...
    Acho muito bem, afinal já que os lisboetas não estavam presentes, há que ir buscar povo de fora para encher a sala, senão até parecia mal!

    ResponderEliminar
  2. Uma coisa que eu tb achei estranha é que a SIC referiu-se ao mandatário de António Costa como mandatário nacional... Acho que com tantas pessoas de outros sítios começaram a ficar confusos lol

    ResponderEliminar
  3. Estas eleições provoram que nem os "tais independentes" conseguem mobilizar os cidadãos. O pecado original está nos protagonistas políticos!

    ResponderEliminar
  4. Pobre país, este! A lição da governança salazarenta foi bem aprendida por uns tantos ditadores. Porque sabem copiar o que de pior tinha a ditadura: mostrar o contrário do que era a realidade.
    Cabeceiras de Basto precisa de respirar. Já chega de tanta cobardia! O autarca nacional-socialista lá do burgo não engana ninguém. É um dos maiores seguidores deste regime claustrofóbico em que Portugal mergulhou. Ouçam como vivem os cabeceirenses que ousam não curvar a cerviz perante o ditador local.
    GC

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores