Causas do Nosso Atraso e Urbanismo Caótico

| Partilhar
Há coisas que não se compreendem. Além do que já se sabe (o urbanismo bracarense e minhoto é um caos demasiado real), a visita que os estudantes de Direito da Universidade do Minho realizaram desvenda as coisas estranhas que, invariavelmente, justificam muito do nosso atraso estrutural: «Este terreno foi vendido a uma empresa privada de construção por 4,5 milhões de euros, por uma entidade estatal, como Reserva Agrícola. Um ano depois, valia 12 milhões e a reserva agrícola deixava de existir: o encanamento do rio existente resolveu o problema».

Como houve um negócio destes, imagino que possam existir, por esse imenso Portugal, súbitas e injustificadas alterações dos Planos Directores, desvios convenientes de rios, autorizações de projectos estranhos e desenquadrados e cedências ruinosas de espaços públicos para construção de infra-estruturas privadas. Não sei o que há. Será que o senhor Procurador Geral da República sabe?

9 comentários:

  1. O senhor Procurador prefere investigar o Porto-Amadora.

    ResponderEliminar
  2. O senhor Procurador Geral da República deveria, a talho de foice, mandar investigar o corpo da notícia do JN. Então chama-se à 1ª página o nome de Guimarães e não se apresenta um único exemplo de mau urbanismo neste concelho?!...

    Coitados dos que só costumam ler as «gordas».

    ResponderEliminar
  3. Só agora é que falam nisto??? Este já era...muitos novos se preparam com o apoio da ignorância e comodismo de TODOS os bracarenses. A culpa disto é dos bracarenses: o povo mais ignorante e comodista que existe.

    Eu sou bracarense..contra mim falo.

    Braga=Caso perdido

    ResponderEliminar
  4. OK, Braga está mal, mas alguém supõe o resto do país está melhor?

    ResponderEliminar
  5. Claro que sabe, Pedro.

    Só que não faz nada porque é desta maneira que se financiam as campanhas eleitorais.

    Assunto também pertinente para o Norteamos. Aliás, Rui Rio chegou ao poder em 2001 para combater este tipo de coisas. Entretanto mudou de opinião...

    ResponderEliminar
  6. O que se verifica é análogo às distorções provocadas noutros sectores económicos por um sistema político-económico-judicial que permite todo o tipo de intervencionismo e arbitrariedades em nome do "interesse público". Socialismo.

    ResponderEliminar
  7. Braga está muito...

    Será que a máfia Siciliana não ficaria envergonhada em braga?

    Pedro Morgado, uma vez que o teu blogue tem um sucesso considerável, porque não colocas um post, acerca da falta de investigação , inqéritos em Braga..

    O desinteresse que tão afincadamente apregoas pelos media, emj relação a Braga é aqui mais do que visivel...

    ResponderEliminar
  8. Um dia destes vai chover um pouco mais e o rio encanado vai transbordar e inundar as casas. Os proprietários irão dizer que a culpa é da Câmara e vão exigir indemnizações. De um modo indirecto, têm razão.

    ResponderEliminar
  9. Não é preciso esperar por "um dia destes"! O rio encanado já galgou, efectivamente, as suas margens para os lados do parque industrial de Celeirós. Corria o ano de 2000. Nos anos seguintes a situação manteve-se e só devido à diminuição de pluviosidade e Invernos menos rigorosos nos últimos 2 anos é que tal situação não se tornou a repetir! A cena insólita de pessoas e equipamentos industriais a serem evacuados em camiões chegou a passar-se na nossa pacata cidade, onde parece que nada acontece! Só não vi foram as notícias nos jornais! Coincidências...

    ResponderEliminar

Antes de comentar leia sobre a nossa Política de Comentários.

"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores