Braga é do Braga!

| 38 Comentários | Partilhar
adeptos braga
© A Bola

Braga é uma cidade de portas abertas. É sempre com gosto que recebemos quem nos visita para aqui passear, comer, dormir ou divertir-se. A noite de hoje não será excepção: os adeptos do Benfica que aqui chegam de Vila Verde, Ponte de Lima, Cabeceiras de Basto, Vila Real, Bragança, Porto, Aveiro ou Lisboa para ocupar os cerca de 15.000 lugares que os sócios e adeptos do Braga deixaram vazios serão muito bem vindos. Em primeiro, porque não sabemos receber de outra maneira e, em segundo, por conscientes do país que temos sabemos que o dinheiro que pagaram pelos seus bilhetes é importante para o crescimento sustentado do Sporting Clube de Braga..

Ao contrário do que possa pensar-se, o jogo de hoje é muito mais importante para o Benfica do que para nós. O Braga está bem consciente da realidade e sabe que ainda não chegou o tempo de se intrometer na hegemonia cinzenta dos chamados três grandes do futebol português. Com muito realismo e dada a distância a que já estamos do quarto e quinto classificados, os três pontos que estão em jogo até podem nem ser decisivos para os objectivos do clube nesta época.

O que se deseja é um bom jogo de futebol, condicente com a época que as duas equipas estão a fazer e sem as manigâncias que já se viram noutros jogos. Aconteça o que acontecer, uma coisa é certa: por muito que alimentem a conversa fiada de outros tempos, só há um resultado que satisfaz a cidade. É que, contra tudo e contra todos, Braga é cada vez mais do Braga.

Sexo Oral Aumenta a Duração da Cópula

| 2 Comentários | Partilhar


O sexo oral, uma prática tão mal tratada pelas mentes que tanto gostam da censura dos supostos comportamentos anti-natura, é frequente nos humanos mas surpreendentemente rara no mundo animal. Um grupo de investigadores chineses descreveu, pela primeira vez, este tipo de comportamento em animais não primatas.

O grupo liderado por Libiao Zhang do Guangdong Entomological Institute não só descreveu a prática como também as vantagens da mesma na melhoria da performance sexual dos pequenos morcegos da fruta durante a cópula dorsoventral. Os investigadores concluíram que 70% das fêmeas dos morcegos da fruta praticam sexo oral nos seus parceiros machos e que a duração do sexo oral correlaciona-se com a duração da cópula vaginal - quanto mais tempo durar o fellatio, mais tempo dura o coito vaginal.

A natureza não pára de nos surpreender.

Projectos para a Cidade

| 3 Comentários | Partilhar
«A partir de 11 de Maio de 2011, o centro histórico de Braga, perderá cerca de 10.000 pessoas/dia, que trabalham, tratam da saúde, visitam e vivem do Hospital de S.Marcos.» [Abílio Vilaça, RAM]

Esta pertinente reflexão de Abílio Vilaça chega com alguns meses de atraso e deixa-nos a sensação de que as campanhas eleitorais se alimentam do folclore mediático para não discutir nada do que interesse. Ter um projecto para a cidade incluía, necessariamente, perspectivar o futuro do centro da cidade sem o hospital. Não consta que alguém o tenha feito.

Os Bons Exemplos e as Más Práticas

| 1 Comentário | Partilhar
Na passada semana tive oportunidade de entrevistar para a Rádio Universitária do Minho, o director da orquestra de jazz do Município da Nazaré , maestro Adelino Mota que me falou da pujança do jazz nesta região, revelando-me o seu embaraço perante o elevado número de músicos na Nazaré que ainda não tendo qualidade para participar na orquestra (relembro que uma orquestra de jazz possui habitualmente 18 elementos) teria que formar outros combos capazes de motivar estes jovens músicos. A referida orquestra já participou na festa do jazz que regularmente tem lugar no mês de Abril, onde são dados a conhecer os músicos , projectos e combos de escolas que felizmente pululam pelo nosso País , do Porto a Setúbal , de Sines à Madeira , do Algarve a Alcobaça. E Braga? Pois é , radiantes com o facto da cidade ter um sem número de bandas de garagem , editoras e grupos com algum renome a defender, a verdade é que não temos músicos de jazz para constituir um quarteto, quanto mais uma orquestra. È claro que a festa do jazz pode bem passar sem Braga, o que é pena , para não chamar outra coisa , é que Braga não veja no jazz uma forma de cimentar a existência de músicos de qualidade, produzindo projectos diferenciados , capazes de mobilizar todos aqueles que se interessem pela música independentemente dos rótulos ou formações académicas. É claro, que podemos sempre satisfazer - nos com a sala de ensaios do 1º de Maio , mas não deixa de se reduzir a música a uma “juvenialização “ geracional ou seja a verdadeira arte é feita de outra massa e, nesse domínio muito há a fazer na cidade de Braga.

Escrito por José Carlos Santos

Uma Avenida no Centro do Jazz

| 2 Comentários | Partilhar
José Carlos Santos é, como alguém lhe chamou com muita propriedade, «o homem do BragaJazz». Os vinte anos de "Só Jazz" na Rádio Universitária do Minho fazem dispensar grandes apresentações daquele que é um dos nomes mais proeminentes na divulgação do Jazz em Portugal. O projecto cultural do Espaço Pedro Remy a que se entregou mais recentemente tem somado êxitos, convertendo a Rua Gualdim Pais num dos pólos de cultura mais atrevidos e bem sucedidos do Minho e do País.

Com toda a autoridade de quem empreende com sucesso, José Carlos Santos escreve a partir de hoje no blogue Avenida Central, trazendo bons sons às nossas leituras.

Admirável Mundo Novo

| 2 Comentários | Partilhar
O protótipo PETMAN, nome que ironiza em tradução literária "homem de estimação", é o primeiro robot que deambula como uma pessoa. As semelhanças são tais que perturbam. É também ele uma nesga aberta a um futuro cada vez mais próximo onde, para o bem e para o mal, as máquinas hão-de substituir o Homem em muitas das suas tarefas. Espera-se, a bem da espécie, e o mesmo não se fala da inteligência, que nunca o substituam por inteiro. via [Público]

Do Riso e do Descaramento

| 23 Comentários | Partilhar
O patrão da arbitragem da Liga Sagres continua a sua saga provocatória relativamente aos clubes que publicamente se opõem à sua continuidade no cargo. Depois da nomeação de Lucílio Baptista, Vitor Pereira escolheu Jorge Sousa para o jogo entre Braga e Benfica. Para quem não se lembra, Jorge Sousa é o árbitro do último União de Leiria-Benfica, jogo em que se enganou duas vezes... a favor do Benfica. Já só nos resta rir.

Nobel de Economia e Modelos de Governação

| 2 Comentários | Partilhar
2009 Nobel economics laureate Elinor Ostrom
© aschweigert, Elinor Ostrom com Reitor da Universidade de Indiana

Este ano os consagrados pelo Prémio Nobel da Economia foram Elinor Ostrom e Oliver Williamson, dois norte-americanos, sendo Elinor Ostrom a primeira mulher a ser distinguida com este prémio. Estes dois académicos foram distinguidos pelos seus trabalhos de investigação sobre “governance” (ou governança) em economia.

Nesta crónica quero relacionar os motivos da atribuição do Premio Nobel à necessidade de aprofundar a cooperação institucional entre Governos (Locais e Nacionais) e a Sociedade Civil, a promoção da Cidadania Activa e a Regionalização.

Mas antes, quero destacar o trabalho de Elinor Ostrom por ter desafiado o status quo daqueles que defendem que “a propriedade comum é mal gerida e que deveria, por isso, ser completamente privatizada ou regulada por autoridades centrais”. Baseando em experiências reais, conclui que a propriedade comum pode ser bem gerida com sucesso por associações. Ou seja, retira algum “endeusamento monoteísta” ao mercado, mostrando que há instituições que resolvem o problema da utilização e da distribuição melhor que o mercado. A sua obra debruça-se sobre a gestão de recursos naturais, como bancos de pesca, pastos, reservas florestais ou águas subterrâneas e conclui que são melhor geridas de forma comunitária do que sob um ponto de vista empresarial.

Por outro lado, o trabalho de Oliver Williamsom mostrou que os mercados e as organizações hierárquicas, à imagem das empresas, têm estruturas de gestão alternativas que diferem na forma de resolver conflitos de interesses. Por outro lado, propôs-se a esclarecer por que algumas transacções ocorrem dentro das empresas e não nos mercados, e concluiu que as organizações hierárquicas emergem quando as transacções são complexas ou não standards, e quando as partes são interdependentes. Um dos exemplos dados é duma central eléctrica de carvão que tem claramente o incentivo e vantagens de ser proprietária de uma mina, mesmo que para isso o preço da matéria-prima seja superior.

Modelos de Avaliação

| 7 Comentários | Partilhar
«A Fenprof enviou esta manhã uma carta à nova ministra da Educação, Isabel Alçada, pedindo a suspensão urgente do modelo de avaliação» [Público]

Depois de tantos meses de luta, o país continua por saber qual é o modelo de avaliação que a Fenprof defende. A menos que aquela proposta da auto-avaliação fosse para levar a sério...

Louva-a-Deus | 2

| 1 Comentário | Partilhar
bicho2
© Dario Silva, 28-08-2009

Saramago à espera do comboio. Azambuja, Linha do Norte.

Louva-a-Deus

| 5 Comentários | Partilhar
bicho
© Dario Silva, 22-10-2009

Louva-a-Deus na Senhora das Dores, Linha do Minho.

George da Silva

| 0 Comentários | Partilhar
No esforço mediatista de apelar ao bom senso dos profissionais de saúde que desdenham a vacina de noé, Francisco George tomou a sua dose em directo com braço, agulha e tudo. Não sendo a mesma coisa, ainda lembrou aquele Ministro que comeu a mioleira de vaca.

Projectos 23 | Novo Hospital de Braga

| 2 Comentários | Partilhar
Hospital de Braga
© Escala Braga

O novo Hospital de Braga está a crescer junto à Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho. Será inaugurado no primeiro semestre de 2011.

Mateus 22:21

| 14 Comentários | Partilhar
«Os senhores padres e bispos, cheios de dons atrás do nome – coisa que ainda não consigo perceber –, vieram a terreiro condenar a prioridade dada à legalização do casamento entre homossexuais. Dizem que «preparam uma resposta» e até se vão reunir em Fátima daqui a uns dias. Eu por mim, acho muito bem que os senhores padres e bispos, mais os seus dons atrás do nome, se divirtam em concílios destes, fingindo que o Estado ainda não é laico e que ainda mandam alguma coisa. Preocupante, preocupante, é que a população portuguesa em geral e a classe política em particular lhes dê algum tipo de importância a não ser aquela que é devida aos comuns cidadãos.

É extraordinariamente interessante que os senhores padres e bispos ainda não tenham percebido que quem decide os contratos civis são os civis e quem decide as matérias religiosas são, por sua vez, os religiosos. Foi Jesus quem o disse e Mateus quem nos fez saber – e julgo que pelo menos esta parte da Bíblia será para ler de uma forma literal. Que os senhores padres e bispos, mais os seus dons antes dos nomes, não queiram, em Igrejas, celebrar matrimónios entre homossexuais, é com eles. Não me interessa. Não nos interessa. O que é importante é que não abusem da sua influência junto de uma boa parte da população, tentando decidir, eles próprios, matérias políticas.»

Texto ostensivamente roubado ao Tiago Moreira Ramalho do Corta-fitas.

Ninguém Pára o Lucílio

| 59 Comentários | Partilhar
«O Braga foi claramente superior, mas não conseguiu ultrapassar um Rio Ave que, neste jogo, pode agradecer boa parte do empate a um erro do árbitro Lucílio Baptista. O resultado ficou-se, contudo, a dever-se também em parte a uma defesa extraordinária de Carlos e a um erro grosseiro do árbitro Lucílio Baptista (apita de mais e, normalmente, mal) que deixou passar em claro uma falta de João Tomás sobre Moisés.» [Público]

Em Março passado, Lucílio Baptista cometeu um erro grave que roubou a Taça da Liga ao Sporting. Na sequência do erro, o árbitro pediu desculpas mas para a história há-de contar uma Taça perdida. Sete meses volvidos e nenhuma consequência adequada conhecida, o mesmo árbitro quebra uma série de sete vitórias consecutivas do Sporting de Braga e entrega um golo claramente irregular ao Rio Ave numa partida que, a ser escrita com justiça e com verdade, permitia ao Sporting de Braga manter a liderança isolada do campeonato e registar a oitava vitória consecutivo, registo só obtido por Sporting e Porto no arranque de um campeonato nacional.

Ao validar um golo precedido de falta evidente de João Tomás e ao esquecer-se de assinalar uma grande penalidade por pontapé em Mossoró, Lucílio Baptista escreve uma história que é novamente viciada e que tem os mesmos beneficiários que teve o engano da Taça da Liga. É caso para perguntar de quem é a mão que não pára este Lucílio...

A ler: «Toda a gente viu falta no primeiro golo», MaisFutebol; «O jogo ficou marcado por um lance de falta», MaisFutebol; Moisés é claramente carregado em falta por João Tomás, MaisFutebol; João Tomás fez falta sobre o defesa Moisés, A Bola; Erro do árbitro trama líder, Jornal de Notícias.

Adenda: «O árbitro Lucílio Baptista, esse mesmo da tão falada final da Taça da Liga da época passada, deixou passar o lance, sancionando o golo»; O Rio Ave fez 31 faltas e recebeu dois (!) cartões amarelos; Na segunda parte foram feitas seis (!) substituições e muito anti-jogo - o árbitro deu três (!) minutos de descontos; Quando ouvirem Vitor Pereira dizer que os árbitros erram cada vez menos, não pensem que ele é cego - a arbitragem de hoje deve ter deliciado o patrão da miséria de arbitragem desta Liga.

Fãs, Dizem Eles

| 5 Comentários | Partilhar
OMG *-*© Graça das Graças

Os verdadeiros intentos da maior parte daqueles que integraram as filas para adquirir bilhetes para a segunda data dos U2, em Coimbra, revelam-se no site de classificados OLX.

5 mil euros por um bilhete é quase tanto como um ano de salário minímo.

Anti-Projecto

| 0 Comentários | Partilhar
A moratória que Manuela Ferreira Leite e os seus correlegionários inventaram contra Pedro Passos Coelho, mais do que hipotecar a acção do partido nos próximos meses demonstra que este PSD não anda atrás de um projecto mas de um anti-projecto.

Crescer Sob Ameaça

| 8 Comentários | Partilhar
«Era Inverno e a noite fez o Colégio Militar mergulhar numa escuridão gelada. Vestido só com um fato de banho, R. foi molhado com água fria, levado para um local isolado e deixado em sentido. Tinha apenas 13 anos e sentiu frio. Frio e medo das ratazanas. Durou apenas uma hora, no final de 2005, mas uma hora assim não se esquece facilmente.» [i]

Há uns tempos, um amigo militar [a tempo inteiro] explicou-me como é que se impede que alguém não desejado prossiga a carreira militar. Ainda que possa ser um homem de carácter hirto e face impoluta, aquele que não cair nas boas graças da companhia está condenado à tortura social, psicológica e, em alguns casos, física mais malévola e boçal.

Tal como nos meios militares, também nas escolas alastra uma violência inter-pares que tecnicamente denominamos bullying e cujas consequências psíquicas para as vítimas são potencialmente nefastas. A ausência de estratégias para limitar os fenómenos de bullying é uma falha importante do sistema de ensino, agravada pelo facto dos agressores se esconderem atrás de um autêntico muro de silêncio tantas vezes protegido institucionalmente.

Outro fenómeno que merece aprofundada reflexão são as praxes académicas, impregnadas de abusos, coações e ameaças que, embora não sendo a regra, assumem contornos pouco dignificantes para as instituições de ensino superior.

Todos estes fenómenos têm em comum a cultura da discricionariedade e do medo, elementos tão idiosincráticos da nossa cultura portuguesa e condimentos tão relevantes nos contextos mais conservadores. O que se espera é que a moratória a que a sociedade se condenou na sequência das primeiras denúncias de violência doméstica não se repita nestas matérias. O pior que nos poderia acontecer é sabermos que quem cresce sob ameaça não tem a competente protecção jurídica do Estado português.

O XVIII Governo Constitucional

| 2 Comentários | Partilhar
Habitual Crónica de Luís Soares

No dia de ontem, o Partido Socialista divulgou a sua proposta para o XVIII Governo Constitucional da República Portuguesa. Num Governo sem maioria absoluta, confirmou-se que algumas das pastas ministeriais mais agastadas foram revistas (Educação; Cultura; Agricultura; Justiça; Ambiente).

À parte da Cultura, pasta que, naturalmente, preocupará os Vimaranenses, pelo facto da CEC2012 ser abrangida por esta legislatura, é no ministério da Educação, o mais controverso do anterior Governo, que estará o trabalho politicamente mais complicado.

Para o desempenhar, José Sócrates escolheu Isabel Alçada. Reputada escritora, destacou-se com os livros da Aventura que me acompanharam toda a minha infância. A nova “Aventura” de Isabel Alçada é desde logo, pacificar um sector que esteve no anterior mandato em guerrilha constante, promovida em parte, pela inabilidade político-comunicacional de uma ministra que se dispôs a revolucionar a educação, sem os seus profissionais, e em maior parte pelos Sindicatos dos Professores, alguns deles, notoriamente “marionetados” pelos PCP.

Incêndio no Centro Histórico de Guimarães

| 4 Comentários | Partilhar
© Direitos Reservados
© GuimarãesDigital
Este é o segundo incêndio no centro histórico de Guimarães no espaço de seis meses. Em Março deste ano, um fogo num prédio situado na travessa de Camões, também junto ao Largo do Toural, destruiu sete habitações e deixou 11 pessoas sem casa. [Público]

Felizmente sem qualquer ferido mas, segundo o jornal Público, com cinco famílias desalojadas, o incêndio deste início de tarde na zona tampão do Centro Histórico de Guimarães, Património Cultural da Humanidade, volta a levantar a questão da segurança da construção. Pessoalmente defendo que, no restauro destes edifícios, devem continuar a ser usados os materiais originais, mas reforçadas as medidas de prevenção e detecção dos sinistros, assim como melhorada a acessibilidade aos meios de socorro.

Refira-se, ainda, que a zona tampão do Centro Histórico sofrerá uma intervenção em breve, no âmbito da Guimarães Capital Europeia da Cultura 2012.

Eu Não Acredito em Bruxas

| 14 Comentários | Partilhar
João Pereira tem sido um jogador fundamental na estratégia do Sporting de Braga. Se vir um cartão amarelo no próximo Sábado, o lateral direito falha o jogo seguinte com o Benfica. A que propósito escreve o Record sobre a não renovação do contrato do jogador numa semana tão decisiva?

Mundos do Nosso Mundo

| 3 Comentários | Partilhar
«O estádio Qemal Stafa está em más condições de higiene, com os lavabos públicos abandonados e frequentemente sem água, e não existem casas de banho para mulheres porque, segundo as autoridades desportivas albanesas, "não são necessárias, já que o estádio só é frequentado por homens".» [O Jogo]

Acontece no Minho | 40

| 3 Comentários | Partilhar
Nelson Cascais - Contrabaixo
© LJSS, Nuno Cascais

"L'Angelica” Serenata per musica (ópera)
[23 de Outubro, 21h30m. Casa das Artes, Famalicão]
Composta em 1778 e baseada num libreto de Pietro Metastasio esta foi a primeira serenata realizada por este compositor ao serviço da corte de D. Maria, por sinal dedicada à sua irmã, Maria Benedita e executada no Palácio Nacional da Ajuda e no Palácio de Queluz. Conta a história de como Angelica jurou o seu amor ao poderoso Orlando para acalmar os seus ciúmes e assim poder fugir com o seu amado Medoro.

Domingo (música)
[23 de Outubro, 23h30m. Velha-a-Branca, Braga]
Tudo começou acidentalmente, quando Anna, a rapariga de olhos negros, escreveu algumas canções para o seu namorado de barba ruiva, Samy. Talvez cegamente apaixonado, ele disse-lhe para as cantar. Então Anna trabalhou nas suas músicas folk enquanto Samy fez os arranjos sonoros. Domingo é um duo feito em casa, de onde nasceram pérolas musicais.

Quarteto de Nelson Cascais (jazz)
[24 de Outubro, 22h. Espaço Pedro Remy]
Nelson Cascais (na foto) é hoje um dos nomes mais sonantes no cenário do jazz nacional. Além de contrabaixista dotado de um som extremamente individual e de um apurado sentido de interacção, Nelson Cascais é um dos mais distintos compositores do jazz contemporâneo, qualidade à qual se junta a capacidade de, enquanto líder, fazer aflorar as mais importantes virtudes dos seus companheiros de grupo. Neste concerto apresenta temas de “Guruka”, o novo disco que vem acentuar o já notável reconhecimento do contrabaixista como compositor e bandleader. Reservas através do número 253610300.

Ana Moura (fado)
[24 de Outubro, 22h. São Mamede, Guimarães]
Ana Moura está de volta com um novo disco. ‘Leva-me aos Fados’ é o quarto álbum de estúdio da fadista, o sucessor do multi-galardoado ‘Para Além da Saudade’ (2007). ‘Leva-me aos Fados’ conta com uma lista de participações de luxo de onde se destacam José Mário Branco, Gaiteiros de Lisboa, Manuela de Freitas, Amélia Muge e Tózé Brito. Tal como os anteriores, tem a produção de Jorge Fernando.

Talk Show (dança)
[24 de Outubro, 22h. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães]
“Talk Show”, o mais recente espectáculo do conhecido coreógrafo Rui Horta, é uma obra para quatro intérpretes e duas colunas de som. Um questionamento sobre o corpo enquanto sistema comunicante e sobre o seu desaparecimento ao longo da vida no território maior da sua evidência, o amor. "Talk Show" é um road movie do corpo. Uma viagem onde a memória se inscreve no decifrar do passado e no momento do ajuste de contas, face ao futuro. Um exercício de curiosidade e inquietude perante o desconhecido. Quando o corpo se apaga, o que resta?

Eu Sonho com uma "Braga Smart City"

| 18 Comentários | Partilhar
Praça da Republica - Arcada
© moacirdsp

Escrevo-vos sobre este tema, porque hoje foi a tomada de posse do novo executivo do Município de Braga, iniciando-se um novo mandato e que terminará em 2013. Antes de tudo, quero felicitar o Eng. Mesquita Machado pela sua (re)eleição para Presidente de Câmara e o PS pela sua vitória eleitoral. Ao mesmo tempo que desejo a todos os eleitos o maior empenho.

Eu sonho com uma "Braga Smart City", porque se estivesse no lugar de Presidente de Câmara, mantendo todas as prioridades seguidas e o próprio programa eleitoral submetido, sonharia e empenhar-me-ia com o desenvolvimento deste conceito.

É verdade que o desenvolvimento deste conceito, actualmente, só é possível concretizá-lo, porque no passado acertou-se nas prioridades e empreenderam-se as medidas correctas. Também é verdade que o investimento efectuado no projecto Braga Digital servindo a cidade com banda larga (e não só), o projecto académico e de investigação de qualidade desenvolvido pela Universidade do Minho, a instalação do Laboratório Internacional de Nanotecnologia (LIN) em Braga possibilitam pensar no passo seguinte, num passo ambicioso e que em parte está contemplado no programa eleitoral que o PS submeteu a sufrágio.

O que é isto de "Braga Smart City"? Antes de mais, reconheço que é bastante ambicioso, mas Braga merece. Trata-se de ser uma cidade que se afirme como uma Cidade de Ciência, uma Cidade Tecnológica, uma Cidade de Conhecimento, uma Cidade Criativa, uma Cidade Empreendedora. Ou seja, uma Cidade que ao aproveitar a existência do projecto académico da Universidade do Minho, a existência do LIN e o suporte tecnológico de banda larga existente, consiga transformar e alavancar a nossa economia, sociedade, cultura e ambiente com criatividade, inovação e conhecimento. Consiga reter e captar as designadas classes criativas e afirmar-se também como uma Cidade Criativa.

EuroIdiotas

| 38 Comentários | Partilhar
Descontente com a opinião de José Saramago sobre a Bíblia, Mário David, um eurodeputado eleito pelo PSD, sugeriu ao escritor que renunciasse à nacionalidade portuguesa. Fica mais uma vez demonstrado que nem os eurodeputados estão imunes à idiotice. Antes pelo contrário.

A ler: Saramago e o taliban, por Rui Bebiano.

Adenda: Para memória futura, registe-se que há um eurodeputado português que entende que «se a outorga do Prémio Nobel o deslumbrou, não lhe confere a autoridade para vilipendiar povos e confissões religiosas, valores que certamente desconhece mas que definem as pessoas de bom carácter.» No fundo, para além de sugerir a expulsão de Saramago, o que Mário David diz é que as pessoas de bom carácter são aquelas que partilham os seus valores. Que grande vergonha a minha por estarmos tão mal representados no Parlamento Europeu.

O Cimento Do Tua

| 5 Comentários | Partilhar
Receando estar a invadir território do Dario Silva, não posso deixar de colocar aqui o trailer do que parece ser mais um excelente documentário do Jorge Pelicano, autor do aclamado "Ainda Há Pastores?", de 2006.

O novo trabalho, intitulado "Pare, Escute, Olhe" debruça-se sobre a Linha do Tua, numa altura em que é certo que o "cimento" da nova barragem, cuja empreitada se inicia em 2010, vai submergir todo, ou parte, do traçado, dependendo da cota que for escolhida para a albufeira.

A entrada, servida em forma de trailer, simboliza aquilo que o Dario vem defendendo nas suas intervenções. O comboio deixou de ser prioridade há vários anos, quando em confronto com os interesses das grandes empresas, e não só. Veja-se bem as imagens dos políticos a defender a necessidade de investir no caminho-de-ferro: Cavaco é um jovem e o seu filho ainda tem um peluche, um urso, para brincar. Muito tempo, de facto.

Aqui fica o vídeo que abre o paladar para o documentário que foi hoje exibido na Culturgest, integrado na Competição Nacional do DocLisboa 2009.

Contra a Discriminação

| 5 Comentários | Partilhar
A sociedade é que se encontra doente porque apenas sabe aceitar a heteronormatividade. Num mundo em que parece que existe sempre uma dicotomia, em que a norma e o desvio parecem sempre necessários para justificar os comportamentos, é necessário protestar com vista à desconstrução do binarismo de género.

A campanha internacional STOP PATOLOGIZAÇÃO TRANS questiona e abala os dispositivos de controlo e o próprio sistema de género. Visa excluir a transsexualidade do Manual de Diagnóstico e Estatística das Perturbações Mentais (DSM-IV-TR) da Associação Americana de Psiquiatria (tipificada actualmente como uma perturbação da identidade de género).

Esta campanha é extremamente necessária porque as pessoas devem poder escolher a sua vida e o seu corpo. Não devem ser marginalizadas por isso. Porque a luta a travar contra posições essencialistas ainda é muito grande, no passado sábado, dia 17 de Outubro, foi lançada publicamente a campanha em vários países. Em Portugal, várias pessoas juntaram-se em Lisboa, para dizer não à estigmatização, para dizer que não existe a "normalidade" e a "anormalidade", para lutar por uma sociedade mais justa, mais democrática, com vista ao bem-estar de tod@s.

Mais informações aqui.

José Saramago Lança Novo Livro

| 18 Comentários | Partilhar
Todos los nombres
© tsumi

Caim é o título da obra mais recente do Nobel português, José Saramago. Apesar de entender que «a Bíblia é um manual de maus costumes», Saramgo garante que o livro não vai incomodar os católicos porque não lêem a Bíblia.

Dia Europeu da Depressão

| 0 Comentários | Partilhar
No vídeo desta semana, o blogue Avenda Central associa-se ao Dia Europeu da Depressão (17 de Outubro) e divulga o trabalho conjunto de Mariza e Boss AC para o Movimento UPA 2008.

O Crime de Ermelo

| 0 Comentários | Partilhar
18 de Outubro. Com as eleições para a Câmara dependentes da votação de Ermelo, o PS confirmou a vitória no município de Mondim de Basto após recolher mais 30 votos que o CDS-PP.

13 de Outubro. O Partido Socialista anuncia que desiste da candidatura à Assembleia de Freguesia de Ermelo. O suspeito continua a monte.

12 de Outubro. Clima de tensão em Ermelo, no dia depois do culminar sangrento de uma guerra familiar que durava há mais de 20 anos.

11 de Outubro. O dia eleitoral acorda com a notícia de um crime em Ermelo, uma pequena Freguesia do Concelho de Mondim de Basto. Ainda antes de se iniciarem as votações, o candidato do PS atingiu mortalmente com um tiro de caçadeira o marido da candidata do PSD. As eleições foram adiadas e o Presidente da República lamentou o acto.

"Temos Ali Um Cancro"

| 23 Comentários | Partilhar
tadimneve
© Dario Silva, 09-01-2009. Neve na Estação de Tadim.

Tadim, 47 km a montante de Porto Campanhã, é um ponto da recta imaginária que liga Porto a Braga, logo realidade indissociável tanto do Porto como de Braga. A Linha do Minho e o Ramal de Braga são uma das consubstanciações físicas de uma rede perceptível de ligações afectivas, de fluxos, tanto de gentes como de ideias, que queremos cada vez mais forte.

"Temos Ali Um Cancro" Ou Carta Aberta à Junta de Freguesia de Tadim
Foi mais ou menos com estas palavras, e sem conseguir fugir ao sentido mais negro e temerário que as mesmas conseguem transmitir, que José Manuel Cunha, presidente da Junta de Freguesia de Tadim, se referiu recentemente à secular estação ferroviária da freguesia a que preside há 24 anos.

O feito aconteceu no passado dia 8 de Outubro num comício da campanha eleitoral, dias antes da sua reeleição para mais um mandato à frente da instituição que melhor representa os interesses e vontades e riquezas da freguesia.

Pese embora eu não ter estado presente nesse comício, assumo que o presidente da Junta (re-candidato) se estivesse a referir concretamente ao Edifício de Passageiros (EP) da estação ferroviária que serve a terra desde 1875. Portanto, 134 ao serviço de Tadim e do Vale d'Este.

Ao referir-se àquele edifício nestes termos, José Manuel Cunha não deve estar ciente - ainda - do valor efectivo, afectivo e patrimonial da nossa estação. Eu explico.

Nos idos de 1872, quando se iniciou a construção do Ramal de Braga (e a odisseia ferroviária a norte do Douro), não se ponderava a construção de nenhuma paragem intermédia. Quando os comboios começaram a passar, já em 1875, Tadim tinha uma estação ferroviária. Reza a história que um ilustre tadinense de então - Luís Braga da Cruz - intercedeu positivamente para que a sua terra fosse servida pelo comboio. Assim, é de justiça dizer-se que aquela estação, aquele singelo edifício, é também um património conquistado e legado por um homem da terra, um tadinense.

Certezas, Quase Certezas e Dúvidas em Ermelo

| 0 Comentários | Partilhar
Com as urnas abertas e sem incidentes nas duas mesas da freguesia de Ermelo (na aldeia que lhe dá nome e Fervença), restam as incógnitas - eleita que está a viúva de Maximino Clemente como presidente de junta - da confirmação da quase certa vitória Humberto Cerqueira (PS) e o destino do vereador ainda por atribuir.

Mas vai aqui uma ajudinha. Com os resultados apurados até agora, foram distribuídos 4 dos 5 vereadores. No método de distribuição de Hondt, divide-se o resultado total de cada partido por 1, 2, 3, 4 e 5 (no caso de Mondim), e atribuem-se os mandatos aos 5 quocientes mais altos. Assim sendo, actualmente:

PS: 1897 - 948,5 - 632
CDS-PP: 1480 - 740
PSD: 1221- 610,5

Numa freguesia com 935 inscritos, para o PS ganhar o 3.º vereador ao CDS-PP (mais bem colocado na corrida para um 2.º), os socialistas têm de arrecadar mais 108 votos que os centristas e não perder por 12 para o PSD. Por outro lado, os laranjas também tem de anular a diferença de 130 votos para o CDS, para eleger o segundo vereador.

Jesus Vai ao Comício? | 3

| 17 Comentários | Partilhar
A Igreja Católica Espanhola continua a mobilizar-se em manifestações políticas contra o governo do socialista José Luís Zapatero com o co-patrocínio do Partido Popular, principal força da oposição. A entrada da Igreja Católica nas campanhas partidárias é altamente criticável e lesiva do princípio da separação entre Estado e confissões religiosas. Se a Igreja não aceita (e bem) as incursões dos governos e dos partidos na sua esfera privada, seria desejável que se isentasse de entrar no jogo político-partidário para impor os seus princípios a todos os cidadãos, católicos e não católicos, crentes e não crentes.

É pena que a Igreja Católica Espanhola não siga o exemplo de descrição da congénere portuguesa. As diferenças são tantas que até parecem filhos de deuses diferentes.

Adenda - sobre a contra-informação relativamente ao número de manifestantes presentes, sugiro a leitura do blogue Manifestómetro.

Há Estrela na Serra

| 4 Comentários | Partilhar
Meyong (Braga)

Taça de Portugal: Sp. Braga vence Sp. Covilhã no último minuto. Na equipa serrana destacaram-se Diego e Pizi, ambos jogadores emprestados pelo Sporting de Braga.

Capítulo 41: quanto vale um voto?

| 3 Comentários | Partilhar
Há umas semanas, ficamos a saber que um voto, em Lisboa, pode valer entre 25€ a 30€. Esta semana, ficamos a saber que um voto, em Braga, não vale coisa alguma.

João de Deus Pinheiro, deputado eleito pelo círculo de Braga, renunciou ao cargo meia hora depois de o ter assumido. Excluindo as óbvias questões éticas, fica ainda por justificar o desequilíbrio entre a vontade dos eleitores e a vontade dos eleitos.

Depois da discussão em torno das duplas candidaturas, João de Deus Pinheiro repete o que antes já tinham feito Luís Filipe Menezes (2005) e José Manuel Fernandes (1999): ser eleito deputado pelo círculo de Braga e renunciar ao cargo.

Ora, se os eleitos podem mudar de ideias, por que razão não têm os eleitores o direito de fazer o mesmo? E se não faz grande sentido inquirir os eleitores sobre se pretendem mudar ou manter o voto depois de saberem que os eleitos mudaram de ideias, é imperativo, a bem da credibilidade da nossa já demasiado desacreditada democracia, que estas mudanças de ideias sejam exemplarmente punidas.

Cega Para Salvar as Filhas

| 1 Comentário | Partilhar


No auge da discussão sobre os projectos de Obama para reformar o sistema de saúde norte americano emerge a história de Monique Zimmerman-Stein, a mulher que que ficou cega para salvar as suas filhas.

ComUM de regresso

| 2 Comentários | Partilhar

A prática e os valores que empresta aos seus colaboradores fazem do ComUM uma valiosa oficina de jornalismo onde, ano após ano, pontificam dezenas de alunos de Comunicação. E parece-me imperativo registar que o fazem, todos eles, por "amor à camisola". [ComUM]


As palavras do novo director Paulo Paulos foram bem escolhidas. Espelham bem o que é, de facto, o ComUM.

comumhp

O jornal ComUM Online, do qual fui director no passado ano lectivo, regressa agora com equipa remodelada, uma novidade que se vai transformando em rotina, e que se cumpre a cada ano lectivo dada a curta duração do curso, após a reestruturação de Bolonha.

Após as férias de Verão, a equipa foi retocada, com a conclusão do curso de vários membros. Sei que liderar um projecto assente em vontade de aprender a "amor à camisola" não é fácil, mas não é menos verdade que é do ComUM que saem os jornalistas de amanhã.

Fiquemos a acompanhar a laboração da equipa. Eu, desta vez, fico sentado na cadeira dos cronistas.

P.S.: Para quem quiser ler, a revista Jornalismo & Jornalistas fez um artigo sobre jornalismo universitário, e o ComUM representou, obviamente, a informação da Universidade do Minho. A entrevista que me fizeram está aqui, páginas 20 e 21 (o título está um pouco a leste das declarações, mas enfim).

Descartáveis

| 7 Comentários | Partilhar
«Rentabilização do recinto construído para o Euro 2004 é dor de cabeça sem remédio à vista. E já há quem admita uma solução radical: deitar abaixo a obra de Tomás Taveira» [DN]

Ninguém compreende que se façam investimentos que o país não precisa a ponto de se equacionar a demolição de um estádio luxo cinco anos após a construção. Os políticos deviam ser como as suas obras: descartáveis.

XIV Trovas

| 0 Comentários | Partilhar
No começo do ano lectivo, o XIV Festival Internacional de Trovas Femininas bate-nos à porta, nos dias 16 e 17 de Outubro. Organizado pela Gatuna, Tuna Universitária do Minho, o evento decorre no Parque de Exposições de Braga (PEB). Antes da actuação da primeira noite, pelas 21h30, o centro da cidade enche-se com a voz as tunas no desfile e concurso Passa-calles.

No evento universitário actuam a Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia do Porto; Tuna Feminina do Instituto Superior Técnica de Lisboa; Tuna Feminina de Farmácia de Lisboa; Tuna da Universidade Católica do Porto e a Tuna Javeriana da Colômbia. [ComUM]

"CM Braga Incentiva Utilização do Comboio"

| 16 Comentários | Partilhar
ruilhe_2002
© Dario Silva, 2002. O apeadeiro de Ruílhe em 2002

No diário bracarense Correio do Minho vende-se constantemente a ideia de que um dia de chuva diluviana pode ser um bom dia de praia. Tudo depende do ponto de vista, e aí eu estou de acordo. E só assim eu consigo perceber que um título de uma notícia nada tenha a ver com o texto que se lhe segue nem, tão-pouco, com a verdade dos factos.

Na edição de hoje, o CM afirma, com destaque na primeira página, que a Câmara de Braga incentiva a utilização do comboio. A palavra "comboio" despertou-me o interesse e continuei a ler, convicto de que o protagonista da notícia seria ou a CMB ou o "comboio".

O texto do jornal, assinado "redacção", é, afinal, uma cópia clara de um comunicado da própria autarquia, o que, em si, não seria nem grave nem inusitado. No caso vertente, tem só a inconveniente de transformar o Correio do Minho num megafone da verdade soberana do executivo de Mesquita Machado, o que, em si, não seria nem grave nem inusitado.

A mim, enquanto leitor e munícipe, aborrece-me que o(s) título(s) fantásticos nada tenha(m) a ver com o corpo da notícia. A mim, enquanto utilizador compulsivo do comboio, aborrece-me o facto de o título ser mentira. O que não torna o Correio do Minho num mentiroso. Porque se houvesse memória - bastaria apenas dos anos mais recentes - a decência intelectual não permitiria dizer que a CMB "incentiva a utilização do comboio".

É falso, é mentira. Mesquita Machado nunca quis saber do comboio para nada. Como voltarei ao tema mais tarde, deixo, por ora, apenas uma pergunta a Mesquita Machado e a Vitor Sousa, responsável pelos TUB: como foi possível demorar-se cinco anos após a reabertura da linha para criar uma carreira estação-cidade?*

* no caso, e bem, estação-universidade.

As Eleições em Guimarães

| 5 Comentários | Partilhar
O acto eleitoral de domingo passado reforçou a maioria absoluta de António Magalhães à frente da edilidade Vimaranense, e do Partido Socialista em Guimarães.

Que Guimarães é Socialista, já não é de hoje. Mas a vitória redundante do Partido Socialista em Guimarães deve ser analisada tendo em conta o efeito Magalhães, tanto mais quando na maior parte das freguesias a votação no PS para a Câmara Municipal é superior à votação para a Assembleia Municipal e completamente contrária à votação para as Assembleias de Freguesia, onde o PS perde. A título de exemplo, nas seis freguesias urbanas (S. Sebastião; S. Paio; Oliveira; Azurém; Creixomil e Urgeses) o Partido Socialista, nas votações para a Assembleia Municipal e para a Câmara Municipal, ganha em toda a linha, apesar de apenas ter ganho três das seis Assembleias de Freguesia). Nas principais nove Vilas do Concelho, cinco são lideradas pelo Partido Socialista, uma por um movimento independente e as restantes três pelo PSD. No entanto, nessas mesmas nove vilas, à excepção, da freguesia de Caldelas, António Magalhães e o Partido Socialista vencem com larga maioria as votações para a Câmara Municipal e para a Assembleia Municipal.

Embora não unânime a votação é esclarecedora. Das 69 freguesias do Concelho, apenas 4 não deram a vitória ao Partido Socialista e a António Magalhães. Todas as outras, independentemente da cor político-partidária eleita, entendem que para a Câmara Municipal o Presidente em exercício é o melhor para o Concelho, totalizando 53,9% dos votos.

Com esta votação o Partido Socialista elege: 7 vereadores, mais um que no mandato anterior; 37 deputados para a Assembleia Municipal, mais três que no mandato anterior; ganha 48 freguesias, mais duas que no mandato anterior.

O que terá feito os vimaranenses eleger e reforçar a maioria de Magalhães? Para quem é vimaranense como eu, e apesar de ter assistido a uma campanha eleitoral comedida, é fácil explicar as razões de tamanho sucesso: o trabalho e o resultado desse trabalho ao longo dos sucessivos mandatos, que culminará com a organização de um evento de carácter internacional, a CEC2012.

Fast Forward 2009

| 0 Comentários | Partilhar


A edição de 2009 é já este fim-de-semana. A exibição dos filmes a concurso é dia 17, pelas 21:30 no Theatro Circo, com bilhetes a 4€.

O vídeo acima é do programa Fotograma da RTPN, sobre o Fast Forward de 2008.

Deixo-vos ainda os links para o podcast do RUM Upload de dia 13, com Domingos Silva e Luís Tarroso, sobre o Fast Forward 2009. [1, 2]

Uma Avenida de Todos

| 4 Comentários | Partilhar
A Emissão Especial Autárquicas 2009 do blogue Avenida Central recebeu mais de nove mil visitas de um total de 4.078 visitantes, record absoluto na história do nosso blogue. Com esta marca, o Avenida Central ascende à décima segunda posição nacional entre os blogues de actualidade política mais visitados na última semana, apenas ultrapassado pelo Blasfémias, 31 da Armada, Arrastão, Aventar, A Educação do Meu Umbigo, Abrupto, Há Vida em Markl, Jugular, O Insurgente, Portugal dos Pequeninos e 5dias.

Bem-hajam pela vossa preferência.

A Inteligência

| 2 Comentários | Partilhar


Via Garatuja.

Das Sondagens

| 0 Comentários | Partilhar
Autárquicas 2009: Comparação sondagens e resultados nos Concelhos de Braga e Barcelos

Pedro Magalhães analisou as diferenças entre as sondagens, as projecções e os resultados reais em vários concelhos do país utilizando dois critérios: erro 3 (a média dos desvios absolutos entre as estimativas da sondagem - intenções de voto em sondagens pré-eleitorais, simulações de voto em sondagens à boca das urnas - e os resultados eleitorais); e erro 5 (a diferença entre a margem de vitória estimada e a margem de vitória real).

Fizemos o mesmo para os trabalhos realizados em Braga e Barcelos nestas Eleições Autárquicas. Parece evidente que as sondagens falharam redondamente nos dois concelhos minhotos, com desvios médios muito superiores aos outros municípios analisados pelo Pedro Magalhães. Em Braga, a Eurosondagem repete os mesmos erros de há quatro anos quando apresentou erro 3 de 13,3 e erro 5 de 11,36, enquanto que o IPOM apresentou erro 3 de 6,35 e erro 5 de 1,74. Em ambos os casos, a Eurosondagem sobrestimou o PS e substimou a coligação Juntos Por Braga.

Em Barcelos, a única sondagem conhecida, divulgada através de um jornal gratuito que teve distribuição extra nas vésperas das eleições, errou em toda a linha: falhou o partido vencedor, enganou-se na ordem dos quatro pequenos partidos e afastou-se largamente dos resultados finais.

Posto isto, é legítimo reflectir sobre o impacto que as sondagens têm no resultado final das eleições e também sobre a completa ausência de mecanismos de controlo do trabalho das empresas de sondagens e da forma como algumas, sem qualquer critério, divulgam sistematicamente sondagens erradas em benefício dos mesmos partidos.

Acontece no Minho | 39

| 0 Comentários | Partilhar
Leaving and waiting
© MSL, Centro de Artes e Espectáculos São Mamede, Guimarães

Psico (cinema)
[14 de Outubro, 21h45m. Velha-a-Branca, Braga]
O Velhacine apresenta Psico, a emblemática obra-prima do realizador Alfred Hitchcock com Anthony Perkins no papel do perturbado Norman Bates, cuja sinistra casa e motel adjacentes não são exactamente o lugar mais indicado para passar uma noite tranquila. Que o diga Marion Crane (Janet Leigh), a desafortunada hóspede cuja viagem termina na célebre cena do duche.

Monólogos da Vagina (teatro)
[16 de Outubro, 22h. São Mamede, Guimarães]
Escrita em 1996 por Eve Ensler, "Os Monólogos da Vagina" é uma peça de sucesso mundial, com apresentações em mais de 119 países e traduzida em mais de 45 línguas.
Baseados em entrevistas realizadas pela autora a mais de 200 mulheres de todo o mundo e diversas realidades, a peça narra histórias do quotidiano feminino, revelando intimidades, vulnerabilidades, temores e vitórias próprias deste universo.

Jardim Zoológico de Cristal (teatro)
[15 e 16 de Outubro. Centro Cultural Vila Flor, Guimarães]
"Jardim Zoológico de Cristal", a mais recente encenação de Nuno Cardoso, tem estreia nacional no Centro Cultural Vila Flor. Uma justa sinopse da peça pode partir da descrição das quatro personagens, pela mão do próprio autor Tennessee Williams: a mãe Amanda Wingfield, a filha Laura, sua dependente tardia, o filho Tom, "homem da casa", mais um cavalheiro convidado, Jim O´Connor, para uma vaga há muito desejada. A peça conta o afastamento destas personagens e o encontro, desgraçadamente bem sucedido, de Laura e Jim.

Fast Forward Portugal - Film Festival 2009 (cinema)
[17 de Outubro, 21h45m. Theatro Circo, Braga]
Exibição na Sala Principal do Theatro Circo das curtas metragens produzidas nas 24 horas anteriores pelas cerca de 50 equipas concorrentes a esta edição de 2009 do Fast Forward Portugal - Film Festival. As curtas metragens serão avaliadas por um Júri que decidirá qual o filme vencedor. Ao público presente caberá, através de voto secreto, eleger o melhor filme do Público.

Stop Trans Pathologization – 2012

| 0 Comentários | Partilhar
Stop Trans Pathologization-2012 é uma campanha pela despatologização das identidades trans (transexuais e transgéneros) e a sua retirada dos catálogos de doenças: do DSM - Diagnostic and Statistic Manual of Mental Disorders, da American Psychiatric Association, cuja versão revista surgirá em 2012; e do ICD (International Classification of Diseases), da Organização Mundial de Saúde, que sairá em 2014.

Mais informações aqui.

Jamais

| 6 Comentários | Partilhar
Duas vezes não. Nem coligações nem acordos parlamentares. Manuela Ferreira Leite, líder do PSD, foi a primeira a ouvir a pergunta de José Sócrates sobre a disponibilidade para uma coligação ou um acordo de incidência parlamentar. O PSD, afirmou Ferreira Leite, fará uma “oposição responsável” e afirma-se indisponível para os tais acordos com os socialistas. [Público]

A Ferreira Leite tem um peculiar entendimento do que é uma "oposição responsável". Acordos e entendimentos? Jamais!

Uma "oposição responsável", parece-me, não é compaginável com afirmações radicais. A recusa, à partida, de qualquer entendimento legislativo é uma contradição com essa responsabilidade que evoca. Continua com a mania da afirmação de absolutos.

Panóias

| 6 Comentários | Partilhar
panoias
© Dario Silva, 07-10-2009

Panóias é um apeadeiro da Linha do Alentejo onde já não páram comboios. Como muitas outras no Sul de Portugal, fica a meia dúzia de quilómetros da localidade que lhe emprestou o nome. Panóias é também uma freguesia do concelho de Braga.

O Ranking

| 6 Comentários | Partilhar
O Público on-line dá a notícia que hoje é manchete no Diário do Minho: “O Conservatório de Música Calouste Gulbenkian, em Braga, volta aos lugares cimeiros do ranking do ensino secundário feito com base nos resultados dos exames nacionais de 11.º e 12.º ano. Com 14 provas feitas e uma média de 15,81 valores, lidera a lista, sendo a única escola pública entre as 21 melhor classificadas.”

No espaço de comentários, um leitor de Viana do Castelo diz o que se impõe: “A escola Calouste Gulbenkian de Braga faz selecção de alunos, tem provas de selecção logo no primeiro ano e a especificidade dos seus estudos leva a que quem não tenha pernas para andar ao longo dos anos vá saindo. Se todas as escolas públicas fizessem isto será que as privadas ainda dominavam? Este ranking apenas confirma que quando se pode escolher alunos os resultados são bons, quando não, são os possíveis. Tudo o mais é patetice para entreter...”

Maitê Proença Pede Desculpas

| 19 Comentários | Partilhar


No mesmo dia em que a polémica rebentou, Maitê Proença pede desculpa aos portugueses pelo vídeo que gravou em 2007. Assunto encerrado.

Sou Fã de Obama...

| 29 Comentários | Partilhar
Obama

Eu sou um fã de Obama e tudo que ele simboliza. Faço aqui a homenagem, a propósito da sua nomeação para Prémio Nobel da Paz e por acreditar na sua influência na futura geração de políticos. Para mim, a eleição de Barack Obama para Presidente EUA, já simbolizou muito e acredito que no Futuro vai simbolizar ainda mais.

Em primeiro lugar com o slogan "Yes We Can", transmitiu que é possível "Acreditar nos Sonhos e Concretizá-los", foi também o primado das convicções, dos princípios e dos ideais em política, em detrimento da cautela, da táctica política e da falta de comprometimento com os eleitores. Ou seja, foi mostrar que um político não deve ter receio de ser audaz na defesa dos seus ideais, projectos e de ser genuíno.

Depois a nova versão do apelo feito pelo Jonh F. Kennedy "Não penses no que o teu país pode fazer por ti mas sim no que tu podes fazer pelo teu país", transmitiu a responsabilidade que cada um nós tem em participar e envolveu os cidadãos nas causas comuns. Foi bastante mobilizador e conseguiu envolver na sua candidatura muitos voluntários que se juntaram espontaneamente e contribuíram para o sucesso da campanha. Trouxe novas pessoas à política, fora da tradicional esfera partidária e fez toda a diferença - permitiu que "A MUDANÇA FOSSE POSSÍVEL". Conseguiu juntar a força do Partido Democrata com a força das pessoas descomprometidas que entusiasticamente o apoiaram.

A Paragem do Autocarro

| 10 Comentários | Partilhar
bus-stop
© Dario Silva, 13-10-2009

O autocarro é uma benção, é até o mais eclético e omnipresente transporte colectivo. O autocarro é também um óptimo complemento ao comboio e particularmente útil quando recolhe os passageiros numa estação ferroviária e os entrega na universidade, na escola, na fábrica. Mais admirável se torna quando o bilhete do comboio é, simultaneamente, o bilhete do autocarro.

E quem me explica porque é um bilhete simples de TUB Tadim-Braga (€ 1,75 para 7 km) custa quase tanto como um bilhete simples de comboio Braga-Porto (€ 2,15 para 56,5 km a São Bento)?

Aqueles que nos governam localmente desde 1976 têm alguma explicação ou não tenho o direito a ver o tema debatido?

A Madrassa Pragmática

| 1 Comentário | Partilhar
No ranking das escolas secundárias do Jornal de Notícias, a Escola Básica da Comunidade Islâmica de Palmela ocupa o topo das 25 escolas com melhor classificação de exame. Segredo? "Respeito, responsabilidade e disciplina". De resto, a maioria dos professores não é muçulmana e há alunos de outros credos que se ocupam de matéria extra-curricular, enquanto os colegas aprendem o Alcorão em árabe. Com um uniforme obrigatório e igual para todos, praxe em colégios privados, o lenço e o topi também são facultativos.

Autárquicas nas Terras de Basto

| 0 Comentários | Partilhar
Numa eleição que se previa disputada a 3 para a Câmara de Mondim de Basto (Vila Real), o tiro que candidato socialista António Cunha disparou sobre o marido da presidente da Junta de Ermelo fez mais mossa no PSD que no PS. Verdade é que ainda com esta desgraçada freguesia por apurar, torna-se quase certa a vitória do Partido Socialista de Humberto Cerqueira, que elegeu já dois vereadores e tem de momento 517 votos de avanço sobre o CDS (2º) que conta com 1 vereador eleito, assim como o PSD. Com um mandato ainda por atribuir, e nas actuais circunstâncias, é bem mais provável este que se torne segundo dos centristas do que o terceiro dos socialistas ou o segundo do sociais-democratas.

Mas nem só de tiros certeiros se faz a democracia nas Terras de Basto. O agora socialista concelho de Mondim faz par com Cabeceiras de Basto, bastião rijo do PS de Joaquim Barreto, também ele presidente da distrital socialista de Braga. Na pequena freguesia de Passos, encaixada nos vales encostados à serra de Fafe, os disparos que chamaram por várias vezes a GNR aos lugarejos na consoada das eleições, não se sabendo se para defender algum baldio ou lavoura, não dissuadiram as poucas dezenas de eleitores de entregar ao PS a presidência perdida em 2005 para o PSD. Em serviços mínimos, os sociais-democratas coligados com o CDS-PP, sem comícios ou sessões de esclarecimento, desaguaram no pior resultado de sempre da direita para a Câmara Municipal de Cabeceiras de Basto: 25,3% e 2 mandatos contra os 68,6% e 5 mandatos do Partido Socialista. O PS domina agora as presidencias 14 das 17 juntas de freguesia.

Em Celorico de Basto, Joaquim Mota e Silva sucede ao pai. Num país em que o voto no PS estava a saldos, o incómodo de uma sucessão dinástica não chegou para os socialistas - que até tiveram um resultado motivador nas legislativas - baterem o PSD na terra do pregador Marcelo. Fica a sensação que a candidatura de Lopes Machado não ganhou nada com o caso "encomendado" ao Jornal O Basto, que por algum motivo teve uma tiragem extraordinária no último número. Pior ainda, quando José Diogo Quintela ridicularizou um dos cartazes apinhados de gente que a candidatura socialista tinha espalhado pelo concelho.

Em Ribeira de Pena (Vila Real), a coligação PSD/CDS de Agostinho Pinto saiu reforçada com mais de 62% dos votos e uma diferença de mais de 1500 votos ao PS que também perde as duas juntas de freguesia que detinha, Santa Marinha e Cerva, para a coligação que este ano atingiu o pleno.

Do Poder Autárquico

| 0 Comentários | Partilhar
«O certo é que a eternização no poder sofreu alguns golpes neste acto eleitoral. Ela só é possível, tal como a corrupção, dado o poder que se concentra na mão dos presidentes das autarquias. Uma constatação que, defende Luís de Sousa, mereceria uma "revisão de cima a baixo" da forma como está edificada a política local.» [JN]

Twix

| 4 Comentários | Partilhar
Joaquim Barreto - PS - Cabeceiras de Basto

Há que reconhecê-lo. 15 dias depois do excelente resultado do PS nas legislativas, pelo círculo de Braga, o desconhecido Joaquim Barreto teve ontem uma dupla vitória. Conseguiu o melhor resultado de sempre na sua última eleição para presidente de Câmara de Cabeceiras de Basto, e inverteu favoravelmente a relação do número de concelhos socialistas (8) com os do PSD (5) na distrital que preside.

Incontinência

| 16 Comentários | Partilhar
cmps

O entusiasmo descarado do Correio do Minho atinge níveis e formas escandalosas.

Capítulo 40: dos números

| 10 Comentários | Partilhar
Quando aqui escrevi que a estratégia de campanha de Ricardo Rio não apostava convenientemente nas freguesias rurais, foram várias as pessoas que se insurgiram no espaço destinado aos comentários. Ainda assim, apurados os votos, nota-se que o mapa eleitoral autárquico bracarense continua bastante parecido ao das eleições de 2005: freguesias urbanas dominadas pela Coligação e as rurais pelo PS.

De resto, Ricardo Rio tem vantagem confortável em apenas duas freguesias rurais: Navarra e Fradelos. Nas outras freguesias rurais em que conquistou mais votos que Mesquita Machado as diferenças foram bastante reduzidas: Crespos e Tenões, 18 votos; Sobreposta, 7 votos; Semelhe e Trandeiras, 1 voto. Porque é justo referi-lo, o PS ganhou em Palmeira com uma diferença de apenas 1 voto.

Ora, se as diferenças no caso das vitórias foram reduzidas, nas derrotas foram já substancialmente maiores. Curioso ainda que, para além da vitória em quase todas as freguesias rurais, Mesquita Machado conseguiu em quase todas as freguesias urbanas, e apesar de derrotado, mais votos do que em 2005.

Ricardo Rio, que tinha ficado a 5000 votos de Mesquita Machado nas últimas eleições, conseguiu os 6000 que bastariam em 2005. Não foi suficiente porque desta vez votaram quase mais oito mil bracarenses do que na altura e, ao contrário do que se tem dito, foi menos o voto útil da esquerda - que como o Pedro Morgado referiu perdeu apenas cerca de 150 votos -, mas mais os "novos" eleitores que fizeram a diferença.

E nestes novos eleitores cabem não só os que votaram hoje pela primeira vez, mas acima de tudo os que em 2005 se abstiveram ou votaram nulo e branco; um total de nove mil votos que se distribuíram pelas listas do PS e da Coligação. E foi aqui, mais do que em qualquer dos outros indicadores que se notou que a imagem Mesquita Machado não está, afinal, tão desgastada como se pensaria; nem na malha urbana, nem na malha rural.

A derrota de ontem não é tanto, então, uma derrota para Ricardo Rio, mas uma vitória de Mesquita Machado. E é por essa razão que Ricardo Rio não deve demitir-se, mas assumir de novo a chefia da oposição e trabalhar para uma alternativa verdadeiramente supra-partidária para 2013.

Um Cronista Com Cada Vez Menos Valor

| 3 Comentários | Partilhar
O Pacheco Pereira não para de me maravilhar. É um individuo inteligente e a questão que coloca - sobre o mérito de Obama na atribuição do Nobel da Paz - é inteiramente legítima e trata-se de algo que tem sido amplamente discutido. Sendo inteligente, seguramente compreenderá as nuances da questão, tal como tantas outras ilustres personalidades mundiais compreendem. Até Fidel Castro percebeu o significado desta atribuição.

Mas se não há dúvidas sobre a sua inteligência, a sua honestidade intelectual deixe-me frequentemente estupefacto. Este post/crónica é apenas mais um. Afinal, estamos a falar do português que mais acerrimamente e durante mais tempo defendeu, por exemplo, a guerra no Iraque e as demais patifarias do Sr. Bush. Confesso que esbocei um sorriso quando soube que a reacção do Chavez estava dotada do mesmo tom que a reacção do Pacheco Pereira. Quem diria que alguma vez estes dois estariam de acordo?

Braga 2009: Epílogo

| 13 Comentários | Partilhar
1. A maioria com que o PS governa o município desde há 33 anos foi hoje renovada pelos eleitores do concelho de Braga. Esta é uma vitória pessoal de Mesquita Machado, uma figura incontornável na história democrática da cidade que avança para o último mandato à frente dos destinos do município. Os que ainda não conhecem as propostas, podem descarregar o programa nesta ligação por forma a monitorizar o cumprimento das promessas que foram feitas. No interesse do concelho, desejo que Mesquita Machado corrija os erros do passado, esteja mais atento às propostas que lhe chegam da sociedade civil e empreenda um trabalho positivo ao longo dos próximos quatro anos.

2. Apesar da derrota, Ricardo Rio fez um excelente trabalho ao longo destes quatro anos de oposição. Parece evidente que não conseguiu constituir listas que representassem de forma cabal as forças vivas da cidade nem que fossem suficientemente abrangentes para travar o voto útil à esquerda. Num momento em que ainda nada se sabe acerca da continuidade da sua continuidade na liderança do PSD autárquico local, deve salientar-se que a subida da Coligação é o resultado directo da consistência das suas propostas e da qualidade do seu trabalho.

3. O mau resultado da CDU e do Bloco de Esquerda nas votações para a Câmara Municipal é um dos factos da noite eleitoral. Apesar dos bons candidatos, a campanha ténue e pouco incisiva que realizaram custou-lhes uma perda de votos em percentagem e em número absoluto que acaba por garantir a vitória de Mesquita Machado. Depois de tantos anos com críticas à gestão socialista resulta incompreensível a falta de empenho das estruturas locais na consolidação dos resultados que haviam conquistado nas Legislativas. Uma derrota em toda a linha.

4. A democracia é, mais coisa, menos coisa isto. Parabéns aos vencedores e honra aos vencidos. A cidade e o concelho contam com todos para crescerem e se afirmarem no contexto nacional e internacional.

Adenda - O PCP assume finalmente a derrota em termos nacionais. O Bloco de Esquerda convida à reflexão local.

Barcelos 2009: Miguel Gomes Vence Bastião PSD

| 23 Comentários | Partilhar

© PS

00.59. Com duas freguesias por apurar, menos de 300 votos separam PSD e PS na Assembleia Municipal.

22h54
. Barcelos passa a ser liderada pelo Partido Socialista.

22h00. PSD a apenas 1% do PS.

20h10. Das 89 freguesias, as 6 apuradas dão 49% à candidatura de Fernando Reis e 39% ao principal opositor.

20h00. Ao que tudo indica, Fernando Reis, histórico dirigente do PSD, mantém a Presidência do concelho de Barcelos numa das eleições mais disputadas do distrito de Braga.

Braga 2009: Mesquita Vence com Maioria

| 62 Comentários | Partilhar
Mesquita Machado - PS - Braga

00.51. Resultados Finais em Braga: Mesquita Machado vence com 43.977 (44,89%) votos. Em 2005, o PS tinha conquistado 40,104 (44,50%). Ricardo Rio obtém 41.244 (42,10%), ganhando mais de seis mil votos já que em 2005 tinha conquistado 35.023 (38,86%). A CDU consegue 6.123 (6,25%), resultado inferior ao obtido em 2005 quando conquistou 6.363 (7,06%). O Bloco de Esquerda tem 3.778 (3,86%) o que significa uma descida comparativamente com 2005, quando obteve 3.940 (4,37%).

00.46. Ricardo Rio coloca a hipótese de deixar de ser o líder da oposição em Braga, não garantindo que vá aceitar, por esse motivo, o lugar de vereador.

00.40. Para a Câmara Municipal o PS consegue 6 mandatos e a Coligação 5. Reacções de MM e RR. O primeiro revela-se feliz com o voto de confiança, enquanto que o segundo se revela decepcionado, embora com um misto de satisfação com a subida face a 2005, queixando-se do voto útil da esquerda no PS.

Se é verdade que a nível percentual os partidos à esquerda do PS desceram ligeiramente, já em termos absolutos estes obtiveram praticamente o mesmo número de votos de 2005. Até que ponto terá existido este voto útil?

00.09.
Com apenas uma freguesia por apurar, para a Câmara Municipal o PS consegue 5 mandatos e a Coligação 4 (faltam 2). Já para a Assembleia Municipal o PS consegue 27, contra 26 da Coligação, 4 da CDU e 3 do BE (faltam 3).

00.05.
Repescando as sondagens, a da Eurosondagem acertou por muito pouco (0,09%) na do PS e falhou claramente na da Coligação e na do BE. Em todo o caso, os resultados, embora errados, encontram-se dentro da margem de erro de 4,5%. Já a IPOM/RUM "erra" por considerar 19,5% de indecisos nas suas contas. Dando, por essa razão, resultados de 30% a MM e 31,5% a RR. Ignorando esse aspecto, esta última reflecte melhor a diferença que se verificou, pois dava 1,5% de vantagem a RR, com 3,5% de margem de erro.

23.47.
Há mais votos nulos do que votos no MPT. Nulos e Brancos juntos são três vezes mais do que o MPT.

23.32. Quando falta apurar uma mesa de voto, Mesquita Machado (PS) lidera com 43.781 (44,89%), Ricardo Rio (Juntos por Braga) obtém 40.741 (41,77%). A CDU obtém 6.107 (6,26%) e o Bloco de Esquerda 4046 (4,15%).

22.48. Votação fechada. Mesquita Machado vence. Ricardo Rio assume derrota.

21.55. Em S. Vítor (Braga), maior freguesia do concelho, vence a Coligação. Em Maximinos, a Coligação também venceu na votação para a Câmara.

21.20. Coligação Juntos por Braga conquista S. Vicente ao PS. Merelim São Paio muda do PS para o CDU. Na Sé, a CDU reelege o Presidente da Junta de Freguesia mas a Coligação vence para a Câmara Municipal.

21.08. Os resultados parecem indicar que as projecções voltaram a falhar e que a diferença será menor que a avançada pela SIC e TVI.

20.26. TVI avança projecção com vitória para Mesquita Machado com maioria absoluta. SIC confirma.

20.00. Tudo em aberto na Câmara de Braga.

Famalicão 2009: Armindo Costa Renova Maioria

| 2 Comentários | Partilhar
Armindo Costa - PSD/PP - Famalicão
© Famalicão no Rumo Certo

00.24. Com duas freguesias por apurar, o PSD/CDS consegue uma vitória esmagadora sobre o PS, com 58,75% dos votos. Mais 4% do que em 2005. O cenário é idêntico na Assembleia Municipal.

20.00.
A coligação PSD/CDS, liderada pelo social democrata Armindo Costa, venceu as eleições com maioria.

Guimarães 2009: Magalhães é Rei

| 3 Comentários | Partilhar
António Magalhães - PS - Guimarães
© PS Guimarães

00.19. Os resultados finais ditam que o PS reforça a sua maioria, subindo 4%, roubando dessa forma um mandato na Câmara Municipal ao PSD. O cenário é semelhante na Assembleia Municipal, onde o CDS-PP é o único partido, para além do PS, que ganha mandatos em relação a 2005.

21h58.
O PSD volta a vencer as freguesias de Oliveira do Castelo e Mesão Frio.

21h52. A Sic atribui a António Magalhães o resultado final de 53,4%.

21h30. PS ganha Urgezes, Brito, Guardizela, Polvoreira, Moreira de Cónegos e Lordelo. PSD vence São Torcato, Ronfe, Nespereira e São Sebastião. Coligação PPD/PSD–CDS/PP vence com mais 18 votos que o PS a freguesia de São Paio. PCP vence Selho São Jorge.

21h00. Magalhães continua à frente, 42 freguesias apuradas, 56,92%.

20h10. Apenas 8 freguesias apuradas, de 69, com 58% para o PS e 31% para o PSD.

20h00. António Magalhães venceu as eleições autárquicas em Guimarães, renovando a maioria absoluta.

Máscaras de Oxigénio Democrático

| 3 Comentários | Partilhar

Minho 2009: Viana Mantém-se Socialista

| 5 Comentários | Partilhar
Amares - Vence José Barbosa, independente.

Cabeceiras de Basto - Joaquim Barreto reforça a maioria socialista no concelho de Cabeceiras de Basto, arrastando o PSD para um resultado inferior ao das últimas eleições autárquicas.

Celorico de Basto - PSD vence sem surpresas, com Joaquim Mota e Silva a herdar o cargo do seu pai, actual Presidente da Câmara.

Esposende - Mais uma vitória folgada para João Cepa (PSD), renovando a confiança dos esposedenses para o último mandato à frente dos destinos do município.

Fafe - O PS conquista sem surpresa um dos concelhos que é bastião dos socialistas no Minho.

Ponte de Lima - O CDS-PP mantém a única câmara dos democratas cristãos em todo o país. Daniel Campelo deu um exemplo de renovação a todos os políticos.

Póvoa de Lanhoso - Vitória do PSD num concelho muito dividido e bipolarizado.

Terras de Bouro - Câmara que muda de mãos. O PS conquista o município ao PSD.

Viana do Castelo - A Câmara da capital de distrito mudou de Presidente mas não mudou de partido. O PS continua a gerir os destinos de Viana.

Vieira do Minho - O PS vence por 26 votos. A Câmara muda de mãos.

Vila Verde - Mais um bastião laranja do distrito que muda de Presidente mas não muda de partido. António Vilela é o novo Presidente do Município.

Vizela - O Partido Socialista renova a maioria no mais recente concelho do país.

Especial Eleições Autárquicas 2009

| 3 Comentários | Partilhar
18h50m. Em Braga há queixas de mensagens enviadas a fazer apelo directo ao voto numa das candidaturas. Mais informações em breve.

17h15m. PSD apresenta queixa por corrupção eleitoral do PS no caso da carrinha Mercedes estacionada à porta das mesas de voto.

17h. A afluência às urnas situa-se nos 45,3% às quatro da tarde. Em 2005, à mesma hora, era de 42,5%. Contudo, a afluência supera a das últimas Legislativas (43,3%) à mesma hora.

13h30m. CDU ausente dos boletins de voto na Freguesia de Prado (Vila Verde). A coligação já pediu a anulação do acto eleitoral naquela freguesia.

13h22m. Hora de almoço. Fica uma sugestão musical para este dia.


13h. Afluência às urnas até ao meio dia é de 21,23%. Em 2005 era de 21,35%. Há mais votantes, portanto.

12h35m. Vale tudo. O candidato socialista a uma Junta de Freguesia de Paredes expôs à porta da mesa de voto uma carrinha Mercedes que promete oferecer em caso de vitória.

12h30m. A Comissão Nacional de Eleições anuncia o adiamento das eleições em Ermelo para o próximo Domingo após homicídio do marido da candidata do PSD pelo candidato do PS.

11h15m. O Público denuncia que, devido a erros de recenseamento, há vários eleitores que não podem votar na sua freguesia.

10h30m. Paulo Portas pede aos portugueses que votem em liberdade contra o caciquismo.

08h. Abrem as urnas em todo o país excepto em Ermelo, Mondim de Basto, onde o candidato do PS alvejou a tiro o marido da candidata do PSD. Alguns populares dizem que agiu em legítima defesa.

À Atenção da Comissão Nacional de Eleições

| 3 Comentários | Partilhar
O estabelecimento de ensino onde vou tratar da questão do voto tem várias secções. Cada uma localiza-se numa sala de aulas com o nome de um escritor. Quando estou à porta da sala que corresponde ao meu número eleitoral, na fila para ir votar, reparo que a sala da esquerda é dedicada a Alice Vieira e a da direita a Sophia de Mello Breyner Andresen. Se os senhores da Comissão Nacional de Eleições tiverem alguma sensibilidade literária compreenderão que não é possível deixar de sentir algum incómodo por ter de ir votar na sala José Jorge Letria. No futuro, não me poderá ser concedida a possibilidade de votar na sala de um escritor mais a meu gosto?

Portugal no Divã

| 1 Comentário | Partilhar
«O marido da Presidente da Junta de Freguesia de Ermelo, Mondim de Basto, foi hoje morto a tiro junto à assembleia de voto pelo candidato adversário do PS, disse o Governador Civil de Vila Real, Alexandre Chaves.» [Público]

A eleições autárquicas são aquelas que, com maior fidedignidade, representam a boçalidade que grassa em alguns meios políticos do país. José Sócrates e Francisco Louçã já condenaram o acto.

Dicionário Eleitoral Autárquico

| 0 Comentários | Partilhar
Bastião: O mesmo que Baluarte, 1. Espécie de fortim construído onde as muralhas formam ângulo. 2. Localidade onde se entrincheiram os defensores de uma ideia ou de um partido.

Cacique: 1. Chefe, entre os indígenas de várias regiões da América. 2. Pessoa com influência política numa localidade e que consegue dispor dos votos de numerosos eleitores numa eleição. [Dicionário da Academia das Ciências de Lisboa]

Dinossauro: Presidente de Câmara que se eterniza no poder.

Levanta-te Contra a Discriminação

| 2 Comentários | Partilhar
1. Assinala-se hoje o Dia Mundial da Saúde Mental e, trabalhando nesta área, não posso deixar de partilhar alguns pontos de reflexão. Antes de mais, cumpre informar que, se outros motivos não encontrar para ler este artigo, deve saber que um em cada quatro portugueses sofrerá, em dado momento da sua vida, de uma doença mental.

2. Há precisamente um ano, a Federação Mundial para a Saúde Mental divulgou uma série de artigos de reflexão sobre o estado das políticas de promoção da saúde mental em todo o mundo. Num desses artigos, destacavam-se alguns dados verdadeiramente preocupantes: dos cento e noventa e dois membros da Organização Mundial de Saúde (OMS) que foram analisados, apenas dois terços dos países apresentam políticas públicas de saúde mental e, mesmo nesses, 60% das leis em vigor são anteriores a 1960; em 30% dos países não existe qualquer orçamento específico para a saúde mental; e em 25% daqueles em que existe orçamento, a verba destinada à saúde mental é menos de 1% do total despendido em saúde. Em síntese, a desproporção entre as necessidades e a oferta de acompanhamento, diagnóstico e tratamento psiquiátrico é verdadeiramente preocupante em termos globais.

3. Em Portugal, o investimento no tratamento das doenças mentais deve ser realçado: a) os hospitais têm reforçado a sua capacidade de intervenção em saúde mental, através da oferta de serviços médicos, mas também de Psicologia Clínica e Assistência Social; b) os serviços comunitários têm sido, embora muito lentamente, reforçados com meios humanos e materiais; c) os tratamentos mais inovadores têm sido disponibilizados aos doentes portugueses praticamente ao mesmo tempo do que sucede no resto da Europa e EUA; d) a nossa investigação em neurociências tem sido reconhecida internacionalmente, ombreando com os trabalhos produzidos em alguns dos centros mais avançados do mundo.

Especial Eleições Autárquicas 2009

| 6 Comentários | Partilhar
À semelhança do que vem sendo habitual, o blogue Avenida Central acompanhará a próxima jornada eleitoral, com particular incidência na actualidade informativa dos concelhos do Minho. Em directo de Braga, Guimarães, Barcelos, Famalicão e Cabeceiras de Basto, o blogue Avenida Central seguirá o evoluir das eleições, acompanhará a contagem dos resultados minuto a minuto, trará as principais notícias da noite e os comentários dos habituais autores e cronistas. No blogue, no Twitter e no Facebook acompanhe também os resultados de todos os concelhos do Minho, com particular destaque para Vila Verde, Amares, Fafe, Viana do Castelo e Ponte de Lima.

A partir das 19 horas acompanhe também a emissão da Rádio Universitária do Minho onde participam Luís Tarroso e Pedro Morgado, bem como representantes de todos os partidos concorrentes à Presidência da Câmara Municipal de Braga (Hugo Pires do PS, Humberto Carlos da Coligação Juntos por Braga, António Lopes do PCP, Paula Nogueira pelo Bloco de Esquerda e Ramiro Brito pelo Movimento Partido da Terra).

No blogue Avenida Central e na RUM saiba primeiro quem governará os destinos das principais autarquias do Minho.

Braga Vai Ganhar | 4

| 9 Comentários | Partilhar
Informação de última hora: o Director de Informação da SIC Notícias acaba de admitir que a estação vai acompanhar com particular atenção as eleições no concelho de Braga porque há fortes possibilidades de Ricardo Rio ganhar.

Braga Vai Ganhar | 3

| 4 Comentários | Partilhar
Diz-me uma amiga eleitora do Bloco de Esquerda: «Em Braga, a esquerda vota na esquerda para as freguesias e a assembleia municipal. Em Braga, a esquerda vota Ricardo Rio por uma questão de decência.» E eu concordo.

Coisas da Campanha

| 4 Comentários | Partilhar

Quase 20 anos depois, o comboio regressou a Arco de Baúlhe.
"Mi vida en tus manos", um filme de Nuno Beato

Pesquisar no Avenida Central




Subscreva os Nossos Conteúdos
por Correio Electrónico


Contadores